Publicidade

Posts com a Tag Luiz Cláudio Marcolino

terça-feira, 25 de março de 2014 Política | 21:13

Metrô de SP promete processar rádio por propaganda acusada de machista

Compartilhe: Twitter

O Metrô informou na noite desta terça-feira que pretende processar a rádio Transamérica FM “pelo uso indevido e sem aprovação de seu nome em inserção testemunhal veiculada em programa da emissora”.

A propaganda foi acusada de conteúdo sexista por deputados do PT, que entraram com uma representação no Ministério Público.

Saiba mais: PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Apesar do locutor introduzir a peça dizendo ”o metrô tem uma mensagem especial para você” e divulgar números sobre passageiros e obras de transporte do governo, a rádio informou que a gravação se trata de um “testemunhal” com o “exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Ouça aqui

“Nem o Metrô nem a agência Nova SB, a qual a Companhia encomendou campanha sobre obras de expansão da rede metroviária, foram informados de que tal conteúdo seria veiculado pela rádio Transamérica”, disse o Metrô em nota. A propaganda já foi retirada do ar.

Leia também: Metrô de SP diz que não autorizou propaganda acusada de machista em rádio

 

 

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Política | 19:30

Metrô de SP diz que não autorizou propaganda em rádio acusada de machista

Compartilhe: Twitter

O Metrô de São Paulo afirmou que não autorizou e nem pagará pela propaganda veiculada pela rádio Transamérica, acusada de conteúdo sexista por deputados do PT.

Saiba mais: PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Em nota, o Metrô paulista diz que a inserção é “totalmente inapropriada” e que nunca foi informado pela emissora de rádio de seu conteúdo. “Advertida, a Rádio Transamérica FM tirou o comercial do ar e informou que a produção desse infeliz conteúdo é de sua inteira responsabilidade. Como jamais foi aprovado ou autorizado, esse serviço não foi nem será pago pelo Metrô”, diz a nota do Metrô.

Apesar do locutor introduzir a peça dizendo “o metrô tem uma mensagem especial para você” e divulgar números sobre passageiros e obras de transporte do governo, a rádio informou que a gravação se trata de um “testemunhal” com o “exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Ouça aqui

A gravação é alvo de representação ao Ministério Público dos deputados Alencar Santana e Luiz Claudio Marcolino, ambos do PT, endereçada, além do Metrô e CPTM, para o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido.

“Embora o absurdo da veiculação (da gravação), é má intenção dos deputados incluir a Casa Civil na representação sendo que o Metrô tem conta própria e a Casa Civil não tem a menor responsabilidade sobre veiculação de propaganda”, afirmou Aparecido.

Veja também: ‘Encoxadores’ do metrô marcam encontro pelo Facebook

A empresa diz ainda que “o briefing transmitido à rádio era mostrar a modernidade do Metrô de São Paulo e explicar que a lotação nos horários de pico acontece em todas as grandes cidades do mundo. Além disso, deveriam ser anunciadas as obras de expansão em andamento”.

Em nota, a Rádio Transamérica diz “que o personagem Gavião é caricato e humorístico, restando claro que o testemunhal amplamente apontado tem o exclusivo intuito de entreter e divertir o público ao passar informações úteis sobre o serviços de transporte público”.

Leia também: Metrô promete processar rádio por propaganda machista

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Política | 10:00

PT alega conteúdo machista e pede suspensão de propaganda do Metrô de SP

Compartilhe: Twitter

Os deputados estaduais do PT Alencar Santana e Luiz Claudio Marcolino protocolaram  na promotoria de Justiça de Direitos Humanos de São Paulo uma representação contra o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, o diretor presidente da CPTM, Mário Manoel Seabra, e o diretor presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, pela veiculação de uma propaganda considerada sexista pelos petistas.

Ouça aqui

“Nos horário de pico é normal trem e Metrô ficá lotado. É assim nas grande metrópole espalhada pelo mundo. Pá falá a verdade eu até gosto do trem lotado é bom pra chavecá a mulherada né mano! Foi assim que eu conheci a Giscreusa. Muito já foi feito e o governo sabe que ainda tem muito prá fazê (sic)”, diz a propaganda do governo do estado, veiculada em uma rádio da capital paulista.

Leia também: Metrô de SP diz que não autorizou propaganda acusada de machista em rádio

“Não bastasse o sofrimento vivenciado por homens e mulheres no transporte coletivo oferecido pelo governo do estado, de não  assegurar transporte público digno que garanta tranquilidade e preservação do direito básico da mulher de não ter seu corpo usado como instrumento da satisfação da lascívia masculina, ao contrário, o governo do Estado de São Paulo promove uma campanha publicitária que em nada contribui para a mudança desse estado de coisas e reforça a cultura machista”, diz trecho da representação que pede instauração de inquérito civil e imediata suspensão da propaganda.

Saiba mais: ‘Encoxadores’ do metrô marcam encontro pelo Facebook

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 14 de março de 2014 Política | 09:00

Dois deputados disputarão a liderança do PT na Assembleia paulista

Compartilhe: Twitter

A liderança da bancada do PT da Assembleia Legislativa de São Paulo será disputada pelos deputados João Paulo Rillo, de São José do Rio Preto, e Antonio Mentor, de Americana.

Leia também: Cauê Macris assume liderança do PSDB na Assembleia paulista

O atual líder, Luiz Cláudio Marcolino, preferiu abrir mão da recondução. A escolha será feita durante reunião da bancada na semana que vem.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 Partidos | 07:00

PT tenta barrar projeto que considera ‘midiático’ para Alckmin

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT da Assembleia Legislativa de São Paulo elegeu entre suas prioridades no início dos trabalhos deste ano tentar barrar a extinção da Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP).

O projeto de lei de extinção da pasta -que tramita na Casa desde que o governador anunciou corte de gastos após os protestos de junho- entrou na pauta de votação. Para o líder da bancada, deputado Luiz Claudio Marcolino (PT-SP), “a extinção da pasta vem atender o interesse midiático” de Alckmin.

Além disso, o PT considera que o fim da secretaria vai prejudicar os fundos que têm a função de elaborar e executar políticas públicas nas regiões metropolitanas do estado.

Leia também: PT vai priorizar Orçamento Impositivo na Assembleia de SP

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 Estados | 18:52

Partidos tentam acordo para proposta que proíbe mascarados em manifestações

Compartilhe: Twitter
Campos Machado (divulgação)

Campos Machado (divulgação)

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo não deverá colocar obstáculos à articulação do deputado estadual Campos Machado (PTB) para aprovação do projeto que proíbe o uso de máscaras em manifestações.

Leia também: Dilma faz reuniões quinzenais para discutir protestos e problemas da Copa

Na volta do recesso parlamentar, Campos tentará selar um acordo com os líderes das bancadas para que a proposta seja de autoria conjunta. Ele acredita que as recentes ocorrências nas manifestações ocorridas durante o aniversário de São Paulo poderão estimular os colegas nessa direção.

O líder do PT na Casa, Luiz Cláudio Marcolino, diz que o partido participa do debate desde que o texto não viole o “livre direito a manifestação”. Ele afirma, entretanto, que a Constituição Federal já proíbe o uso de máscaras.

No inciso IV do artigo 5º da Constituição Federal fica especificado que “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 13 de setembro de 2013 Política | 13:30

Promotoria pede ‘paciência’ e diz que investigação do caso Siemens ainda vai durar meses

Compartilhe: Twitter

Os deputados estaduais de São Paulo Luiz Cláudio Marcolino, líder da bancada, e José Mentor, ambos petistas, se reuniram ontem com os sete promotores que fazem parte da frente organizada pelo Ministério Público para cuidar dos inquéritos sobre o  caso Siemens.

Ao cobrarem agilidade nas investigações, ouviram dos promotores um pedido para tenham paciência, pois as investigações estão progredindo. A expectativa da Promotoria é que de que a análise do caso ainda dure de três a quatro meses.

Leia também: PT tenta constranger deputados que não assinaram pedido de CPI do caso Simens

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 18 de julho de 2013 Partidos, Política | 17:37

Após caso Siemens, PT retoma campanha por CPI dos transportes

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo aproveitou a denúncia que a multinacional Siemens fez ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre a existência de cartel nas licitações do metrô paulista para retomar o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o transporte público.

O líder da bancada, Luiz Claudio Marcolino, vai requerer aos órgãos federais informações sobre as investigações do caso. De acordo com ele, o PT tenta denunciar o caso desde 2008, quando uma investigação do Ministério Público apontou que a filial suíça da multinacional Alstom -também presente no esquema denunciado pela Siemens- usou empresas sediadas em paraísos fiscais e conta de doleiros brasileiros.

Na época, a bancada do PT levantou junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que a Alstom teria firmado 139 contratos com governos do PSDB, totalizando uma quantia de R$ 7,5 bilhões, sendo que desse total cerca de R$ 1 bilhão havia sido julgado irregular pelo TCE.

Só sobre esse caso, o partido já tentou por cinco vezes instalar uma investigação na Casa.

“O governador Alckmin deveria orientar os deputados que compõem a sua base a assinar o pedido de CPI há tempos proposto pelo PT, já que ele disse que quer uma investigação rígida do caso”, afirmou o líder petista.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 22 de maio de 2013 Política | 14:00

PT propõe que emenda sobre poder do Ministério Público seja ampliada

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT da Assembleia Legislativa de São Paulo vai propor que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz o poder do Ministério Público, de autoria do deputado estadual Campos Machado (PTB), seja ampliada.

O deputado Luiz Cláudio Marcolino, líder do PT, afirmou que vai apresentar -ou em forma de outra PEC ou em forma de emenda- duas medidas: que a escolha do Procurador-Geral passe pela aprovação da Assembleia e que os casos de improbidade administrativa sejam analisados pelo procurador.

Na terça-feira (21), o deputado José Bittencourt (PSD), relator especial da proposta, protocolou seu parecer favorável ao andamento da PEC, que agora aguarda análise da Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

Leia também: Redução do poder do Ministério Público abre embate entre deputados e Procuradoria

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 7 de maio de 2013 Política | 12:09

PT critica ‘Carta Paulista’ preparada por Alckmin

Compartilhe: Twitter

O líder do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Luiz Claudio Marcolino, reagiu à notícia de que o governo do Estado prepara um documento chamado de “Carta Paulista”, no qual faz uma avaliação das políticas existentes de incentivo à iniciativa privada e sugestões do que pode ser feito para melhorar o sistema tributário que será enviado ao governo federal.

Marcolino afirmou que presidente Dilma Rousseff (PT) adotou uma série de medidas de incentivo à produtividade e elencou as propostas do governo federal de melhorar o sistema dos portos, redução do custo da tarifa de energia, ampliação da margem de financiamento para as pequenas e micro empresas, redução da a taxa de juros e desoneração da folha de pagamento.

Ele também disse que foi o ex-governador José Serra (PSDB) que instituiu a substituição tributária “que onerou e afugentou o produtor paulista”. “O atual governador está na inércia e fica apenas a reboque das políticas do governo federal, para estimular a economia”, criticou o petista.

Leia também: Alckmin prepara ‘carta’ para cobrar do governo Dilma incentivo à produtividade

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última