Publicidade

Posts com a Tag José Sérgio Gabrielli

quarta-feira, 6 de março de 2013 Congresso | 11:47

Parlamentares baianos não devem apoiar estados produtores, diz ex-prefeito de Salvador

Compartilhe: Twitter

O ex-prefeito de Salvador, deputado federal Antônio Imbassahy (PSDB-BA), disse achar “muito difícil” qualquer mudança no voto da bancada baiana no caso dos vetos presidenciais à mudança nas regras de distribuição dos royalties do petróleo.

Os parlamentares dos Estados produtores têm tentado sensibilizar colegas de outros Estados, como a Bahia, ao argumentar que também eles seriam prejudicados pela distribuição geral dos royalties no futuro.

“Não vejo essa possibilidade”, disse Imbassahy, que citou um estudo da secretaria de planejamento do estado da Bahia, cujo titular é o ex-presidente da Petrobrás, José Sergio Gabrielli, para dizer que a tendência é que a distribuição geral dos royalties deve beneficiar o estado.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 5 de março de 2012 Partidos | 06:01

PT está tão ou mais insatisfeito que o PMDB. E não pode fazer manifesto

Compartilhe: Twitter

Assustado com o manifesto de insatisfação de 45 deputados de seu partido, o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), trata de jogar a culpa no governo.

Segundo ele, a insatisfação é generalizada entre todos os partidos governistas, menos no PT.

Não é verdade.

O PT também está insatisfeito.

O partido contabiliza a perda de duas pastas na reforma ministerial em curso: o comando do Ministério da Ciência e Tecnologia, entregue ao pesquisador Marco Antônio Raupp; e agora o Ministério da Pesca, que o petsita Luiz Sérgio (RJ) teve que passar ao senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).

Mas o pior de tudo, para o PT, foi a perda da presidência da Petrobras, antes comandada por um petista engajado e de carteirinha, José Sérgio Gabrielli, e agora nas mãos de Maria das Graças Foster, uma técnica ligada apenas á presidenta Dilma Rousseff.

Até o candidato do partido a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, foi imposto pelo ex-presidente Lula aos caciques do partido.

Pior. Tão ou mais insatisfeito que o PMDB, o PT tem que sofrer calado. Nem um manifestozinho seus deputados podem assinar…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 2 de março de 2012 Congresso | 11:03

Gabrielli assume na Bahia e nocauteia Popó

Compartilhe: Twitter

Secretário de Planejamento do governo da Bahia, o deputado eleito Zezéu Ribeiro (PT) avisou a seus suplentes que voltará à Câmara agora em março.

É que ele também foi avisado pelo governador Jaques  Wagner — em viagem pela Alemanha — que na volta irá anunciar a nomeação do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli para a Secretaria.

Com a volta de Zezéu, seu segundo suplente, o ex-pugilista Arcelino Pópó Freitas, perde o mandato.

Veja nota abaixo: “Novo Codigo do Processo Civil ameacado

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 11:02

Novo Código do processo Civil ameaçado

Compartilhe: Twitter

Outro suplente na Câmara Federal da coligação governista da Bahia que está quase indo a nocaute por causa da posse de José Sérgio Gabrielli como secretário de Planejamento é o deputado Sérgio Barradas Carneiro (PT).

Trata-se do relator do Código do Processo Civil, que está com seu parecer praticamebnte pronto.

É que o chefe da Casa Civil de Jaques, João Leão, já havia se lançado como pré-candidato a prefeito de Salvador pelo PP.

Com isso, era certo que ele se desincompatibilizará até abril e reassumirá seu mandato de deputado federal.

Mas Sérgio Barradas Carneiro esperava ficar no cargo ainda como suplente de Zezéu. Ou seja, com a saída de João Leão, só perderia o mandato o segundo suplente, Arcelino Pópó de Freitas.

Mas como Jaques Wagner resolveu também mandar Zezéu de volta à Câmara para dar posse a José Sérgio Gabrielli, Sérgio Carneiro está marcado para também acompanhar Popó de volta à planície.

Nesse caso, a relatoria do Código passa a outro deputado, que possivelmente vai querer mexer no texto deixado por Sérgio Carneiro. Mesmo se o novo relator não mexer, o suplente baiano não poderá subir à tribuna para defender seu texto.

— É uma pena. Na reta final da votação do Código, estou me sentindo como quem vai para o cadafalso — reclama o relator.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 Brasil | 15:02

Wagner prepara homenagem para Gabrielli na Bahia

Compartilhe: Twitter

José Sérgio Gabrielli passa a presidência da Petrobras para Maria das Graças Foster (Foto:

Logo depois de transmitir a presidência da Petrobras para Maria das Graças Fortes, José Sérgio Gabrielli irá para a Bahia.

Prestes a assumir um cargo no governo de Wagner, o agora ex-presidente da Petrobras será recepcionado por parlamentares, lideranças de movimentos sociais e sindicalistas no Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro).

Gabrielli participará de uma carreata, com faixas e carro de som, até o Clube dos Empregados da Petrobras (Cepe 2004), no Jardim de Alah, onde será comemorada sua chegada a Salvador.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 Estados | 20:00

Na despedida da Petrobras, Gabrielli assina acordo com SP

Compartilhe: Twitter

José Sérgio Gabrielli

Na última semana à frente da presidência da Petrobras, José Sérgio Gabrielli desembarcou ontem em São Paulo para assinar um protocolo de intenções com governo do estado que estabeleceu ações conjuntas para a exploração do pré-sal.

Em reunião com o secretário estadual de Energia, José Aníbal, ficou acertada a construção de dois centros tecnológicos de pesquisa e monitoramento para a empresa, semelhante ao que existe no Rio de Janeiro – o Cenpes, que fica na Ilha do Fundão.

A ideia do governo paulista é investir também na integração das três universidades estaduais  – USP, Unicamp e Unesp – com os projetos de pesquisa da Petrobras para o desenvolvimento de novas tecnologias e exploração do pré-sal.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012 Governo | 19:02

Reforma ministerial: o que que a Bahia tem?

Compartilhe: Twitter

Com a saída de José Sérgio Gabrielli do comando da Petrobras, se a reforma ministerial também tirar do governo, como é esperado, o ministro das Cidades, Mario Negromonte, o governador da Bahia, Jaques Wagner, terá perdido dois dos seus afilhados mais fortes na gestão Dilma Rousseff.

Seus aliados no PT do Estado estão rezando a todos os orixás para que a presidenta da República não abone a Bahia de Todos os Santos.

Autor: Tags: , , , ,

Brasil | 16:14

O novo emprego de Gabrielli

Compartilhe: Twitter

José Sergio Gabrielli participa com o governador da Bahia, Jaques Wagner, e a primeira-dama Fátima Mendonça do cortejo da Lavagem do Bonfim (Foto: Marco Aurélio Martins/ Agência A Tarde/AE)

A Secretaria de Indústria e Comércio da Bahia é a mais cotada como próximo emprego do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. O atual secretário, James Correia, no entanto, resiste a sair da cadeira. Um problemão para o governador Jaques Wagner (PT).

Wagner tem mais duas vagas para Gabrielli: está prevista para março a saída do secretário da Fazenda, Carlos Martins Marques de Santana, para concorrer à prefeitura de Candeias (BA). E o secretário do Planejamento, Zézeu Ribeiro, pretende voltar para a Câmara dos Deputados para reforçar a bancada do PT da Bahia.

Autor: Tags: , , , ,

Brasil | 15:02

Gabrielli sai da Petrobras sem medalha

Compartilhe: Twitter

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, entrou para a história: sai do cargo sem levar a Medalha Tiradentes, da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Pelo menos até agora.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 10 de janeiro de 2012 Estados | 10:08

Alckmin libera crédito para setor de petróleo e gás

Compartilhe: Twitter

O governador Geraldo Alckmin (Foto: Léo Pinheiro/FotoArena/AE)

A partir deste ano, a Agência de Fomento Paulista – Nossa Caixa Desenvolvimento, órgão ligado à Secretaria da Fazenda do governo Alckmin, pretende aumentar o apoio financeiro a pequenas e médias empresas do setor de petróleo e gás e voltadas para a inovação tecnológica.

Em novembro, o governador Geraldo Alckmin falou ao presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, dos planos de construir no estado um centro de pesquisa para a empresa semelhante ao que existe no Rio de Janeiro – o Cenpes, que fica na Ilha do Fundão. E propôs também a integração das três universidades estaduais de São Paulo – USP, Unicamp e Unesp – com os projetos de pesquisa da Petrobras para o desenvolvimento de novas tecnologias e exploração do pré-sal.

Em 2011, a agência emprestou cerca de R$ 320 milhões a pequenas e médias empresas do estado.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última