Publicidade

Posts com a Tag OEA

sexta-feira, 18 de setembro de 2015 Política | 10:41

Ideli trabalha para solução de crise entre Colômbia e Venezuela

Compartilhe: Twitter
Ideli Salvatti e o governador do Norte de Santander, Edgar Jesus Diaz  (Divulgação OEA)

Ideli Salvatti e o governador do Norte de Santander, Edgar Jesus Diaz (Divulgação OEA)

Depois de ter sido fiel escudeira dos governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nos momentos mais difíceis do escândalo do mensalão, e ter contribuído para tentar solucionar as constantes dificuldades do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff na relação com aliados,  a ex-ministra Ideli Salvatti tem trabalhado agora para solucionar outra crise que não a da política brasileira.

Como , assessora de Direitos de Acesso e Igualdade da Organização dos Estados Americanos (OEA), Ideli, tem atuado na fronteira entre Colômbia e Venezuela,para ajudar a solucionar a tensão formada com o fechamento da fronteira, determinado, há três semanas, pelo presidente venezuelano Nicolás Maduro.
Nesta semana, a ex-ministra de Direitos Humanos do primeiro mandato de Dilma, participou da inauguração de uma escola para crianças colombianas, deslocadas da Venezuela.
A escola fica na região de Santander na Colômbia. Apesar da tensão entre os dois países, no início deste mês, o governo venezuelano permitiu o cruzamento das crianças, que ainda vivem na Venezuela e estudam Colômbia e estavam sem aula desde o início da tensão.
Cerca de 20.000 colombianos, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), foram afetados pelo fechamento da fronteira, justificado, de acordo com Maduro, por um ataque de “paramilitares colombianos” a militares venezuelanos, durante uma operação de combate ao contrabando.
De acordo com Ideli, a OEA tem trabalhado trabalha para que haja uma solução rápida em relação a crise entre Colômbia e Venezuela. Porém, a OEA exige que haja a garantia dos direitos das pessoas, principalmente, crianças e jovens. “Por isso, a importância dessa escola, nesse momento. É um aceno também de esperança”, disse.
A escola é uma iniciativa da OEA, por meio do programa educativo Virtual Educa, em conjunto com as autoridades colombianas.
Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 9 de junho de 2015 Brasil, Governo, Partidos, Política | 16:41

Sem mágoas do governo, Ideli assumirá cargo na OEA

Compartilhe: Twitter

Ex-ministra de Direitos Humanos, Ideli Salvatti (PT-SC) precisou sair da pasta para dar lugar ao seu colega de partido Pepe Vargas (PT-RS) depois que ele foi demitido da articulação política do governo. Agora, Ideli arruma as malas para dar a “volta por cima”.

A ex-ministra, que também já ocupou as pastas da Pesca e cuidou da articulação política no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff, está arrumando as malas para se mudar para Washington, nos Estados Unidos, onde assumirá o cargo de assessora especial do uruguaio Luis Almagro, recém nomeado secretário-geral das Organizações dos Estados Americanos (OEA).

O cargo é uma solução inicial. A pedido de Almagro, Ideli deverá comandar a criação de uma nova secretaria na estrutura da OEA: a de Acesso a Direitos e Equidade, que deverá presidir após a criação.

A ex-ministra garantiu que não há mágoa com sua saída do governo. “Sou o maior exemplo de que quando uma porta se fecha, outras se abrem”, disse ao Poder Online.

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 22 de agosto de 2014 Internacional | 13:30

Entidades pedem a ONU e OEA análise sobre liberdade de expressão no Brasil

Compartilhe: Twitter

Entidades ligadas ao movimento pela democratização da comunicação pedirão ao Itamaraty uma visita oficial de representantes da Organização das Nações Unidas e da Organização dos Estados Americanos para investigar abusos policiais e governamentais contra jornalistas e comunicadores independentes, denunciadas sobretudo desde as manifestações de junho do ano passado.

O objetivo é que os órgãos internacionais possam analisar a situação, sob a ótica de acordos e leis estabelecidas. A iniciativa surgiu após debate realizado com a relatora Especial para Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, Catalina Botero, o ex-Relator Especial para Promoção e Proteção do Direito à Liberdade de Opinião e Expressão da ONU, Frank La Rue, e o assessor regional de Comunicação e Informação da Unesco para o Mercosul e Chile, Guilherme Canela, no último fim de semana.

No debate organizado pela ONG Artigo 19 e pelo Intervozes, os especialistas afirmaram, por exemplo, que de acordo com leis internacionais qualquer pessoa que esteja documentando, mesmo com telefone celular, um protesto, tem o direito de não ser detida, nem ter seu material de registro capturado – ao contrário do que ocorreu em diversos protestos recentes, pelo país.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 5 de agosto de 2014 Governo | 07:30

Afetados por Belo Monte receberão Dilma com faixa de ‘exterminadora do futuro’

Compartilhe: Twitter
Dilma Rousseff (foto: Alan Sampaio)

Dilma Rousseff (foto: Alan Sampaio)

Na visita que fará hoje às obras da usina de Belo Monte, no Pará, a presidente Dilma Rousseff deve se deparar com uma faixa preparado pelos integrantes do movimento Xingu Vivo, que reúne lideranças de comunidades tradicionais, indígenas e ambientalistas contrários à instalação da usina no rio Xingu. Na faixa, que será fixada na cerca do aeroporto de Altamira, virá a inscrição “Dilma, exterminadora do futuro”.

Em tese, a visita de Dilma faz parte da agenda oficial do Planalto. Mas a campanha petista pensou o evento para gravar imagens para o programa eleitoral.

Estudantes de geografia da Universidade Federal do Pará, em Altamira, também já se organizaram para ir para porta da usina, em protesto contra a construção de hidrelétricas que prejudiquem comunidades indígenas.

Desde 2011, Organização dos Estados Americanos (OEA) pede a suspensão da construção da usina, e alega que o governo não ouviu adequadamente as populações afetadas pelo empreendimento. O governo trata a obra como prioridade da pauta de geração de energia.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 29 de maio de 2014 Congresso | 14:04

OEA fará levantamento sobre violação de direitos das mulheres no Brasil

Compartilhe: Twitter
Coordenadora da bancada feminina, Jô Moraes (PCdoB-MG). Foto: Divulgação.

Coordenadora da bancada feminina, Jô Moraes (PCdoB-MG). Foto: Divulgação.

A Organização dos Estados Americanos iniciou a realização de um levantamento sobre a violação de direitos das mulheres em sete países americanos, a partir de um estudo das legislações em vigor e dos projetos em tramitação.

Para fechar os preparativos sobre a investigação no Brasil, a OEA se reuniu nesta semana com representantes da bancada feminina, da Procuradoria da Mulher do Senado e da ONU Mulheres.

De acordo com a coordenadora da bancada feminina, Jô Moraes (PCdoB-MG), o objetivo é apresentar os dados no Encontro Internacional de Mulheres Parlamentares, que será realizado em março de 2014.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 7 de maio de 2013 Diplomacia | 17:09

Vannuchi faz giro em Brasília por apoio para disputar cargo na OEA

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro de Direitos Humanos Paulo Vannuchi fez um giro em Brasília nesta terça-feira. Ele está em busca de apoio para levar uma das três cadeiras da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA).

Vannuchi teve conversas com líderes do Itamaraty e circulou pela capital tendo a seus lados dois ministros que já fazem as vezes de cabo eleitoral: Celso Amorim, da Defesa, e Maria do Rosário, dos Direitos Humanos.

Amorim e Rosário

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 8 de novembro de 2012 Congresso | 15:30

Jean Wyllys representa Câmara em encontro de parlamentares gays

Compartilhe: Twitter
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) representará a Câmara dos Deputados no encontro de parlamentares gays que a Comissão de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) promoverá em Bogotá, nos próximos dias 19 e 20 de novembro.
O encontro tem o objetivo de reunir deputados e senadores gays ou defensores da causa do mundo inteiro.
Uma presença esperada para o encontro na capital colombiana é também o da primeira senadora lésbica eleita nos Estados Unidos, a democrata Tammy Baldwin.
Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012 Diplomacia | 08:02

Itamaraty X Comissão Internacional de Direitos Humanos

Compartilhe: Twitter

Garotos navegam no Rio Xingu, na altura da cidade de Altamira, próximo ao local de construção da usina de Belo Monte (Foto: AE)

O Itamaraty aguarda com ansiedade o resultado do trabalho de avaliação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) que deve sair nas próximas semanas.

Em abril, a CIDH tentou melar a construção da hidrelétrica de Belo Monte ao emitir uma medida cautelar sob o argumento de que a usina alagaria terras indígenas. O governo brasileiro não gostou. Considerou a iniciativa uma interferência indevida em assuntos internos, especialmente em relação a um tema polêmico e bastante discutido por aqui.

Em represália, o Itamaraty adotou três medidas como forma de manifestar descontentamento: convocou o embaixador junto à OEA para consultas e deixou a representação brasileira em Washington sem o chefe durante sete meses; retirou a candidatura brasileira à vaga rotativa na comissão e suspendeu a contribuição anual de US$ 6 milhões ao organismo internacional.

Outros integrantes da OEA, descontentes com a atuação da comissão neste e em outros episódios, fizeram coro ao Brasil e articularam a criação de um grupo de trabalho para avaliar a sua atuação.

Em tempo: o embaixador brasileiro retornou ao posto em novembro e, em dezembro, o Brasil pagou a contribuição à OEA.

Agora, a esperança do governo brasileiro é que este grupo de trabalho dê uma enquadrada na CIDH.

Autor: Tags: , , ,