Publicidade

Posts com a Tag Mendes Thame

sexta-feira, 6 de setembro de 2013 Política | 15:30

PSDB encontra no setor sucroalcooleiro uma bandeira no interior paulista

Compartilhe: Twitter

Deputados estaduais e federais encontraram no setor sucralcooleiro uma bandeira no interior de São Paulo. Empresários do ramo dizem estar em crise e pedem subsídio do governo para “sobreviver”. Eles alegam que os altos custos de produção, falta de subsídios e políticas públicas ineficientes tornaram a produção de etanol praticamente inviável para  pequenos e médios produtores.

Depois de se reunir com a Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo), Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil) e Feplana (Federação dos Plantadores de Cana do Brasil), o deputado federal Mendes Thame apresentou na Câmara o projeto de lei 6068/13 que aumenta os limites da mistura de álcool na gasolina para um máximo de 30% e um mínimo de 20%. Ele também assinou um manifesto do setor que será entregue para o governo federal.

O deputado estadual Carlão Pignatari, por sua vez, promoveu um encontro com prefeitos do interior para discutir o prejuízo tributário que alguns municípios cooperados estão tem tendo com a evasão de recursos do ICMS da produção de álcool para outras regiões.

 

 

Autor: Tags: , , ,

domingo, 25 de agosto de 2013 Partidos | 06:00

‘O PSDB não está estruturado na metade das cidades brasileiras’, diz secretário-geral

Compartilhe: Twitter

Secretário-geral do PSDB, o deputado Mendes Thame (SP) afirma que, além de ter que lidar com a polêmica sobre possíveis prévias para a escolha do candidato à presidência da República, o partido precisa fazer a lição de casa e se estruturar para a disputa de 2014. “Temos é que estruturar o partido em todos os estados brasileiros, em todos os municípios, para que realmente tenha um caráter nacional”, analisa Thame.

Nesse sentido, Thame reconhece que há um quadro preocupante para um partido que pretende se colocar como principal adversário do PT e da Dilma Rousseff (PT) na disputa eleitoral do próximo ano. “Não temos o partido montado nem na metade dos municípios brasileiros”, afirma ele. “O PSDB ainda tem um imenso caminho pela frente. Em oito estados não temos nenhum deputado federal”, acrescenta o tucano.

Sobre a disputa interna entre José Serra e Aécio Neves, Thame, aliado do ex-governador, prefere ser cuidadoso na abordagem do assunto. Ele diz que é preciso aguardar uma sinalização mais clara para que, então, o partido possa definir os moldes para eventuais prévias.

Poder Online – O que o senhor achou da iniciativa de José Serra, que na semana passada manifestou seu desejo de ser candidato?
Mendes Thame – Na hora em que tivermos dois candidatos, vamos proceder com as medidas relacionadas ao cumprimento do estatuto, que é a realização de primárias.

Na opinião do senhor, que tipo de prévias o partido deve fazer? Algo abrangente que envolva todos os filiados ou um processo que fique mais restrito às direções estaduais?
Quando tivermos dois candidatos, se isso ocorrer, deverá ser montada uma comissão com representantes dos dois candidatos para discutir os detalhes daquilo que está previsto no estatuto. Sem agredir o estatuto, mas complementar com esse tipo de detalhe que você colocou.

Pessoalmente o senhor não tem uma opinião de como deveria ser?
Não.

Alguns tucanos defendem a tese de que as prévias podem enfraquecer o partido numa disputa interna e que o PSDB deveria se concentrar em contrapor o PT, o senhor concorda com isso?
Pode ser verdade, mas essa é uma tese já superada, porque, se está no estatuto, não há porque discutir esse assunto.

Mendes Thame (Foto: Márcio Fernandes/AE)

Mendes Thame (Foto: Márcio Fernandes/AE)

O senhor não viu a declaração do Serra como um posicionamento eleitoral?
Sim, mas ele não colocou “serei candidato”, ele falou “posso vir a ser”.

E isso não basta para que o senhor veja dois nomes na disputa?
Acho que se ficar tentando advinhar o que se passa na cabeça dele (Serra) estarei fazendo um exercício ilegal da profissão de psicólogo. Ele colocou bem claro na fala dele: ninguém fala por ele. Vamos esperar e ver qual a decisão dele.

É bom para o PSDB ter dois nomes na disputa?
Não vejo problema nisso. Um partido sólido tem de estar preparado para todo tipo de disputa sem traumas. Os problemas que tivermos, vamos enfrentar. Temos de ter a clareza de que o nosso adversário é o PT, é o lulopetismo, que tanto mal tem feito ao país nos últimos 10 anos.

Quem o senhor acha que deveria ser o candidato do PSDB à presidência da República? O senhor tem alguma preferência?
Não. O que temos é que estruturar o partido em todos os estados brasileiros, em todos os municípios, para que o partido realmente tenha um caráter nacional. Seja quem for o candidato, faremos um imenso esforço para que as propostas do PSDB, defendidas por nós durante todo esse período, voltem a prevalecer.

Mas o senhor acha que o PSDB perdeu a força nacional?
Não acho que perdeu. Acho que deixou de ter. Num município onde não formou o partido, estou sonegando àquela cidade o direito de ter um vereador, um prefeito ou vice-prefeito do partido. Não temos o partido montado em nem metade dos municípios brasileiros. Não é o caso de São Paulo, por exemplo, que dos 645 municípios, temos o partido montado em 600. Mas é um esforço de muitos diretórios, muitas gestões, que puseram na cabeça que era preciso estruturar o partido. É um trabalho que não aparece, não dá imprensa, não vira manchete, mas tem de ser feito. Se não fizer, na hora das eleições municipais teremos poucos prefeitos e na hora das eleições estaduais e federais, teremos uma imensa dificuldade de formar a chapa dos candidatos a deputado estadual e federal. E quando não tenho candidatos para formar a chapa completa cria uma incoerência a gente ficar defendendo o fim das coligações (proporcionais) e não ter condições de formar a chapa.

Essa então deve ser sua principal missão como secretário-geral nesta gestão?
Não há dúvida. Quando tiver os problemas, tentar solucionar e não ficar criando problemas. Tenho de solucioná-los e não ficar esperando. Tenho de estruturar o partido. Fazer no âmbito nacional o que em parte conseguimos em São Paulo. O PSDB ainda tem um imenso caminho pela frente. Em oito estados não temos nenhum deputado federal.

Como o senhor acha que a atuação da bancada na Câmara poderia ajudar o candidato do partido no ano que vem?
A bancada pode ajudar muito falando uma mesma linguagem, tendo o mesmo direcionamento. Precisa ser definido o nosso objetivo, o que está errado? Qual é a nossa alternativa para fazer aquilo que o PT não consegue fazer. Tendo isso claro e toda a bancada batendo nesse ponto, isso dá um poder multiplicador, um poder exponencial para convencer a população de que isso que está aí não é a única saída.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 17 de maio de 2013 Partidos | 10:04

Mendes Thame diz que PSDB deve mirar ‘lulopetismo’

Compartilhe: Twitter

O deputado federal Mendes Thame (SP), apontado como futuro secretário-geral do PSDB, diz que a executiva do partido deve ter basicamente duas missões.

A primeira delas, diz Thame, é formar um partido nacional com força em todos os Estados do país. A segunda é mirar no PT.

“Temos de ter uma executiva com competência para mostrar o mal que o ‘lulopetismo’ está fazendo ao país e demonstrar que podemos fazer melhor”, disse Thame.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 16 de maio de 2013 Partidos | 18:13

PSDB bate o martelo e aliado de Serra comandará secretaria-geral

Compartilhe: Twitter

O PSDB bateu o martelo na tarde de hoje na indicação do deputado Mendes Thame (PSDB-SP) para comandar a secretaria-geral do partido. A escolha de Thame é reflexo das negociações conduzidas nos últimos dias entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG), o ex-governador de São Paulo José Serra e o governador Geraldo Alckmin como parte do esforço para  pavimentar um acordo para a corrida presidencial do ano que vem.

Entenda o caso: Aécio procura Serra e se aproxima de acordo para 2014

Leia mais: São Paulo ficará com a secretaria-geral, diz Aécio

A indicação marca uma vitória de Serra, que vinha pressionando a direção partidária a contemplar seu grupo político na composição da nova direção. Além de ser fortemente ligado a Serra, Thame tem bom trânsito também com Alckmin e não enfrenta resistência entre aecistas. Além de indicar o nome para a secretaria-geral, Serra espera garantir a permanência de Alberto Goldman na vice-presidência e assegurar outras posições de menor destaque na executiva tucana para seus aliados mais próximos.

As especulações em torno do nome de Thame já circulavam desde ontem à noite. O deputado Bruno Araújo chegou a pleitear o posto, mas houve o entendimento de que o indicado deveria ser um deputado federal com base eleitoral em São Paulo. Thame comunicaria a Araújo a indicação agora à tarde.

Como noticiou hoje cedo o Poder Online, a aproximação entre Serra e Aécio começou a tomar forma no início desta semana. Os dois conversaram na segunda-feira e, desde então, se falam quase diariamente ao telefone, para articular a composição da nova direção. Até a semana passada, Serra afirmava a aliados que não descartava se ausentar da convenção, caso não se sentisse contemplado na montagem da cúpula tucana.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 20 de junho de 2012 Governo | 10:00

Líder da Minoria pede investigação por assédio moral contra servidores do Ibama

Compartilhe: Twitter

O líder da Minoria na Câmara, deputado Mendes Thame (PSDB-SP), quer que o Ministério Público investigue a prática de assédio moral por parte do Ibama e Instituto Chico Mendes (ICMBio) contra os servidores da instituição.

O líder quer que o MP investigue a autonomia dos órgãos ambientais para a liberação de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Servidores destes órgãos já divulgaram, no fim do mês passado, um manifesto denunciando esta pressão e também realizaram, nesta terça-feira, um protesto durante a Conferência Rio+20.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 30 de maio de 2012 Governo | 09:17

Minoria lança hoje página das obras “empacadas”

Compartilhe: Twitter

O líder da minoria na Câmara, Mendes Thame (PSDB-SP), lança hoje a página virtual com as obras mais “empacadas” do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O endereço eletrônico será http://www.obrasempacadas.com.br/.

Uma das primeiras obras que o portal destacará será a transposição do Rio São Francisco.

Os líderes do PSDB, Bruno Araújo (PE), do DEM, ACM Neto (BA) e do PPS, Rubens Bueno (PR), também ajudarão a municiar o site.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 25 de maio de 2012 Governo | 16:36

Ministérios têm 30 dias para explicar rompimento de contratos com a Delta

Compartilhe: Twitter

O líder da minoria na Câmara, Mendes Thame (PSDB-SP), enviou requerimentos solicitando informações para que quatro ministérios expliquem as circunstâncias dos cancelamentos ou suspensões dos contratos com a Delta.

O parlamentar quer cópias dos contratos, valores originais, duração, aditivos e motivos das suspensões ou cancelamentos.

Todas as informações têm um prazo legal de 30 dias para serem encaminhadas ao Congresso e depois de analisadas devem ser repassadas para a CPI do Cachoeira.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de maio de 2012 Congresso | 13:20

Líder da minoria quer criar lista de obras paradas do PAC

Compartilhe: Twitter

O líder da Minoria na Câmara, Mendes Thame (PSDB-SP), quer criar uma ferramenta para que as pessoas fiscalizem as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão paradas.

Ele se reúne, hoje a tarde, com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, para pedir apoio no monitoramento das obras.

Thame, que já esteve na Transposição do Rio São Francisco, quer criar um cadastro com todas as obras empacadas e explicitar os motivos da paralisação.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 23 de março de 2012 Governo | 08:01

Oposição centra fogo na transposição do Rio São Francisco

Compartilhe: Twitter

Uma das principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) será vistoriada  na manhã desta sexta-feira por deputados da oposição.

Os parlamentares verificarão no local denúncias de que as obras da Transposição do Rio São Francisco estejam seriamente atrasadas, tomadas pelo mato e ameaçadas pela erosão.

Da visita, deve sair mais munição para abastecer os ataques da oposição contra o governo na semana que vem.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012 Partidos | 14:03

Aécio sai ganhando no jogo dos novos líderes do PSDB

Compartilhe: Twitter

O PSDB já definiu os líderes para 2012 na Câmara.

O deputado Bruno Araújo (PE) assume a liderança da legenda no lugar de Duarte Nogueira (SP), e Mendes Thame (SP) fica à frente da Minoria, posto que até então era de Paulo Abi-Ackel (MG).

Sobre os que saem: Duarte Nogueira é ligado ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; Paulo Abi Ackel, ao senador Aécio Neves (MG).

Quanto aos que entram: Bruno Araújo é mais Aécio do que Serra. Mendes Thame, por sua vez, é Serra desde criancinha. Mas o cargo de líder da Minoria é praticamente decorativo.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última