Publicidade

Posts com a Tag Osmar Terra

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Congresso | 17:04

Comissão para discutir primeira infância deve ser instalada na próxima semana

Compartilhe: Twitter

O deputado Osmar Terra (PMDB-RS) espera para o próximo dia 18 a instalação da Comissão Especial que discutirá o Marco Legal da Primeira Infância.

A comissão debaterá o Projeto de Lei 6998/13, que pretende acrescentar dispositivos ao Estatuto da Criança e do Adolescente no que diz respeito a legislações específicas para os primeiros três anos de vida.

“Estudos comprovam que crianças  mal tratadas nos primeiros três anos serão comprometidas para o resto da vida”, diz Terra.

O parlamentar já adianta que a comissão deverá debater temas delicados, como por exemplo a proibição de publicidade voltada para crianças.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 1 de novembro de 2013 Congresso | 11:00

Deputado acusa George Soros de querer legalizar drogas para lucrar

Compartilhe: Twitter

Autor da lei antidrogas, que aguarda votação no Senado, o deputado Osmar Terra (PMDB-RS) criticou a ação de ONGs que pedem a legalização das drogas e que se posicionam contrárias à legislação de autoria dele.

Terra afirmou que essas ONGs são financiadas pelo bilionário e megainvestidor George Soros, fundador da Open Society Foundations, que, segundo ele, pretende lucrar com o dinheiro do tráfico.

“É um jogo armado, através dessa linha de ação do grande especulador George Soros”, disse Terra. “Qual o objetivo do George Soros em liberar as drogas? É muito simples. Ele é o maior especulador do mundo e o único dinheiro que está fora do controle deles é o dinheiro do tráfico, que é clandestino. Ele quer legalizar. Não só legalizar como multiplicar o lucro em cima da doença das pessoas”, disse Terra.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 25 de agosto de 2011 Congresso | 07:01

Osmar Terra diz que maioria no PMDB pedirá urgência para emenda 29

Compartilhe: Twitter

Integrante de corrente dissidente no PMDB, o deputado Osmar Terra (RS) afirmou que cerca de 90% da bancada na Câmara deve assinar abaixo-assinado pedindo urgência na votação da emenda 29, que aumenta recursos para a saúde.

Questionado se o PMDB adotará esse posicionamento, mesmo contra orientação do governo de evitar matérias que impliquem em gastos, Terra respondeu:

— Nós estamos a favor da saúde. E temos convicção absoluta de que a emenda 29 não prejudica o governo, porque o projeto da Câmara não aumenta as despesas dele neste momento. Temos que fazer prevalecer o interesse da sociedade, que é a favor de aumentar os recursos para a saúde — disse ao Poder Online.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 18 de agosto de 2011 Congresso | 08:02

Dissidentes do PMDB na Câmara decidem brigar por Emenda 29

Compartilhe: Twitter

Em reunião ontem que contou com a participação de 34 deputados da bancada peemedebista,  a corrente dissidente do PMDB na Câmara decidiu se posicionar contra a orientação da presidenta Dilma Rousseff e brigar pela aprovação da Emenda 29, que aumenta a verba destinada à saúde.

O grupo se reunirá novamente na próxima terça-feira na residência do deputado Luiz Pitiman (DF).

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 17 de junho de 2011 Congresso | 13:23

Osmar Terra tenta convencer FHC da importância de criminalizar as drogas

Compartilhe: Twitter

Ex-coordenador do programa Comunidade Solidária da ex-primeira-dama Ruth Cardoso, o deputado Osmar Terra (PMDB-RS) afirmou ao Poder Online que conversará com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para tentar convencê-lo da importância da criminalização das drogas e da repressão ao tráfico.

Osmar Terra é autor de projeto de lei na Câmara que aumenta a pena para traficantes de drogas mais pesadas e determina internação dos viciados apenas com o parecer médico:

— Vou procurar o Fernando Henrique para conversarmos na próxima semana. O problema é que ele está vendo a questão das drogas do ponto de vista mais social, e não do ponto de vista médico, biológico — disse.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 3 de março de 2011 Congresso | 17:20

Corrente dissidente do PMDB é contra “distritão” defendido por Temer

Compartilhe: Twitter

A corrente Afirmação Democrática do PMDB se reuniu na última quinta-feira com o vice-presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto.

Na conversa, o grupo informou que se posicionará contra o chamado ‘distritão’ — sistema defendido pelo vice-presidente — que determina eleição majoritária para deputado federal em vez do sistema proporcional de hoje.

A corrente promete defender três pontos principais para a reforma política: o sistema distrital misto, o voto em lista e o financiamento público de campanha.

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 09:01

Corrente do PMDB contra Eduardo Cunha pode aumentar na Câmara

Compartilhe: Twitter

O deputado Osmar Terra (RS) é um dos fundadores da Corrente Afirmação Democrática do PMDB, lançada para contrapor a cúpula do partido na Câmara.

Segundo Osmar, a corrente tem conversado com a bancada peemedebista de Minas Gerais, e pode dobrar o número de integrantes.

 — Temos expectativa aumentar a corrente para 24 deputados. Não é uma dissidência, na votação do salário mínimo nós mostramos isso. Mas não queremos ficar na vala comum do Eduardo Cunha, até porque não estamos pleiteando cargo nenhum no governo — disse ao Poder Online.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 24 de maio de 2010 Eleições | 14:32

Consulta da discórdia: Jarbas recebe Serra e diz que PMDB é geléia geral

Compartilhe: Twitter

Jarbas Vasconcelos deve formalizar na quinta-feira o lançamento de sua candidatura ao governo de Pernambuco pelo PMDB, com a presença do tucano José Serra no palanque. Eis o que ele diz sobre a consulta do PMDB ao TSE:

– É uma tentativa errada da direção partidária para intimidar a mim, ao Quércia, ao Rio Grande do Sul e outros.  Já que não lança sua candidatura própria a presidente, desde que o PMDB virou uma geléia geral, o Michel Temer e a direção agora querem impor ao PMDB fidelidade artificial.

O deputado Osmar Terra (PMDB-RS), que recebeu Serra em Porto-Alegre, concorda com Jarbas:

– Há uma indignação grande dentro do partido. Foi uma ação extemporânea e completamente estranha ao partido, que nunca foi autoritário. A atitude mais correta da direção do partido é ouvir ou liberar o partido, e não tentar fazer descer guela abaixo por decisão judicial. É preciso que isso seja resolvido por meio de discussão política, por um consentimento interno.

Autor: Tags: , , , , , , ,