Publicidade

Posts com a Tag Operação Lava Jato

terça-feira, 4 de novembro de 2014 Partidos | 11:39

PT promete punição dura a quem tiver envolvimento comprovado em desvios na Petrobras

Compartilhe: Twitter

Ninguém falou publicamente sobre o assunto, mas um dos principais pontos discutidos ontem em reunião da executiva do PT foi o tratamento que será dado a todos os filiados que, eventualmente, venham a ter o envolvimento comprovado no esquema de desvios da Petrobras.

Alguns dirigentes cobraram e a direção partidária se comprometeu a ser dura caso algum outro filiado se enquadre entre os envolvidos no esquema desmantelado pela Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

Segundo um participante da reunião, a executiva concordou que é caso para expulsão.

Leia também: André Vargas bate à porta do PT, mas não consegue ser recebido

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 06:00

André Vargas bate à porta do PT, mas não consegue ser recebido

Compartilhe: Twitter
Deputado federal André Vargas, atualmente sem partido. (Foto: Agência Brasil)

Deputado federal André Vargas, atualmente sem partido. (Foto: Agência Brasil)

André Vargas (sem partido-PR) apareceu ontem na sede nacional do PT. O deputado, convidado a se retirar da legenda quando seu nome apareceu nas investigações da Operação Lava-Jato da Polícia Federal, até tentou ser recebido. Mas ficou a ver navios.

Sem adiantar o assunto, ele contou que queria conversar com os colegas José Guimarães (SP) e Vicentinho (SP). Mas os dois avisaram que não ia dar. “Eu expliquei a ele que não tinha como falar naquela hora. Mas não sei qual era o assunto”, despistou Guimarães.

*Colaborou Luciana Lima, iG Brasília

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 23 de outubro de 2014 Partidos | 06:00

João Vaccari tem lugar garantido na direção do PT

Compartilhe: Twitter

Embora tenha virado tema de muita especulação dentro do PT, o secretário de Finanças da legenda, João Vaccari Neto, permanecerá no comando partidário. A única chance de ele ser afastado do cargo é se forem apresentadas provas concretas de seu envolvimento no esquema de propina implantado na Petrobras, investigado pela Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

“Hoje, estamos falando de acusações sem provas. Já deixamos claro que, se houver qualquer membro do PT implicada em irregularidades, será afastado.  Mas, primeiro, quem acusa tem que fornecer as provas”, diz o presidente nacional da legenda, Rui Falcão.

Ainda assim, parte do comando partidário admite que o desgaste tem sido grande desde que seu nome apareceu nos depoimentos de Paulo Roberto Costa à PF. Como adiantou o Poder Online, Vaccari já avisou aos correligionários que pretende pedir seu desligamento do Conselho de Administração de Itaipu.

Nas últimas semanas, o tesoureiro vem se mantendo praticamente recluso. O petista evita qualquer contato com a imprensa, embora sempre tenha sido avesso a entrevistas.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 22 de outubro de 2014 Governo | 19:33

João Vaccari decide pedir desligamento do conselho de Itaipu

Compartilhe: Twitter
João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

O secretário de Finanças do PT, João Vaccari Neto, disse ao comando do partido que pretende aproveitar a próxima reunião do Conselho de Adrministração da usina de Itaipu para pedir sua substituição no órgão.

O fato de Vaccari ocupar um assento no conselho da empresa virou munição para a campanha do tucano Aécio Neves, que se apoiou na repercussão dos depoimentos do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o suposto esquema de propina que funcionava na estatal.

O mandato de Vaccari terminaria no fim do ano.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 Justiça | 12:00

Associação promete processar quem acusar delegados de vazamentos de operações

Compartilhe: Twitter

O presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal, Marcos Leôncio Ribeiro, promete processar a partir de agora quem acusar os delegados da PF de envolvimento em vazamento de dados de operações da corporação.

Durante a operação Lava Jato, surgiram rumores de que informações sobre o esquema criminoso articulado pelo doleiro Alberto Youssef foram repassadas à imprensa por delegados da PF. “Isso é uma irresponsabilidade. Os delegados têm feito um esforço conjunto com a Justiça do Paraná para preservar ao máximo as investigações”, afirma Ribeiro.

Para o presidente da ADPF, a partir de agora qualquer acusação sobre vazamento de operações precisará ser provada. Caso contrário, a pessoa será acionada judicialmente por crime de calúnia e difamação.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 16 de setembro de 2014 Justiça | 09:00

Ordem é não alimentar ‘jogo eleitoral’, dizem delegados da PF

Compartilhe: Twitter

Os delegados da Polícia Federal garantem que estão totalmente afinados com o comando da Operação Lava-Jato, cujas investigações supostamente apontam para um esquema de pagamento de propina envolvendo contratos da Petrobras.

Segundo o presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal, Marcos Leôncio, a orientação é expressa para que não haja vazamentos de informações.

“Não vamos em hipótese alguma alimentar o jogo eleitoral”, diz ele, ao comentar as informações veiculadas nas últimas semanas, com base em trechos do depoimento que teria sido prestado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 Congresso | 10:30

Ex-contadora de Youssef voltou a fumar após escândalo da Lava-Jato

Compartilhe: Twitter
Ex-contadora de Alberto Youssef, Meire Poza. (Foto: Agência Brasil)

Ex-contadora de Alberto Youssef, Meire Poza. (Foto: Agência Brasil)

Ao contar sua versão sobre os fatos investigados na operação Lava-Jato da Polícia Federal, Meire Poza não esconde o nervosismo e emenda um cigarro atrás do outro.

“Eu voltei a fumar com essa história toda”, diz a ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, preso por lavagem de dinheiro. “Quem se envolveu com o Beto (Alberto Youssef) em algum momento da vida se deu mal”, lamenta Meire.

Assista: Ex-contadora de Youssef desmente Argôlo: ‘posso provar que nos encontramos mais vezes’

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 9 de setembro de 2014 Governo | 09:00

Citado por ex-diretor da Petrobras, Vaccari anda com cara de poucos amigos

Compartilhe: Twitter

Citado na lista de políticos beneficiados por um suposto esquema de desvios da Petrobras, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, mantém-se em silêncio até para os colegas de partido.

Quem trabalha todos os dias perto do ex-tesoureiro diz que ele anda com cara de poucos amigos. Não fez um pio além da nota oficial que divulgou sobre o assunto.

 

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 26 de maio de 2014 Congresso | 17:14

Ao pedir mandato de André Vargas, PT não espera efeito prático

Compartilhe: Twitter
Deputado federal André Vargas, atualmente sem partido. (Foto: Agência Brasil)

Deputado federal André Vargas, atualmente sem partido. (Foto: Agência Brasil)

Ao pedir na Justiça o mandato do deputado André Vargas (sem partido-PR), o PT pretende reforçar a imagem de que mantém uma postura disciplinar rígida diante do comportamento de seu ex-integrante. Mas o partido em momento algum espera um efeito prático dessa decisão.

Ao tratar deste assunto numa reunião recente, o alto comando do PT avaliou que um processo nesse sentido levará muito tempo para ser concluído. Provavelmente tempo suficiente para que Vargas cumpra o mandato até o fim.

Vargas tem conversado pouco com o PT. O diálogo tem sido feito indiretamente, por meio de alguns amigos. Mas não há mais interlocução direta com a direção partidária, de acordo com líderes da legenda.  Ainda assim, o partido enxerga a necessidade de monitorar de perto a movimentação do ex-petista, principalmente depois que ele apresentar sua defesa ao Conselho de Ética da Câmara. 

Leia também: PT pede mandato de André Vargas ao TSE por desfiliação partidária

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 20 de maio de 2014 Congresso | 18:26

‘Vim aqui para trabalhar, senão cortam meu salário’, diz André Vargas

Compartilhe: Twitter

Foi um verdadeiro beija-mão a volta de André Vargas à Câmara, nesta terça-feira. A cada dois passos, o deputado que deixou a vice-presidência da Câmara diante de seu envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, recebia um abraço ou aquele tapinha amigável nas costas.

Entre um cumprimento e outro, disparava frases como: “Vim aqui para trabalhar, senão cortam meu salário” e “Agora, a única coisa que quero é me defender”. Na entrada do plenário, formou-se até uma pequena fila para falar com o deputado.

Aos colegas deputados, o ex-petista também saía defendendo o ex-colega Cândido Vaccarezza (PT-SP), citado no relatório da Polícia Federal sobre a Operação Lava-Jato. “Poxa, o nome dele aparece lá uma vez e não páram de falar dele. No meu caso, tudo bem. Mas, no dele, não está certo.”

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 7
  3. 8
  4. 9
  5. 10
  6. 11
  7. Última