Publicidade

Posts com a Tag Mais Médicos

terça-feira, 28 de abril de 2015 Congresso | 07:00

‘É factoide’, diz petista sobre tentativa do PSDB de expulsar cubanos do Mais Médicos

Compartilhe: Twitter

O deputado federal e idealizador do programa Mais Médicos Odorico Monteiro (PT-CE) reagiu diante da tentativa dos senadores tucanos Cássio Cunha Lima (PB) e Aloysio Nunes (SP) de cancelarem o convênio que permitiu a vinda de cerca de 11,4 mil médicos cubanos para trabalharem no Brasil, por meio do programa do governo federal.

“O programa Mais Médicos hoje é uma realidade, 90% da população brasileira aprovam esses médicos. Os médicos brasileiros que estavam resistindo hoje já percebem que há a perfeita integração entre os médicos cubanos e os médicos brasileiros”, afirmou Monteiro. “Não tem praticamente uma queixa nos conselhos regionais de medicina sobre qualquer tipo de prática desses médicos. Então, isso se trata de uma perseguição política, de criar um factoide político aqui no Congresso, pra fazer oposição”, completou.

Caso aprovado, o projeto de decreto legislativo 33/2015 invalidará o termo de cooperação firmado entre o governo brasileiro e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), levando à expulsão dos médicos cubanos do programa. O projeto está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 24 de junho de 2014 Eleições | 09:00

PT mineiro vai usar Mais Médicos como bandeira eleitoral

Compartilhe: Twitter
Fernando Pimentel (Foto: Divulgação)

Fernando Pimentel (Foto: Divulgação)

A equipe do ex-ministro Fernando Pimentel identificou no interior de Minas Gerais experiências bem sucedidas do programa Mais Médicos, que trouxe médicos estrangeiros para atuar no país. Já está decidido que o programa será incorporado aos temas da campanha petista ao governo do estado.

O primeiro time do petista já identificou até a cidade que pretende usar como exemplo de sucesso do programa: Porteirinha, no oeste do Estado.

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 10 de maio de 2014 Eleições | 08:00

Secretário de Alckmin vai ensinar tucanos a criticarem Mais Médicos

Compartilhe: Twitter

O secretário de Saúde do estado de São Paulo, David Uip, vai fazer um seminário para membros do diretório estadual do PSDB-SP na próxima segunda-feira para apresentar dados de sua pasta e dar subsídios para que os tucanos confrontem o Mais Médicos.

O programa do governo federal será usado pelo ex-ministro Alexandre Padilha (PT-SP) durante sua campanha ao governo do estado. A intenção é que candidatos tucanos e militantes tenham argumentos sobre a rede estadual de saúde do governador candidato à reeleição Geraldo Alckmin (PSDB-SP).

Uip vai mostrar as diferenças nos tratamentos nas redes estadual e federal, apontar os problemas financeiras das Santas Casas, da tabela do SUS e evidenciar a Rede de Reabilitação Lucy Montoro.

Leia também: PSDB-SP coloca secretários para prestarem contas a filiados

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 9 de maio de 2014 Governo | 16:45

Procurador-geral arquiva acusação de trabalho escravo no programa Mais Medicos

Compartilhe: Twitter

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, arquivou a representação do PSDB, que apontava a prática de trabalho análogo à escravidão no caso dos médicos cubanos que estão inseridos no programa Mais Médicos. O pedido de investigação havia sido apresentado pelo líder tucano na Câmara, Antônio Imbassahy (BA), contra o ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha e o diretor do Programa de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Felipe Proença de Oliveira.

Imbassahy alegou no pedido que as regras impostas aos médicos restringiam a liberdade dos profissionais e os colocavam em vigilância ostensiva, o que caracterizaria a condição de escravidão. Na decisão de não dar início à investigação, Janot alegou que a denúncia “se revela como frágil e insubsistente”.

“Não se tem, até o presente momento, elementos que apontem para a ocorrência de prática ilícita e indiquem dolo dos representados em relação ao crime do art. 149,11, do Código Penal”, avaliou o procurador

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 7 de maio de 2014 Eleições | 13:03

Ministro da Saúde planeja fazer balanço do Mais Médicos em todos os estados

Compartilhe: Twitter

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, planeja fazer um balanço do Mais Médicos em todos os estados do país. A intenção é que se reúna secretários estaduais e prefeitos em audiências para que o ministério tenha um feedback do programa. Além disso, a atividade fortaleceria uma das bandeiras do governo federal para a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

O primeiro estado a receber Chioro será São Paulo. O secretário de Saúde do estado,  David Uip, representantes do Conselho Estadual de Saúde, da Associação Paulista de Municípios, da Frente Nacional de Prefeitos e do Conselho de Secretários Municipais do Estado de São Paulo serão convidados pelo deputado Edinho Silva (PT-SP) a participar do evento, ainda sem data marcada.

Leia tambémChega a 14 mil o número de profissionais do Mais Médicos

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 19 de março de 2014 Congresso | 21:16

Após visita de Chioro, deputados pedem mais explicações sobre saúde índigena

Compartilhe: Twitter

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, defendeu o programa Mais Médicos e apresentou explicações sobre repasses da Secretaria Especial de Saúde Indígena a organizações não-governamentais durante sessão na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados.

O ministro esteve na comissão atendendo a convite de iniciativa do líder do DEM na Casa, Mendonça Filho.

Não satisfeito com as explicações do ministro, o deputado Edio Lopes (PMDB-RR) solicitou a Chioro que preparasse um relatório completo das organizações que recebem recursos federais para a saúde indígena.

O presidente da Comissão, Hugo Motta (PMDB-PB), se comprometeu a formalizar o pedido.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 Governo | 10:53

Justiça nega liminar a cubana que deixou Mais Médicos

Compartilhe: Twitter

A Justiça  indeferiu pedido de liminar em que a cubana Ramona Rodriguez demandava o bloqueio do valor de pagamentos feitos pelo governo brasileiro a Cuba, durante o período em que ela integrou o programa Mais Médicos. Ramona pedia que o equivalente a US$ 600 por mês, pagos entre 27 de setembro de 2013 e 1º de fevereiro deste ano, fossem retidos nas contas da União até que seja julgado o mérito do pedido de indenização feito por ela na Justiça. 

Leia também: Governo formaliza desligamento de cubana do programa Mais Médicos

A médica Ramona Rodriguez (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

A médica Ramona Rodriguez (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

Ramona, que deixou o programa no início do mês e pediu asilo no Brasil, contesta o modelo de contratação de médicos cubanos e pede ressarcimento da diferença entre o dinheiro recebido por esses profissionais e outros médicos que aderiram ao programa. Entre salários e indenização, a soma cobrada por ela chega a R$ 149 mil. 

Consultado pela Justiça, o Ministério Público do Trabalho havia se manifestado em favor do deferimento liminar da medida cautelar, sob o argumento de que a portaria que implantou o programa especificar que “ao médico participante será concedida bolsa-formação com valor mensal de R$ 10.000 (dez mil reais)”. Na visão do MPT, não poderia haver distinção no caso dos médicos cubanos.

Ainda assim, na decisão obtida pelo Poder Online, o juiz Deodoro José de Carvalho Tavares entendeu que, no caso de Ramona, o contrato firmado por ela com a Sociedad Mercantil Cubana Comercializadora de Serviços Médicos Cubanos S/A – que em acordo com a Organização Panamericana de Saúde intermediou a prestação de serviços dos médicos cubanos ao Brasil –  alterou as condições de trabalho. Assim, a União, segundo o juiz, passou a atuar como responsável subsidiária pela contratação e não poderia ser responsabilizada pelo pagamento, no caso de uma eventual condenação.

Saiba mais: 
Médica cubana vai passar fim de semana em hotel perto de Brasília
Pizzolato e Ramona alimentam olheiras do ministro da Justiça

 

 

 

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 Brasil | 06:00

Filtro na seleção de profissionais do Mais Médicos tranquiliza governo

Compartilhe: Twitter

Embora esteja preocupado com a repercussão do pedido de refúgio da médica cubana Ramona Matos Rodriguez, o governo avalia que os critérios de seleção do programa Mais Médicos são suficientes para minimizar o risco de mais profissionais tentarem seguir o mesmo caminho.

Leia também: Médica cubana diz que decidiu ficar no Brasil pois se sentiu injustiçada

A médica Ramona Rodriguez (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

A médica Ramona Rodriguez (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

Um dos principais critérios para a escolha dos participantes do programa é a experiência prévia em ao menos duas missões semelhantes no exterior, realizadas com base em acordos semelhantes firmados pelo governo cubano.

O entendimento do governo brasileiro é o de que esse filtro, por si só, já evita a grande maioria dos casos de tentativa de deserção do regime cubano.

A principal preocupação neste momento, dizem assessores palacianos, é evitar que o caso municie demais a oposição. Mas a avaliação ainda é a de que é possível conter qualquer abalo à imagem do programa, que será bandeira de campanha da presidente Dilma Rousseff à Presidência e do ex-ministro Alexandre Padilha ao governo de São Paulo.

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 Política | 21:36

Cotado para assumir Saúde, Mozart Sales critica governo tucano em SP

Compartilhe: Twitter

Mote da campanha do ministro petista Alexandre Padilha (Saúde) para o governo do Estado de São Paulo, o programa Mais Médicos do governo federal foi tema da reunião da  Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada Telma de Souza (PT-SP), desta terça-feira, com a presença do secretário de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales.

Leia também: Ao afinar discurso de campanha, Padilha compara-se a médicos cubanos

“Gostaríamos que a secretaria estadual fosse mais parceira. O coordenador estadual não pode apenas constar da lista. O programa é federal, mas precisa do apoio e da parceria dos estados e municípios”, afirmou Sales. Os deputados petistas Edinho Silva, Marcos Martins e Gerson Bittencourt endossaram a crítica e falaram sobre a resistência que as entidades médicas tiveram com o programa em São Paulo.

 

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 Eleições | 11:00

Ao afinar discurso de campanha, Padilha compara-se a médicos cubanos

Compartilhe: Twitter
O ministro Alexandre Padilha

O ministro Alexandre Padilha

Com o discurso já preparado para a disputa ao governo de São Paulo no ano que vem, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, tem investido num paralelo entre sua experiência pessoal e a vivida por médicos cubanos que aderiram ao programa Mais Médicos do governo federal. Médico infectologista, Padilha passou quatro anos na Amazônia, onde prestava atendimento à comunidade local.

Este foi o tom escolhido para o discurso do pré-candidato petista nesta segunda-feira, na solenidade marcada para abrir o treinamento de médicos cubanos.

Padilha participa da aula inaugural do módulo de acolhimento aos profissionais cubanos, nesta segunda-feira, num hotel na capital paulista.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última