Publicidade

Posts com a Tag mensalão mineiro

sexta-feira, 21 de março de 2014 Justiça | 18:25

Decisão sobre futuro do mensalão mineiro deve ser tomada na próxima semana

Compartilhe: Twitter
O ministro Luís Roberto Barroso (Foto: STF)

O ministro Luís Roberto Barroso (Foto: STF)

Está pautado para a próxima semana a sessão que deverá definir o futuro da Ação Penal 536, conhecida como o mensalão mineiro, relatada pelo ministro Luis Roberto Barroso.

A deliberação da sessão, marcada para a próxima quinta-feira, definirá  se o processo será apreciado no Plenário do STF ou se será remetido à primeira instância.

Nos bastidores, tucanos torcem para que o processo volte para a primeira instância e assim seja evitado o desgaste de um julgamento em tempo real, a exemplo do que aconteceu quando do julgamento da Ação Penal 470, o mensalão do PT.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014 Eleições | 06:00

Mensalão mineiro ainda está longe do fim para Aécio

Compartilhe: Twitter
Aécio agora investe no discurso da 'herança maldita'

Aécio agora investe no discurso da ‘herança maldita’

A renúncia do deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) foi crucial para a estratégia do PSDB para preservar a campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas nem por isso o assunto está perto de ser dado como encerrado.

Mesmo com a expectativa entre os tucanos de que o caso agora seja remetido à primeira instância, colegas de partido do senador entendem que ele ainda passará um bom tempo dando explicações sobre o assunto.

A ordem, por enquanto, é não fugir do tema. Aécio deve responder institucionalmente às perguntas que surgirem, sempre na condição de presidente nacional do PSDB e de maneira absolutamente objetiva.

E a previsão, garantem os aliados do senador, é de que tudo esteja mais que dissipado até o início da campanha. Nesse quesito, o momento escolhido para a renúncia de Azeredo foi calculado cuidadosamente. Isso porque, a partir da semana que vem, tudo na política deve esfriar, por conta do carnaval. E na volta as atenções estarão concentradas nos anúncios de candidaturas e largada da campanha.

 

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 Sem categoria | 12:59

Barroso só vai estudar autos do mensalão mineiro após alegações finais

Compartilhe: Twitter
O ministro Luís Roberto Barroso (Foto: STF)

O ministro Luís Roberto Barroso (Foto: STF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, relator do mensalão mineiro, só vai começar a estudar a parte técnica do processo após receber as alegações finais do deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

O prazo para a entrega das alegações finais de defesa começou na última quinta-feira, dia 13 e termina no dia 27 de fevereiro.
Na visão do ministro, ele não teria uma análise imparcial do processo se analisasse a ação aos poucos. Somente após ter acesso às duas  alegações finais é que ele lerá cada uma e fará a aferição de cada prova implementada no processo.
Por enquanto, Barroso nem sequer leu as alegações finais do processo apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na semana passada.
Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 Justiça | 09:00

Procurador-geral planeja antecipar alegações finais de mensalão mineiro

Compartilhe: Twitter

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pretende entregar antes do prazo as alegações finais do mensalão mineiro, cujo réu é o deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Segundo informações de pessoas próximas a Janot, essa é uma das prioridades dele neste início do ano. E a expectativa é de que ele entregue o parecer na próxima semana.

Com isso, o relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, poderá intimar os advogados de Azeredo a também apresentarem suas alegações até o final de fevereiro. Caso isso aconteça, o caso tem condições de ir a plenário já a partir de abril.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 Justiça | 06:00

PSDB já se prepara para julgamento do mensalão mineiro

Compartilhe: Twitter

Uma vez tomada a decisão do STF de validar os chamados embargos infringentes e jogar para o ano que vem a reabertura do julgamento do mensalão, o PSDB já se prepara para a possibilidade de entrar no ano eleitoral com o mensalão mineiro também na pauta da mais alta Corte do país.

A avaliação de tucanos já era a de que o STF dificilmente empurraria o caso para frente. Essa expectativa, agora, ficou ainda maior. Isso porque, na visão de integrantes do PSDB, a Corte deve fazer o possível para afastar qualquer crítica sobre diferenças no tratamento dado aos dois escândalos.

Leia também:  Celso de Mello votou ao som de cornetas

Autor: Tags: , , ,