Publicidade

Posts com a Tag Marina Silva

terça-feira, 18 de novembro de 2014 Eleições | 06:00

‘PSB vai insistir em se firmar como terceira via’, diz vice de Marina

Compartilhe: Twitter

Candidato a vice na chapa encabeçada pela ex-senadora Marina Silva, o deputado Beto Albuquerque insiste que o PSB vai continuar tentando se firmar como uma alternativa à polarização PT-PSDB. Segundo ele, uma posição formal deve ser tirada na próxima semana, em reunião da executiva do partido. O encontro estava previsto para ocorrer ontem, mas acabou sendo adiado por questões de agenda.

“A tendência é o partido reafirmar que esta polarização PT-PSDB não é a melhor alternativa para o país. O partido vai insistir em se firmar como terceira via. Queremos um caminho de independência”, diz ele.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 17 de novembro de 2014 Congresso | 17:43

Beto Albuquerque faz bateria de exames pós-eleição

Compartilhe: Twitter
Beto Albuquerque (foto: divulgação)

Beto Albuquerque (foto: divulgação)

Passada a eleição, o deputado Beto Albuquerque, que foi vice da ex-senadora Marina Silva na corrida presidencial, decidiu fazer um check-up pós-eleitoral.

“Esta eleição foi tensa. Merece dar uma olhada para ver se está tudo como deveria estar”, diz ele.  O socialista vai fazer a bateria completa de exames amanhã.

 

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 07:30

‘Até dezembro, devemos ter todas as assinaturas da Rede’, diz Feldman

Compartilhe: Twitter
Ex-deputado federal Walter Feldman (PSB-SP) - (Foto: Divulgação)

Ex-deputado federal Walter Feldman (PSB-SP) – (Foto: Divulgação)

À frente do processo de formalização da Rede Sustentabilidade, o ex-deputado federal Walter Feldman (PSB-SP) anda otimista sobre a criação da sigla. Atualmente, cerca de 32 mil assinaturas certificadas ainda são necessárias para que o novo partido, idealizado pela ex-senadora Marina Silva (PSB), saia do papel.

“Minha avaliação pessoal é de que, até dezembro, nós devemos ter todas essas assinaturas para a Rede”, diz Feldman. “A partir disso, a expectativa é de que a gente já possa encaminhá-las à Justiça Eleitoral no início do ano que vem”, completa o porta-voz da Rede.

Leia também: Rede Sustentabilidade se reúne para fazer balanço pós-eleitoral

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 Eleições | 20:39

Rede Sustentabilidade se reúne para fazer balanço pós-eleitoral

Compartilhe: Twitter
Marina Silva (Foto: Divulgação)

Marina Silva (Foto: Divulgação)

Daqui a uma semana, integrantes da Rede Sustentabilidade se reunirão em Brasília para realizar um balanço das últimas eleições. A sigla, idealizada pela ex-senadora Marina Silva (PSB), também irá definir as estratégias da reta final da coleta de assinaturas para sua formalização. Atualmente, ainda faltam cerca de 32 mil assinaturas certificadas.

Leia também: Marina Silva anda distante do PSB

Além das tradicionais lideranças da Rede, o encontro marcado para os dias 21 e 22 de novembro deve contar com a participação de parlamentares eleitos em 2014, que já sinalizaram interesse em migrar para a nova sigla. Entre eles, estão o senador Antonio Reguffe (PDT-DF) e os deputados federais Eliziane Gama (PPS-MA) e Miro Teixeira (PROS-RJ).

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Partidos | 12:00

Marina Silva anda distante do PSB

Compartilhe: Twitter
A ex-senadora Marina Silva (Foto: Divulgação)

A ex-senadora Marina Silva (Foto: Divulgação)

Marina Silva anda cada vez mais distante do PSB. A ex-senadora derrotada na eleição presidencial tem conversado muito raramente com alguns poucos interlocutores no partido. Em geral, mantém-se alheia às discussões internas.

Ainda assim, setores do partido ainda têm esperanças de que ela permaneça por lá. Acham que ela terá muita dificuldade para tirar a Rede Sustentabilidade do papel e pode acabar desistindo da criação do novo partido.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 Política | 12:00

‘Não vou desistir do PSOL, pelo menos por enquanto’, diz Randolfe

Compartilhe: Twitter
Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Depois de sofrer as consequência por ter desistido de ser candidato do PSOL à presidência da República, o senador Randolfe Rodrigues (AP) diz que por enquanto qualquer plano de deixar o partido está congelado.

Ao falar de sua decisão de permanecer, fez menção ao ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que morreu num acidente aéreo no dia 13 de agosto.

“Parafraseando Eduardo Campos, não vou desistir do PSOL, pelo menos por enquanto”, afirmou o senador. Durante a campanha, Campos tornou famosa sua frase “não vamos desistir do Brasil”. Setores do partido tem se distanciado de Randolfe desde sua desistência e sua saída do PSOL era dada como certa, questão de tempo.

Randolfe flertava com a possibilidade de se juntar a Marina Silva e sua Rede, possibilidade que ficou mais distante depois que a ex-ministra decidiu apoiar Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 3 de novembro de 2014 Eleições | 06:00

Equipe de Marina chegou a sondar Luís Inácio Adams

Compartilhe: Twitter
Luís Inácio Adams (Foto: ABr)

Luís Inácio Adams (Foto: ABr)

Cotado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal, Luís Inácio Adams andou caindo nas graças também da equipe da ex-senadora Marina Silva, quando a então candidata do PSB disparava nas pesquisas de opinião sobre a corrida presidencial.

Adams encontrou com um interlocutor graduado de Marina por acaso, pouco tempo depois da morte de Eduardo Campos.

O comentário que ciruclou a conversa era o de que, se fosse eleita, Marina iria montar uma “equipe de ponta”. Mas ainda não tinha em mente um bom nome para a área jurídica. “E aí, interessa?˜, disparou o integrante da campanha de Marina.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 31 de outubro de 2014 Eleições | 09:00

O dia em que Rodrigo Maia cogitou votar no PT

Compartilhe: Twitter
Rodrigo Maia (Foto: Divulgação)

Rodrigo Maia (Foto: Divulgação)

No auge da ascensão da ex-senadora Marina Silva nas pesquisas de opinião, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ)  chegou a cogitar o voto em ninguém menos do que a presidente Dilma Rousseff.

Na época, em um telefonema com um líder petista, o deputado do DEM discorreu sobre o risco de o tucano Aécio Neves ficar fora da disputa do segundo turno e a possibilidade de Marina vencer a corrida presidencial.

E emendou: “Amigo, se for isso mesmo, acho que pela primeira vez vou votar no PT”.

Atualização às 11h09: a assessoria do deputado entrou em contato com a coluna para dizer que não fez a declaração. E que votou em Lula em 1989. 

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 25 de outubro de 2014 Eleições | 08:00

Aécio chega ao fim da campanha mais ‘antenado’ na rede

Compartilhe: Twitter
AecioNeves_AlanSampaio_IGBRASILIA

O presidenciável tucano Aécio Neves. (Foto: Alan Sampaio / iG Brasília)

A visão do presidenciável tucano Aécio Neves sobre o uso estratégico das redes sociais mudou ao longo da campanha. No início, dizem aliados, o candidato era mais reticente ao investimento nas redes sociais. Ao ver que as publicações chegavam a milhões de pessoas, Aécio mudou de ideia.

Nesta reta final, o tucano tem gravado cerca de um vídeo por dia para distribuir no Whatsapp e não poupa pitacos às publicações mais estratégicas feitas pela assessoria em seus perfis virtuais. Quando a ex-senadora Marina Silva (PSB) declarou apoio ao presidenciável no Twitter, por exemplo, Aécio imediatamente acionou o responsável pela rede social para que retuitasse a publicação.

O tucano opinou até mesmo sobre o vídeo de apoio do jogador de futebol Neymar, compartilhado na última quinta-feira no perfil tucano. O pedido era para que a imagem se aproximasse de seu rosto, transmitindo “mais emoção”.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 15 de outubro de 2014 Eleições | 10:30

Em São Paulo, PT aposta no ‘voto humilde’ em Marina Silva

Compartilhe: Twitter
A presidente Dilma Rousseff. (Foto: Alan Sampaio / iG Brasília)

A presidente Dilma Rousseff. (Foto: Alan Sampaio / iG Brasília)

Neste segundo turno presidencial, a principal aposta do PT de São Paulo tem sido nos votos recebidos pela ex-senadora Marina Silva nas regiões de maior concentração da população de baixa-renda do estado.

A avaliação do partido é de que, nesses locais, a transferência de votos para a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff é a mais natural, ao passo em que ela é praticamente impossível entre os eleitores das classes mais altas.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última