Publicidade

Posts com a Tag Michel Temer

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 Política | 14:43

“Conversamos sobre o Brasil e a Democracia”, diz Ciro Gomes, sobre jantar com Dilma

Compartilhe: Twitter
Ciro Gomes

Ciro Gomes

O ex-ministro Ciro, que ingressou recentemente no PDT e deve ser o candidato da legenda à Presidência da República, disse que a conversa com a presidente Dilma Rousseff durante o jantar de quinta-feira (10) a noite no Alvorada girou em torno do “Brasil e da Democracia”. “Conversamos sobre o Brasil, a conjuntura política, a defesa da Democracia e a Transnordestina”, disse Ciro.

O encontro entre os dois foi incentivado pelo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, que tem sido um dos maiores aliados de Dilma dentro do PMDB e, apesar os ataques frontais feitos pelo ex-ministro ao vice-presidente Michel Temer, identificou nas falas de Ciro um potencial grande de ajuda à presidente. Pezão também participou do jantar.

Ciro, recentemente, disse que não há hipótese de participar de um governo do qual Temer faça parte. Ele taxou o vice de “capitão do golpe” contra a presidente.

Já em relação ao ex-ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC) Eliseu Padilha, aliado de Temer, que deixou o governo na semana passada também se dizendo desprestigiado pela presidente, Ciro lembrou, em entrevista à Rádio Gaúcha, o apelido que ele tinha durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. “Ele era chamando de Eliseu Quadrilha”, provocou.

 

 

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015 Partidos, Política | 17:06

Quintão visita Temer no Jaburu como primeiro ato de sua liderança

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG). Foto: Divulgação

Deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG). Foto: Divulgação

O novo líder do PMDB na Câmara, Leonardo Quintão (MG) preferiu se prevenir de ser alvo do clima de ressentimento expressado pelo vice-presidente Michel Temer (SP) na carta enviada à presidente Dilma Rousseff.

Quintão foi conduzido ao cargo pela bancada contrária ao Planalto.

Nesta quarta-feira (9), o primeiro ato do novo líder foi uma visita ao vice, no Palácio do Jaburu.

Durante pelo menos uma hora, Quintão conversou com Michel Temer, que é presidente licenciado, mas de fato, do maior partido aliado do governo.

 

 

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015 Política | 13:51

Em clima de desconfiança, Dilma e Temer cancelam compromissos e devem se encontrar ainda hoje

Compartilhe: Twitter
Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

A presidente Dilma Rousseff cancelou a reunião de coordenação política que ocorreria na tarde desta segunda-feira (7) e o vice-presidente Michel Temer, cancelou sua participação na entrega do Prêmio Lide, em São Paulo, e deve voar para Brasília, após participar de um evento na Fecomércio, também em São Paulo.

Dilma informou que eles devem se encontrar ainda hoje para uma conversa.

O encontro ocorrerá após um fim semana em que Dilma reafirmou sua confiança no vice, enquanto Temer se movimentava em encontros com integrantes da oposição e governadores, à revelia do Planalto.

Os encontros de Temer com líderes da oposição, com os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), alimentaram as suspeitas de conspiração por parte do vice para a saída da presidente.

 

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 Sem categoria | 15:53

Para petistas, Temer “saliva” mais por impeachment que Aécio

Compartilhe: Twitter
O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

Embora o governo insista em dar a Temer a credibilidade esperada de um vice-presidente, petistas da Câmara se dizem reticentes com o comportamento do vice, considerado altamente suspeito de traição.

Nos bastidores, um petista graúdo fez um paralelo entre Temer e o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, que tem adotado um comportamento de apoio mais “sóbrio” ao impeachment.

Na opinião do deputado do PT, só há uma pessoa que “saliva” mais pelo impeachment que Aécio: o vice.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 6 de novembro de 2015 Economia, Governo | 08:57

Príncipe herdeiro da Noruega demonstra disposição em investir no Brasil

Compartilhe: Twitter

Apesar dos recentes rebaixamentos da nota do Brasil e da Petrobras por agências de rating internacionais, o príncipe herdeiro da Noruega, Haakon Magno, desembarca no Brasil no próximo dia 16 com disposição de ampliar os negócios. Em Brasília, tem encontro marcado com o vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

Temer estará em exercício como presidente da República, devido a viagem da presidente Dilma Rousseff à Turquia, para participar da reunião da Cúpula do G-20. O vice, no entanto, já prepara uma conversa e uma declaração conjunta na qual o príncipe deve enfatizar que a Noruega quer investir no país nas áreas de petróleo e gás, além de firmar acordos de cooperação na área ambiental.

Estão previstos ainda, a assinatura de um acordo marítimo, um encontro com alunos brasileiros do programa Ciência Sem Fronteira, na Embaixada da Noruega, além de mesas redondas com empresários dos dois países a serem realizadas na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília.

No Rio de Janeiro, o príncipe será recebido pelo governador, Luiz Fernando Pezão e pelo prefeito da capital, Eduardo Paes. Ele também repetirá o encontro com empresários e visitará o estaleiro Vord, em Niterói. Haakon Magno pretende ainda inaugurar uma fábrica de tintas para o setor Naval no município de Itaboraí, que deverá empregar cerca de 100 pessoas.

O príncipe encerrará sua agenda por Belém, onde será recebido pelo governador do Pará, Simão Jatene, e verificar todo sistema de monitoramento da Floresta Amazônica desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

 

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 15 de setembro de 2015 Congresso, Governo, Partidos, Política | 12:28

Defesa de Dilma por líder do PMDB é fruto de articulação de Giles

Compartilhe: Twitter
Assessor pessoal da presidente Dilma Rousseff, Giles Azevedo costurou apoio de peemedebistas rebeldes

Assessor pessoal da presidente Dilma Rousseff, Giles Azevedo costurou apoio de peemedebistas rebeldes (foto: PR)

Apesar de ter sido um dos motivos do desconforto do vice-presidente Michel Temer com a presidente Dilma Rousseff, há cerca de um mês, as articulações do assessor especial da presidente, Giles Azevedo, tem começado a dar resultados, de acordo com interlocutores do governo.

Se há sinceridade na postura recente de Picciani, o governo terá que esperar para conferir. Um sinal observado por auxiliares de Dilma foi a fala do líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani, em apoio à permanência de Dilma no cargo em ato de apoio a Dilma nesta terça-feira.

“Eu tenho a percepção, que é a percepção corrente no PMDB, que a eleição se disputa até o fim do dia do pleito. Depois disso, tem que respeitar o resultado das urnas”, disse o peemedebista, que lidera a bancada da Câmara, rebelde à aliança com o Planalto.

O deputado é aliado de primeira hora do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que anunciou rompimento com Dilma em julho, durante o recesso.

O pai do deputado, Jorge Picciani, que preside o PMDB do Rio de Janeiro, foram recebidos no Planalto em uma articulação que contou, além de Giles, com a contribuição do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, movimentação que teria deixado Temer enciumado.

Pai e filho tinham sido responsáveis, na eleição, pela montagem do palanque do senador Aécio Neves (PSDB-MG), no Rio.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 Governo, Política | 13:45

Katia Abreu desfalca viagem à Rússia após machucar o pé

Compartilhe: Twitter
Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO). Foto: Pablo Valadares / Agência Senado

Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO). Foto: Pablo Valadares / Agência Senado

A ministra da Agricultura, Katia Abreu, acabou desfalcando o grupo de ministro do PMDB que acompanha o vice-presidente Michel Temer, em sua viagem à Russia nesta semana.A ministra torceu o tornozelo e precisou imobilizar o pé.

Acompanham Temer na viagem os ministros Eduardo Braga (Minas e Energia), Edinho Araujo (Portos), Henrique Eduardo Alves (Turismo), Helder Barbalho (Pesca) e Eliseu Padilha (Aviação Civil). O único petista da comitiva é o ministro da Defesa, Jaques Wagner.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 7 de setembro de 2015 Brasil, Governo, Partidos, Política | 10:51

Ministros do PMDB não comparecem a desfile de Sete de Setembro

Compartilhe: Twitter

Desfile de Sete de Setembro -  Agência BrasilEm meio aos rumores de conspiração e de afastamento do PMDB da presidente Dilma Rousseff, a ausência dos ministros peemedebistas no palanque das autoridades, neste Sete de Setembro, não passou despercebida.

O único peemedebista presente no desfile de sete de setembro foi o vice-presidente Michel Temer, um dia depois de divulgar nota negando a tese de que age nas sombras contra a presidente.

Além de Temer, que anunciou deixar parte da Articulação Política no mês passado, o PMDB comanda mais cinco pastas na Esplanada, com Kátia Abreu, na Agricultura; Eduardo Braga, no Ministério de Minas e Energia; Helder Barbalho, na Pesca; Eliseu Padilha, na Secretaria de Aviação civil; Edinho Araujo, na Secretaria de Portos, e Henrique Eduardo Alves, no Ministério do Turismo.

Estiveram presentes os ministros petistas José Eduardo Cardozo (Justiça), Aloizio Mercadante (Casa Civil), Miguel Rosseto (Secretaria Geral), Edinho Silva (Comunicação Social), Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Luís Inácio Adams (Advocacia Geral da União), Pepe Vargas (Direitos Humanos), Ricardo Berzoini (Comunicações), e Carlos Gabas (Previdencia), além de Mauro Vieira (Itamaraty),  Gilberto Kassab (Cidades), do PSD, e Renato Janine Ribeiro (Educação).

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 18:34

Temer chama base para habitual reunião de articulação

Compartilhe: Twitter
O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

A contar pela agenda do vice-presidente, Michel Temer, as pautas da Câmara ou do Senado fazem parte dos assuntos da “macropolítica”, que continuarão sob sua responsabilidade.

Temer enviou aos líderes da Câmara, nesta tarde, o convite para a habitual reunião da terça-feira (25), quando se define as estratégias do governo para a semana na Câmara. A reunião ocorrerá no Gabinete da Vice Presidência.

Além disso, de acordo com interlocutores do vice, ele continuará participando das reuniões da coordenação política no Planalto.

Na prática, a função desempenhada na articulação política pelo vice-presidente permanecerá quase inalterada, já que o governo finalizou a fase de nomeações de cargos nos segundo e terceiro escalão, tarefa que era desempenhada principalmente pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS).

Os trabalhos do governo agora se voltam, principalmente, para o corte de pastas, anunciado pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Nas negociações para os cortes, a presidente Dilma Rousseff contará com a ajuda do vice nas definições

 

Autor: Tags: , , , ,

Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 15:49

Para peemedebistas, sinalização Temer é de “desembarque próximo”

Compartilhe: Twitter
Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

As movimentações do vice-presidente, Michel Temer (PMDB-SP) no sentido de deixar bem claro seu descontentamento com o governo e a disposição em entregar à presidente Dilma Rousseff a função de articulador político passaram um sinal para o meio político, principalmente para peemedebistas rebeldes, de que “o desembarque está próximo”.

O PMDB já prepara sua convenção partidária para o dia 15 de novembro em Brasília. Entre os deputados do partido, boa parte seguidora do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a tese majoritária é de rompimento com o governo petista.

Deputados do PMDB defendem que foi Temer quem defendeu a aliança na Convenção e que Temer é quem segurava a insatisfação.”O rompimento é o  caminho natural do PMDB e a postura de Temer, ao querer entregar a articulação, é uma sinalização importante e que terá  efeito na convenção”, disse ao Poder Online, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).

Temer se reuniu com Dilma para entregar suas funções de articulador do governo, assumida logo após o ministro Pepe Vargas (PT-RS), atual ministro de Direitos Humanos, ser defenestrado do Planalto, onde era ministro da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), por exigência da bancada do PMDB da Câmara.

A decisão de ficar ou não na articulação vazou de forma meio dúbia, já que Temer, continuaria cuidando das questões mais importantes, enquanto seu auxiliar, Eliseu Padilha, atual ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), continuaria com o rame-rame da negociação de cargos e emendas parlamentares. Ou seja, o que mudou foi o clima. Temer continuaria cuidando do que sempre cuidou. A presidente teria agora é que  encontrar alguém para substituir Padilha até 1º setembro, quando ele deve passar a se dedicar exclusivamente à sua pasta titular.

“Se o PT não deixou Temer cuidar do micro, vai deixar cuidar o macro?”, questionou o deputado.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última