Publicidade

Posts com a Tag Miguel Jorge

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012 Governo | 16:28

Desenvolvimento foi o que gastou mais com a quarentena

Compartilhe: Twitter

O ministro Fernando Pimentel (Foto: Dida Sampaio/AE)

Na transição do governo Lula para o da presidenta Dilma Rousseff, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio foi o que mais gastou com a saída de servidores por conta da troca de governo.

De acordo com o Ministério do Planejamento, de janeiro a junho de 2011, a pasta gastou R$ 190.306,24 com o pagamento da quarentena. O valor refere-se ao pagamento de quatro salários a apenas quatro autoridades que deixaram o governo por conta da substituição de Miguel Jorge por Fernando Pimentel.

O Ministério do Meio Ambiente, que continuou sob o comando da ministra Izabella Teixeira, manteve praticamente intacto o quadro de funcionários do governo Lula. Foi o que menos gastou com o pagamento da quarentena. Foram R$ 11.431,88 apenas no mês janeiro.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 1 de abril de 2011 Governo | 11:12

Miguel Jorge defende novo ministério

Compartilhe: Twitter

O Ministério das Micro e Pequenas Empresas tem um defensor de peso: o ex-ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge. Segundo ele, a pasta deveria ser criada há tempos porque é impossível conciliar os interesses dos diversos perfis de empresas em um único guichê.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 29 de março de 2011 Brasil | 15:04

Em quarentena, Miguel Jorge prepara livro de contos

Compartilhe: Twitter

Miguel Jorge (Foto: Divulgação)

O ex-ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Miguel Jorge recusou dois convites para voltar a ser executivo de grandes empresas.

Para diminuir o ritmo de trabalho dos últimos anos, ele abriu uma consultoria, a MJ Consultores Associados, para dar conselhos a empresas sobre jornalismo, recursos humanos e questões relacionadas ao governo.

O ex-ministro, que curtiu parte das férias na Bahia e emagreceu seis quilos durante esse período, também aproveitou a quarentena para se dedicar ao projeto de um livro de contos.

Miguel Jorge, que é jornalista, reunirá histórias que viveu desde que começou a carreira na sucursal do Jornal do Brasil, em São Paulo. Entre eles, um da época em que foi vice-presidente de recursos humanos da Volkswagen.

Recém-eleito, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ligou para o amigo dizendo que queria presentear a mulher, Ruth Cardoso, com um carro. Mas a exigência de FHC: que fosse um carro usado.

Miguel Jorge, então, pediu que a fábrica separasse uma Quantum vinho. E mandou que o carro fosse embrulhado num enorme laço vermelho, que deixassem um buquê de rosas no banco do motorista e que estacionassem o carro na garagem do ex-presidente.

Avisou FHC para que, quando dona Ruth agradecesse, ele não fizesse cara de espanto. Só anos depois ela soube que a ideia, na verdade, tinha sido de Miguel Jorge e não o marido quem tinha pensado em tudo.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 1 de janeiro de 2011 Governo | 17:13

Os novos contatos de Miguel Jorge

Compartilhe: Twitter

Enquanto a presidenta Dilma Rousseff encerrava seu discurso de posse no Congresso Nacional, o ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), Miguel Jorge, distribuia cartões de visita aos jornalistas que estavam no Salão Verde.

No cartão, só o nome, o email e o celular de Miguel Jorge.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 5 de outubro de 2010 Eleições | 12:22

Miguel Jorge: ‘De onde vieram os votos de Marina Silva?’

Compartilhe: Twitter

O ministro Miguel Jorge e a mulher, Charlotte (Foto: Rodrigo Trevisan)

O papel decisivo de Marina Silva surpreendeu o ministro do Desenvolvimento, Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior (Mdic), Miguel Jorge:

– As pesquisas mostravam Marina com 11% ou 12% das intenções de votos. Isso era o esperado. Mas o que ninguém sabe é de onde vieram os outros votos que fizeram ela chegar a quase 20%. Foram votos das mulheres? Dos evangélicos? É uma incógnita – afirmou o ministro ao Poder Online.

Acompanhado da mulher, Charlotte Seddig Jorge, Miguel Jorge, esteve ontem à noite na Livraria da Vila do shopping Cidade Jardim, em São Paulo, para o lançamento do livro Cegueira, Um Ensaio (Master Books), de Fernando Meirelles, um dos principais colaboradores da campanha da candidata do PV.

O cineasta não reconheceu o ministro, que se apresentou apenas como “pai de Mikha Jorge”, a responsável pelo projeto gráfico e edição de imagens do livro.

Autor: Tags: , , , ,