Publicidade

Posts com a Tag José Serra

segunda-feira, 7 de outubro de 2013 Partidos | 12:03

Ida de Marina para o PSB dá fôlego a Serra na estratégia tucana

Compartilhe: Twitter

A notícia de que a ex-senadora Marina Silva se filiou ao PSB de Eduardo Campos deu novo fôlego ao time do ex-governador José Serra dentro do PSDB. Se na semana passada falava-se principalmente numa candidatura de Serra a deputado federal, o novo cenário da ajudou a devolver ao ex-governador paulista o status de peça-chave para a campanha tucana.

José Serra e Aécio Neves (AE)

José Serra e Aécio Neves (AE)

Serra foi opositor de Marina na corrida presidencial do ano passado e, por isso, pode ajudar a fazer um contraponto à ex-verde na campanha. Ao menos até a semana passada, interlocutores diziam que a chance de Serra se tornar vice do senador Aécio Neves (PSDB-MG) era “zero”. Mas ainda permanecem na mesa alternativas como alocá-lo na coordenação-geral de uma campanha presidencial liderada pelo mineiro.

Isso considerando um cenário em que Aécio seja o candidato tucano ao Planalto.  Até porque a composição Campos-Marina ajudou a alimentar as declarações de aliados de Serra, defendendo que ele encabece a chapa ao Planalto e não Aécio.

Leia mais:
Serra pode assumir coordenação da campanha de Aécio
Esta pode ser a eleição mais dura que o PT já enfrentou’, diz analista

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 3 de outubro de 2013 Partidos | 19:45

Com gripe, José Serra está de molho

Compartilhe: Twitter
Serra: de molho por causa de gripe

Serra: de molho por causa de gripe

Enquanto correm soltas no PSDB as especulações sobre o futuro político de José Serra, o ex-governador está de molho.

O tucano está com uma gripe forte e deve ficar fora de combate pelo menos até o fim de semana.

Saiba mais: Serra pode assumir coordenação da campanha de Aécio à Presidência

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 Partidos | 06:00

Serra não telefonou nem a Alckmin para avisar que ficaria no PSDB

Compartilhe: Twitter
José Serra e Geraldo Alckmin (Foto: AE)

José Serra e Geraldo Alckmin (Foto: AE)

Alguns tucanos estranharam o fato de o ex-governador José Serra não ter ligado nem mesmo para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para avisá-lo com alguma antecedência de que havia decidido permanecer no PSDB.

A quem lhe perguntou, Alckmin jurou que não viu problema em não ter sido previamente comunicado, já que os dois haviam conversado sobre o tema na semana passada.

Saiba mais: Serra pode assumir coordenação da campanha de Aécio à Presidência

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 1 de outubro de 2013 Eleições | 18:06

Serra pode assumir coordenação da campanha de Aécio à Presidência

Compartilhe: Twitter

Nas conversas que culminaram na decisão de José Serra de permanecer no PSDB, uma das opções colocadas para o futuro do político do ex-governador paulista é assumir a coordenação-geral da campanha do senador mineiro Aécio Neves (PSDB-MG) ao Palácio do Planalto. A avaliação de pessoas próximas ao tucano e de dirigentes partidários envolvidos na negociação é a de que esta seria uma receita para dar a Serra um status maior na corrida eleitoral.

Aécio Neves e José Serra

Aécio Neves e José Serra

Nos últimos dias, Aécio telefonou a dirigentes do PSDB e cobrou que o partido mantenha uma postura “generosa” em relação a Serra. Em tese, ficou combinado que Serra terá toda a liberdade para decidir se quer ser candidato ao Senado, dependendo de como estiver o cenário com a aproximação do ano eleitoral.

Mas uma ala da direção tucana defendeu que ele opte pela disputa de uma cadeira na Câmara. Assim, afirmam líderes da legenda, Serra teria não só teria uma eleição praticamente certa, como ajudaria a puxar a bancada do partido em São Paulo.

De acordo com tucanos, está totalmente descartada a possibilidade de Serra ser vice de Aécio na corrida presidencial do ano que vem.

Leia mais:
José Serra decide ficar no PSDB
Serra deixou que Aécio comunicasse a tucanos sua permanência no PSDB
Aécio: ‘Fico feliz que ele tenha ficado no PSDB’

Autor: Tags: , ,

Eleições | 17:08

Serra deixou que Aécio comunicasse a tucanos permanência na legenda

Compartilhe: Twitter

O ex-governador José Serra deixou que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) comunicasse ao principais líderes tucanos a decisão de permanecer no partido. Aécio começou a disparar os telefonemas no fim da manhã.

Serra se protegeu da repercussão e desligou o telefone celular. Ao menos até A decisão que a notícia fosse difundida, não atendeu telefonemas.

A ordem, entre serristas, era repetir que não fazia sentido o ex-governador fazer qualquer tipo de anúncio, já que nunca discutiu publicamente a possibilidade de deixar o partido.

Leia mais: José Serra decide ficar no PSDB

Autor: Tags: , ,

Eleições | 06:00

Serra teve conversas com Aécio e Alckmin

Compartilhe: Twitter

Nos últimos dias, o ex-governador José Serra teve uma conversa particular com senador mineiro e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (PSDB). Também esteve em reservado com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Nos dois casos, o ex-governador paulista disse que ainda não se decidiu sobre a possibilidade de deixar o PSDB.

José Serra e Aécio Neves (AE)

José Serra e Aécio Neves (AE)

De Aécio, Serra ouviu novamente que o partido o considera peça fundamental da campanha eleitoral do ano que vem. Já na conversa com Alckmin, Serra reforçou que, seja qual for seu destino, vai apoiar incondicionalmente a candidatura do tucano à reeleição para o Palácio dos Bandeirantes.

Quem ouviu relatos das conversas diz que Serra não escondeu de nenhum dos dois que está descontente com o PSDB. Colegas de partido esperam que ele dê uma resposta aos principais líderes tucanos entre hoje e amanhã.

Leia também: Aliados analisam ‘pistas’ de José Serra

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 30 de setembro de 2013 Partidos | 15:00

Aliados analisam ‘pistas’ de José Serra

Compartilhe: Twitter
O ex-governador José Serra (Foto: Hélvio Romero/AE)

O ex-governador José Serra (Foto: Hélvio Romero/AE)

Quem é próximo do ex-governador de São Paulo José Serra está contando os dias para saber o que será do tucano a partir da próxima semana. Seguindo o tradicional script de só anunciar qualquer coisa na última hora, Serra deixou para esta semana a definição sobre se sai ou fica no PSDB.

Um aliado de primeira hora avalia que todas as “pistas” dada por Serra nos últimos dias indicam que ele deve mesmo deixar o PSDB para se candidatar ao Palácio do Planalto pelo PPS. Mas, por enquanto, ninguém se arrisca a bancar a aposta.

Autor: Tags: ,

domingo, 29 de setembro de 2013 Sem categoria | 08:00

‘Não estou preocupado. Sempre enfrentei candidatos fortes’, diz Suplicy

Compartilhe: Twitter

Determinado a se viabilizar para disputar mais uma vez o Senado pelo PT, o senador Eduardo Suplicy (SP) diz que a articulação no partido para empurrá-lo para a Câmara dos Deputados e ceder a vaga a um aliado na eleiçã0 em São Paulo é uma questão superada. Com 72 anos, o petista acaba de passar por uma cirurgia de catarata e fez um check-up completo para encarar a corrida eleitoral do ano que vem.

Ao Poder Online, Suplicy disse ter ciência de que, se convencer o partido a lhe ceder a legenda, a eleição do ano que vem será difícil. E garantiu que não está preocupado com a possibilidade de enfrentar um nome como o tucano José Serra nas urnas, caso ele decida permanecer no PSDB. Confira a entrevista.

Eduardo Suplicy (Foto: AE)

Eduardo Suplicy (Foto: AE)

O que se diz h0je em alguns setores do PT é que as manifestações de junho ajudaram a enfraquecer a articulação para tirar o senhor da corrida para o Senado. Sua candidatura está garantida?
Este é o sentimento que eu normalmente encontro, quase diariamente, em todas as conversas que tenho. Onde eu vou e com dirigentes do com quem converso, tenho ouvido uma avaliação que vai mesmo nesses termos.

O que mudou em relação à época em que se falava em dar a vaga a um partido aliado? 
Em maio, eu fui ao presidente Lula e ele me disse que não haveria nenhuma chance de eu não ser candidato ao Senado. Mas, depois disso, houve uma declaração do presidente do PT, Rui Falcão, de que talvez fosse uma opção de ceder a vaga para uma aliança no estado. O que eu acho é que houve uma reação muito forte na base. Nas pessoas, em geral. Recentemente, o ministro Padilha (Alexandre Padilha, candidato ao governo de São Paulo pelo PT) fez uma visita ao meu gabinete. Ali, minha chefe de gabinete o questionou sobre minha candidatura, se está tudo certo. Ele disse que, por ele, está tudo tranquilo. Mas claro que ainda há uma ou outra voz dissonante. Às vezes se fala em ainda tentar trazer o PMDB. Mas acho que isso está superado. E, se eu for candidato ao Senado, tenho certeza de que poderei dar muita força ao Alexandre Padilha.

Mas o senhor não teme enfrentar uma eleição muito difícil?
Nesta semana, foi divulgado o ranking Congresso em Foco e eu, novamente, estou entre os melhores senadores. Infelizmente, eu estou em repouso após uma cirurgia de catarata e gravei uma mensagem para a cerimônia.

E a idade não atrapalha? 
Eu aproveitei essa cirurgia e fiz um check-up completo. Os médicos me disseram que eu posso concorrer a qualquer cargo que quiser, nos próximos 24 anos.

Se o ex-governador José Serra não sair do PSDB, pode ser candidato ao Senado. E aí seria certamente uma disputa muito difícil. O senhor não fica preocupado? 
É perfeitamente possível que o Serra seja candidato. Mas não estou preocupado. Eu sempre enfrentei candidatos muito fortes, até porque São Paulo tem muitas alternativas. Mas é assim desde 1990. Tenho muita confiança de que dá para vencer, porque saio nas ruas e sinto essa receptividade nos cumprimentos das pessoas.

 

 

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 27 de setembro de 2013 Eleições | 17:00

Tanto Dilma quanto Eduardo Campos acham que Serra será candidato

Compartilhe: Twitter
Serra: decisão só no último minuto

Serra: decisão só no último minuto

Se depender das expectativas da presidente Dilma Rousseff e do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o ex-governador de São Paulo José Serra deve mesmo deixar o PSDB e se lançar candidato ao Palácio do Planalto no ano que vem.

Os dois manifestaram nos últimos dias a interlocutores a avaliação de que o tucano parece mesmo decidido a mudar de legenda, diante da convicção do PSDB em lançar o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Aos poucos com quem conversa sobre o tema, Serra avisa que ainda não decidiu. Mas o script do ex-governador é sempre o mesmo: anunciar decisões sobre eleições só mesmo no limite do prazo.

Aliados de Aécio, por motivos óbvios, juram que Serra ficará no partido.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 Eleições | 06:00

PPS muda tom e agora fala até em apoiar Aécio

Compartilhe: Twitter

Ainda à espera de uma resposta do ex-governador paulista José Serra sobre se aceita deixar o PSDB, o PPS já começa a mudar o tom do discurso quando o assunto é seu plano B.

Freire: PPS segue aguardando (Foto: AE)

Freire: PPS segue aguardando (Foto: AE)

Há alguns meses, o presidente da legenda, Roberto Freire (SP), dava como praticamente certo um apoio ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Falava também na ex-senadora Marina Silva, porém com menos entusiasmo.

Nos últimos dias, entretanto, Freire mudou o discurso. Começou a apontar como possível destino do apoio o senador mineiro Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato tucano ao Palácio do Planalto.

“É que houve nas últimas semanas um crescimento do Aécio. Se o Serra optar por não ir conosco para a eleição do ano que vem, eu diria que, hoje, Eduardo Campos e o Aécio estão mais ou menos iguais no que se refere a um possível apoio”, disse Freire ao Poder Online.

O deputado jura que a afirmação nada tem a ver com uma eventual resposta que possa ter recebido de Serra. Garantiu que o tucano ainda não disse se sai ou fica no PSDB.

Leia também: ‘PPS não tem perspectiva de candidatura presidencial de Serra’, diz Roberto Freire ao iG

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 8
  3. 9
  4. 10
  5. 11
  6. 12
  7. 20
  8. 30
  9. 40
  10. Última