Publicidade

Posts com a Tag Lídice da Mata

terça-feira, 3 de novembro de 2015 Política | 15:16

No Rio, Lindbergh apontará violência do Estado em reunião da CPI sobre assassinato de jovens

Compartilhe: Twitter
Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

O senador Lindbergh Farias, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, que investiga o assassinato de jovens no país, focará na violência policial, na reunião da comissão marcada para a próxima sexta-feira (6), no Auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Rio de Janeiro (OAB-RJ), no Centro da capital fluminense.

Estão convidados para a reunião especialistas em segurança pública dos mais críticos à política implementada no Estado.

Devem falar na reunião representantes da Anistia Internacional, Via Rio, Observatório de Favelas e Grupo Mães de Acari.

Estarão presentes também o sociólogo Michel Misse, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Ignacio Cano, do Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); o delegado Orlando Zaccone; Robert Mugah, especializado em segurança e desenvolvimento e diretor de pesquisas do Instituto Igarapé.

Além deles, foram convidados representantes da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Juizado da Criança e do Adolescente, Polícia Militar e Polícia Civil e Defensoria Pública e o coronel Íbis Silva Pereira, que já foi comandante da PM do Rio no ano passado.

A CPI, presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), analisa números do relatório da Anistia Internacional, divulgado em agosto deste ano, que aponta mais de 56 mil vítimas de homicídios em 2012 no Brasil. Dessas, cerca de 30 mil eram jovens de 14 e 29 anos e 77% de negros. O Estado do Rio de Janeiro aparece em 11º lugar no ranking nacional, com 323 jovens mortos, uma taxa de 62,5 mortes para cada 100 mil adolescentes. esses números não incluem os “desaparecimentos”.

“E a própria abordagem policial é racista. Temos a polícia que mais mata e também a que mais morre; não pode ser assim.  Aproximadamente seis pessoas são mortas diariamente pelas polícias, e cerca de 490 policiais foram assassinados no país, apenas em 2013”,apontou o senador

 

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 19:27

Senadores “independentes” se apresentam a Dilma como alternativa no Senado

Compartilhe: Twitter
Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), vai ao Planalto com grupo de senadores "independentes"

Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), vai ao Planalto com grupo de senadores “independentes”

O grupo de senadores que se autodenomina “independente” está reunido neste momento com a presidente Dilma Rousseff para se apresentar como “alternativa” de diálogo diante das dificuldades que o governo vem enfrentando no Congresso.

Fazem parte do encontro os senadores Acir Gurgaz, líder do PDT no Senado, Cristóvam Buarque (PDT-DF), Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), João Cabiberibe (PSB-AP), Lasier Martins (PDT-RS), Lídice da Mata (PSB-BA) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).

O encontro havia sido pedido ao vice-presidente Michel Temer, responsável pela articulação política, em carta enviada no início da semana.

Temer não respondeu e na quarta-feira (12) a assessoria da presidente retornou marcando o encontro que é considerado estratégico para reforçar o contraponto que o governo vem construindo no Senado, à oposição declarada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ao Planalto, o diálogo ainda servirá para minimizar os efeitos das dissidências da base anunciadas pelo PDT e pelo PTB da Câmara, sob a influência de Cunha.

Tal como fez o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que sugeriu a chamada “Agenda Brasil”, os independentes chegaram ao Planalto com outra agenda que deverá servir de ponto de partida para a aproximação.

Entre as propostas estão as que tratam da reforma política e ainda as que envolvem o compromisso de que o ajuste fiscal não atingirá conquistas sociais e investimentos em infraestrutura.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Congresso | 14:00

‘Mulher ainda não conquistou direito de ser votada’, diz Lídice da Mata

Compartilhe: Twitter

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) aproveitou a presença do ministro do STF Gilmar Mendes no Senado Federal para criticar o atual modelo eleitoral e cobrar, sobretudo, uma nova legislação voltada para a inclusão de mulheres no sistema político.

Leia também: OAB e CNBB fazem ato contra reforma política do PMDB

“São 83 anos de voto feminino, daqui a pouco serão 100. Mas nós ainda não conseguimos que a mulher realmente conquistasse o direito de ser votada. Apesar desses 83 anos, os parlamentos diversos no Brasil não conseguem sair da média de 12% de representação das mulheres. Nós somos 52% da população”, disse Lídice, sobre o direito ao voto feminino instituído em 24 de fevereiro de 1932.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015 Governo | 09:00

Lídice da Mata diz que Dilma acertou no ministério

Compartilhe: Twitter

Após prestigiar a cerimônia de posse da presidente Dilma Rousseff, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) elogiou a composição do futuro governo. No segundo turno da disputa presidencial, Lídice foi um dos votos vencidos ao defender que o PSB apoiasse a candidatura petista.

A socialista disse estar “feliz” sobretudo pela indicação do ex-governador da Bahia Jaques Wagner, que vai para o Ministério da Defesa, e de Juca Ferreira, que reassume o Ministério da Cultura.

Assista:

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 12 de novembro de 2014 Congresso | 16:45

Senadores vão ao Ceará interrogar carcereiro da ‘Casa da Morte’

Compartilhe: Twitter
João Capiberibe (PSB-AP). Foto: Divulgação

João Capiberibe (PSB-AP). Foto: Divulgação

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou hoje a ida de um grupo de senadores ao Ceará, para colher o depoimento do ex-agente militar Antonio Waneir Pinheiro Lima – o “Camarão” – mais conhecido como o carcereiro da “Casa da Morte”, em Petrópolis, onde vítimas da ditadura militar eram torturadas e assassinadas.

Leia também: Comissão da Verdade faz retrospectiva de seus melhores momentos

Procurado há cerca de dois meses, Lima foi detido pela Polícia Federal, no último fim de semana, na cidade de Tauá, interior do Ceará. A viagem está prevista para ocorrer na sexta-feira da semana que vem e deve contar com a participação dos senadores Paulo Paim (PT-RS) e Lídice da Mata (PSB-BA), além de João Capiberibe (PSB-AP), que propôs a diligência.

A intenção da CDH é de que o depoimento do carcereiro seja incluído no relatório final da Comissão Nacional da Verdade, que será entregue à presidente Dilma Rousseff no dia 10 de dezembro.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 29 de agosto de 2014 Eleições | 12:00

‘Marina não vai mudar em nada as eleições da Bahia’, diz peemedebista

Compartilhe: Twitter
Lucio Vieira Lima (divulgação)

Lucio Vieira Lima (divulgação)

Na opinião do deputado federal e candidato à reeleição Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), a reviravolta presidencial não terá impacto nas eleições para o governo da Bahia.

“Tá claro nestas eleições que ninguém tá puxando voto na Bahia”, disse o peemedebista, que é aliado do presidenciável Aécio Neves (PSDB) e do candidato a governador Paulo Souto (DEM-BA) – que atualmente venceria no primeiro turno.

De acordo com Lima, o crescimento da candidata a presidente Marina Silva (PSB) prejudicará o desempenho de Souto, nem favorecerá seus principais adversários, Rui Costa (PT-BA) e Lídice da Mata (PSB-BA). “Marina não vai mudar em nada as eleições da Bahia”, afirma Lima.

Leia também: Paulo Souto comemora apoio de rebeldes na Bahia

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de março de 2014 Congresso | 11:00

Governistas buscarão mediação sobre maioridade penal no Senado

Compartilhe: Twitter

Após vitória apertada contra a PEC 33/2012, que reduz a maioridade penal, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), petistas e aliados do governo ainda temem uma reviravolta no Plenário do Senado.

Na busca por uma mediação, o líder do PT na Casa, Humberto Costa (PT-PE), convocou uma reunião entre alguns senadores estratégicos e o tucano Aloysio Nunes (SP), autor da proposta.

Devem participar da reunião, marcada para esta tarde, a presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, Ana Rita (PT-ES), a ex-ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR), e as senadoras Lídice de Mata (PSB-BA) e Lúcia Vânia (PSDB-GO), contrárias à redução da maioridade penal para 16 anos.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 12 de novembro de 2013 Brasil | 09:00

Mesmo sem aval do PSB, senadora irá a encontro como pré-candidata ao governo baiano

Compartilhe: Twitter

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) não tem o aval da direção de seu partido para disputar o governo da Bahia, mas deverá se apresentar como pré-candidata ao cargo nesta terça-feira.

Lídice participará de seminário promovido pela Secretaria Nacional de Mulheres do PSB, em Brasília, que discutirá sob o tema “Mulheres e as Eleições 2014”.

O ato não terá somente filiadas do PSB. No painel em que Lídice participará estão previstas as presenças de Soninha Francine (PPS-SP) e da vice-prefeita de Salvador Célia Sacramento (PV-BA).

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 11 de setembro de 2013 Eleições | 10:30

Lídice da Mata preocupa PMDB da Bahia

Compartilhe: Twitter

A disposição da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) de disputar o governo baiano para formar palanque para que o presidente do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, concorra à Presidência da República preocupa o PMDB.

Em pesquisas informais contratadas por peemedebistas, Lídice aparece encostada em Geddel Vieira Lima na corrida pelo lugar das intenções de votos, na qual ACM Neto lidera.

Geddel tem pressionado a executiva nacional do PMDB para sair candidato ao governo da Bahia em 2014, depois de sondagens informais sinalizarem que o governador Jaques Wagner estaria enfraquecido na eventual tentativa de eleger seu sucessor, cujo nome ainda não foi decidido – apesar das conversar com o senador Walter Pinheiro.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 21 de março de 2013 Congresso | 09:00

Senadora diz que é preciso mudança cultural na relação entre patrões e domésticas

Compartilhe: Twitter

Apesar da aprovação da PEC das Domésticas em primeira votação no Senado, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) acredita que uma mudança cultural ainda é necessária para que haja alterações significativas nas relações entre patrões e empregadas.

A PEC, que ainda precisa passar por segunda votação no Senado, garante aos empregados domésticos direitos trabalhistas idênticos aos dos demais trabalhadores.

A senadora disse acreditar que o próprio mercado será um dos mecanismos de regulação dessa relação e que o diálogo entre essas partes será fundamental.

Assista:

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última