Publicidade

Posts com a Tag Operação Lava Jato

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 Congresso | 10:00

PT vê no lobby da OAB obstáculo à legalização do lobby

Compartilhe: Twitter

Se o PT tivesse que apontar um culpado pela dificuldade de sequer colocar em discussão a proposta de legalização do lobby seria o próprio lobby. Mas não das grandes empreiteiras e sim da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A entidade, diz o partido, vem pressionando desde o ano passado para que advogados não sejam enquadrados entre os profissionais cuja atuação teria de ser regulamentada pelas novas normas.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 Justiça | 09:00

Lista com mais de 30 telefones de Youssef dificultou a vida da PF

Compartilhe: Twitter
Alberto Youssef (Foto: Divulgação)

Alberto Youssef (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal custou muito para descobrir, lá atrás, quais telefones do doleiro Alberto Youssef deveria grampear.

Isso porque os investigadores identificaram pelo menos 30 linhas telefônicas em nome do pivô da Operação Lava Jato.

Autor: Tags: , , , ,

Governo | 06:00

Governo busca uma receita para acalmar o próprio PT

Compartilhe: Twitter

Boa parte dos esforços conduzidos nas últimas semanas pelo governo e pelo PT tiveram por objetivo convencer os próprios petistas a embarcarem na defesa da presidente Dilma Rousseff. O Planalto e o partido têm ciência de que o clima na base é de muita insatisfação. As críticas pegam carona no rumo da política econômica e no pacote fiscal. Mas, para os próprios petistas, a falta de vontade de encampar o discurso de apoio a Dilma tem muito mais a ver com a maneira como a legenda é tratada na tomada de decisões do novo governo.

Leia mais: Com Lula e Dilma, PT intensifica defesa do governo diante da crise na Petrobras

Abertura da quarta edição do Congresso do PT (Foto: Instituto Lula)

Abertura da quarta edição do Congresso do PT (Foto: Instituto Lula)

Nas últimas semanas, o governo empenhou-se em fazer uma aproximação com o PT em várias frentes. Desde a eleição, integrantes da sigla queixam-se recorrentemente do fato de o presidente do partido, Rui Falcão, ser excluído de discussões estratégicas. Também reclamam e do fato de a reforma ministerial ter diminuído a presença de ministros ligados à ala majoritária do partido no círculo de conselheiros da presidente. Falcão passou a aparecer mais. E, dizem integrantes do governo, está mais próximo da articulação do governo.

Parte da mudança veio também no discurso. Primeiro, Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestigiaram a festa de aniversário do PT, em Belo Horizonte. E, com o aval de Lula e do Planalto, o comando da legenda trabalhou para aprovar uma resolução interna que sugere que a agenda histórica do partido não pode ser desprezada em nome do ajuste fiscal.

A alfinetada no governo foi calculada. Foi pensada pelo Planalto, junto com a direção partidária. O plano foi fazer um aceno à militância e a movimentos sociais que apoiam historicamente o PT, porém combinado a uma convocação pela defesa do governo diante da crise da Petrobras. O texto fala em “propor ao governo que dê continuidade ao debate com o movimento sindical e popular, no sentido de impedir que medidas necessárias de ajuste incidam sobre direitos conquistados – tal como a presidenta Dilma assegurou na campanha e em seu mais recente pronunciamento”.

Daqui para frente, a ordem é trabalhar para aproximar o governo Dilma das bases históricas do PT. Ministros foram orientados a aumentar a exposição junto a setores como o movimento sindical e de movimentos de terra. E ao menos o que se espera é que a própria presidente aceite fazer mudanças na forma como se relaciona com o partido e com esses setores.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 Congresso | 06:00

‘Falta coragem para o Congresso aprovar a legalização do lobby’, diz Zarattini

Compartilhe: Twitter
Carlos Zarattini

Carlos Zarattini

Em tempos em que a Operação Lava Jato vem levanto o PT a resgatar o debate sobre a legalização do lobby, o autor do projeto em tramitação que trata do tema diz que o único motivo para a proposta não andar é o temor dos parlamentares de mexer com os interesses dos lobistas e das grandes empreiteiras.

A ideia de colocar o texto para votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) chegou a ser discutida no ano passado, mas logo foi abandonada. “Estamos falando de um projeto que está parado há sete, oito anos no Congresso. O que falta é coragem para o Congresso aprovar a legalização do lobby”, diz o petista.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Congresso | 12:24

Base tenta incluir governo FHC em nova CPI da Petrobras

Compartilhe: Twitter
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi convidado a falar sobre descriminalização das drogas no Senado. (Foto: Divulgação)

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi convidado a falar sobre descriminalização das drogas no Senado. (Foto: Divulgação)

A base do governo na Câmara tentará incluir nas investigações da nova CPI da Petrobras os contratos e as transações realizadas a partir de 1997, pela petroleira. O argumento é baseado no depoimento do ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco, que disse ter começado a receber propinas já naquele ano.

A decisão foi tomada nesta manhã, em reunião dos líderes da base. A ideia é pedir um aditamento temporal para a época, que inclui a gestão do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. A oposição defende que as investigações se restrinjam ao período pós-2005.

Leia também: Sete partidos já indicaram membros para a CPI da Petrobras

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 06:00

Se situação de Vaccari piorar, PT custará a encontrar substituto

Compartilhe: Twitter
João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

Ninguém no alto comando do PT tem a intenção de retirar o apoio ao tesoureiro João Vaccari por enquanto. Mas líderes da legenda reconhecem que não seria lá muito fácil encontrar alguém afim de encarar a tarefa, caso as denúncias contra o dirigente se agravem ao ponto de o partido optar pela substituição.

Depois do destino dado a Delúbio Soares no escândalo do mensalão e ao próprio Vaccari na Operação Lava Jato, a avaliação que predomina no partido é que muita gente vai preferir fugir da tarefa.

Um nome que vira e mexe é citado na lista informal de sugestões é Paulo Ferreira, que já foi tesoureiro no auge do escândalo do mensalão e foi encarregado de sanar a dívida de dezenas de milhares de reais deixada pelo antecessor Delúbio Soares. Nas conversas reservadas, entretanto, ele jura que quer distância do caixa petista, mesmo tendo falhado em renovar o mandato de deputado na última eleição.

Alguns líderes petistas minimizam o problema. Dizem que, se a troca se fizer mesmo necessária, um empurrãozinho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ajudará a vencer qualquer resistência.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 Governo | 09:00

Crise na Petrobras alimenta defesa da legalização do lobby

Compartilhe: Twitter
Crise na Petrobras reacende debate (Foto: Divulgação)

Crise na Petrobras reacende debate (Foto: Divulgação)

Não demorou muito tempo para o agravamento da crise na Petrobras reacender um debate que andava meio frio no governo e no PT.

Dirigentes da legenda voltaram a falar nas últimas semanas em embarcar numa campanha em favor da legalização do lobby no Brasil.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 Economia | 11:28

Para o governo, desconfiança do mercado com Aldemir Bendine é passageira

Compartilhe: Twitter
Aldemir Bendine (Foto: Divulgação)

Aldemir Bendine (Foto: Divulgação)

Em meio à notícia sobre a escolha de Aldemir Bendine como novo presidente da Petrobras, as ações da companhia seguem operando em queda nesta sexta-feira. No fim da manhã, as ações ordinárias da estatal apresentavam queda de 5,59%. Já os papeis preferenciais da companhia operavam em queda de 6,12%.

O governo minimiza a desconfiança. Aponta que a situação é semelhante à que ocorreu quando o executivo assumiu o comando do Banco do Brasil. Na época, o mercado reagiu mal de início, mas a avaliação feita anos depois é de que ele superou as expectativas à frente do banco estatal.

Leia também: Novo presidente da Petrobras agrada aos principais conselheiros de Dilma

Autor: Tags: , , , ,

Governo | 11:19

Incômodo para o mercado, Aldemir Bendine agrada aos principais conselheiros de Dilma

Compartilhe: Twitter

Escalado para assumir a presidência da Petrobras, em substituição a Graça Foster, o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, não agradou ao mercado. Mas mantém boa relação entre os principais conselheiros da presidente Dilma Rousseff.

Um dos que costuma rasgar a seda do executivo é o chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. O ministro já foi visto em mais de uma ocasião tecendo elogios a Bendine por seu trabalho no comando do BB.

Funcionário de carreira do banco, ele também se entende muito bem com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, que é ligado ao sindicalismo bancário. De quebra, a relação de Bendine é boa também com o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Leia também: Para o governo, desconfiança do mercado com Aldemir Bendine é passageira

 

Autor: Tags: , ,

Partidos | 09:00

‘Este será um momento de ouvir as bases do PT’, diz Rui Falcão

Compartilhe: Twitter
Rui Falcão (Foto: Divulgação)

Rui Falcão (Foto: Divulgação)

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, diz que o momento é de aproximar o partido de sua militância. Diante do agravamento das denúncias da Operação Lava Jato, a legenda realiza hoje um ato em comemoração aos seus 35 anos, em Belo Horizonte, em que são esperados a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além dos principais líderes do partido.

“Este será um momento de ouvir as bases do PT, que são a razão do partido de existir”, afirma o dirigente, em referência ao encontro desta sexta-feira. Na ocasião, haverá  reunião do diretório nacional, que fará uma análise da conjuntura nacional, na qual está prevista uma ampla defesa do governo e da Petrobras.

O encontro também servirá para preparar as bases do próximo congresso do PT, instância que dá a linha estratégica a ser seguida pelo partido nos próximos anos. Segundo Rui, a ideia é abrir as discussões para a participação da militância por todos os meios possíveis, seja com a presença física ou por meio da internet.

Leia mais: Com Lula e Dilma, PT intensifica defesa do governo diante da crise na Petrobras

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. Última