Publicidade

Posts com a Tag Marcelo Castro

terça-feira, 26 de maio de 2015 Congresso | 16:54

Rodrigo Maia critica Reforma Política sugerida pela OAB: “o texto é ruim”

Compartilhe: Twitter

Presidente da comissão especial da Reforma Política, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) apresentou um relatório alternativo ao texto apresentado por Marcelo Castro (PMDB-PI), relator da proposta na comissão.

Ao detalhar o conteúdo de seu texto, Maia criticou a proposta de reforma política sugerida pelo OAB. “O texto é ruim”, resumiu ele.

De acordo com Maia, o texto sugerido pela OAB pioraria as relações entre correligionários na disputa por cadeiras na Câmara.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 6 de maio de 2015 Congresso | 20:14

Bancada feminina tenta acordo com relator da reforma política

Compartilhe: Twitter
Adesivo elaborado pela bancada feminina.

Adesivo elaborado pela bancada feminina.

Diante da promessa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de votar a reforma política no dia 26 de maio, a bancada feminina busca um acordo com o relator da proposta, Marcelo Castro (PMDB-PI), para aumentar a quantidade de mulheres eleitas.

Hoje à noite, as deputadas levarão a Castro a reivindicação de que pelo menos 30% das cadeiras sejam reservadas para a participação feminina. Inicialmente, a maior parte do movimento de mulheres pleiteava a paridade de gênero, o que representaria 50% das vagas.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 28 de abril de 2015 Congresso | 17:00

Relator da Reforma Política escancara diferenças entre PT e PMDB sobre o tema

Compartilhe: Twitter

Apesar de manifestar otimismo quanto à chance de votação de uma reforma política, o relator do projeto na comissão especial, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), escancarou o quanto o consenso ainda está longe.

Após palestra do líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), que falou em nome do presidente do partido, Rui Falcão, Castro fez uma comparação com o que havia dito pela manhã o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB).

“É só inverter os sinais”, disse em tom jocoso. “Pegar o que o Michel (Temer) disse, o contrário foi o que o Sibá disse aqui”, afirmou o relator.

Após mostrar as contradições entre o que defende PT e PMDB, Castro defendeu a tese de que talvez não seja possível fazer a reforma no Congresso, mas sim numa Constituinte exclusiva. “Se não fizermos agora não temos chance de fazer nunca”, disse Castro.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 Congresso | 07:30

Eduardo Cunha pede calma em disputa interna do PMDB

Compartilhe: Twitter
Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Atual líder do PMDB, Eduardo Cunha está quase integralmente mergulhado em sua campanha para a presidência da Câmara. Quase, porque mantém alguma atenção na disputa interna que se avizinha por sua cadeira.

Por isso mesmo, pediu aos atuais pré-candidatos a líder que não façam campanha neste momento. São eles: Danilo Forte (CE), Leonardo Picciani (RJ), Lúcio Vieira Lima (BA), Manoel Júnior (PB) e Marcelo Castro (PI).

Cunha quer evitar divisões na bancada no momento em que precisa demonstrar força. Além disso, quer minimizar constrangimentos, já que se perder a disputa pela Mesa Diretora permanecerá como líder.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014 Congresso | 10:30

Eduardo Cunha faz campanha até em sala VIP de aeroporto

Compartilhe: Twitter
O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: divulgação)

O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (foto: divulgação)

Para conseguir cumprir a agenda apertada de quatro estados em dois dias, o candidato à presidência da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) programou até mesmo uma reunião com aliados em uma sala VIP do aeroporto de Porto Alegre, na tarde de amanhã.

O encontro foi articulado pelo peemedebista Darcísio Perondi (RS) e encerrará o ciclo de viagens pela região sul do país. Além de Cunha, estarão presentes o governador eleito pelo PMDB do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, e os correligionários Leonardo Picciani (RJ), Manoel Júnior (PB) e Marcelo Castro (PI).

Hoje de manhã, os quatro passarão por Campo Grande (MS), onde se reunirão com o atual governador Silval Barbosa (PMDB) e o senador eleito Wellington Dias (PR). À tarde seguem para Curitiba, de onde partem para Florianópolis e em seguida chegam à capital gaúcha.

Leia também: Material de campanha de Eduardo Cunha promete Câmara independente

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014 Eleições | 12:00

Marcelo Castro corre para amarrar aliança para eleição no Piauí

Compartilhe: Twitter

O PMDB mal deu sinal verde e o deputado Marcelo Castro mergulhou imediatamente na maratona em busca de apoio para sua candidatura ao governo do Piauí.

Ontem, em companhia do governador do estado, Wilson Martins, que é do PSB, Castro desembarcou em Brasília, mais especificamente na sede do diretório nacional do PSDB.

Queria apresentar à equipe do senador Aécio Neves (PSDB-MG) a proposta detalhada de uma aliança regional no estado, envolvendo PMDB, PSB e PSDB, além de outros partidos menores.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 Eleições | 18:00

PMDB bate o martelo e decide lançar Marcelo Castro no Piauí

Compartilhe: Twitter

O PMDB bateu martelo e terá candidato próprio ao governo piauiense. Será o deputado Marcelo Castro, que planeja amarrar uma chapa formada por 17 partidos disputar contra o senador Wellington Dias (PT).

Entre as legendas que mira para um acordo estão PSDB e o PSB.

A candidatura foi costurada pelo líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), com aval do vice-presidente Michel Temer.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 24 de outubro de 2013 Congresso | 19:46

Irritado, representante do PMDB retira-se de reunião do grupo da reforma política

Compartilhe: Twitter

A busca pelo consenso nem sempre é tarefa simples, que o digam os integrantes do grupo de trabalho que discute a reforma política na Câmara dos Deputados.

Na reunião desta quinta-feira, o representante do PMDB no grupo, Marcelo Castro (PI), irritou-se com a proposta sugerida por Guilherme Campos (PSD-SP) de que a distribuição das cadeiras na Casa seja feita com base na população de cada estado.

Castro interrompeu a fala de Campos e saiu da sala esbravejando, dizendo que se a ideia fosse adiante, o PMDB a derrubaria na votação no plenário.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 Congresso | 14:00

Peemedebista diz que reforma política só passa se não ‘assustar’ deputados

Compartilhe: Twitter

Representante do PMDB no grupo que debate a reforma política na Câmara dos Deputados, Marcelo Castro (PI) é da opinião de que, se a reforma política não for feita de forma gradativa, dificilmente será aprovada no Congresso. “É melhor fazer as reformas de forma gradativa, paulatina, senão assusta os deputados”, disse ele.

Ele estima que 70% dos deputados não aprovariam, por exemplo, a adoção de listas nas eleições proporcionais. As listas são feitas pelos partidos e servem para que as legendas definam a ordem de prioridade dos eleitos quando o formato das eleições determinam a existência delas, o que não ocorre atualmente.

O coordenador do grupo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), prevê que a PEC contendo os temas da reforma política seja votada no primeiro semestre de 2014.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 28 de agosto de 2013 Congresso | 18:00

Grupo da reforma política tem pelo menos quatro propostas na mesa

Compartilhe: Twitter

O grupo de trabalho da reforma política deve se reunir nesta quinta-feira com nada menos do que quatro propostas diferentes em cima da mesa. Com dificuldade de chegar a um consenso sobre mudanças na lei eleitoral, os integrantes também custam a concordar se parte dessas novas regras deve ou não valer para 2014.

Leia também: Reforma política ainda não tem nem temas prioritários definidos

Segundo a convocatória enviada aos integrantes do colegiado pelo presidente Cândido Vaccarezza (PT-SP), a primeira proposta a ser analisada é de autoria do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) e trata de reeleição, coincidência de eleições, mandato de cinco anos, fidelidade partidária, coligações proporcionais, campanha na TV, candidatura avulsa e cláusula de desempenho.

A segunda proposta será apresentada pelo deputado Ricardo Berzoini (PT-SP). O petista, escolhido para representar o PT na comissão após a polêmica em torno da indicação de Vaccarezza, tem defendido medidas como a fixação de um teto de gastos de campanha e a restrição de doações empresariais já no ano que vem.

Segundo a convocatória, estarão em debate ainda propostas dos deputados Sandro Alex (PPS-PR), sobre obrigatoriedade do voto, e Espiridião Amin (PP-SC), sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última