Publicidade

Posts com a Tag Palestina

quarta-feira, 16 de julho de 2014 Eleições | 19:30

Luciana Genro adota discurso em apoio à Palestina e a pedido de asilo de Snowden

Compartilhe: Twitter
O candidato ao governo do DF Toninho do PSOL e a presidenciável Luciana Genro (PSOL-RS). Foto: Divulgação

O candidato ao governo do DF Toninho do PSOL e a presidenciável Luciana Genro (PSOL-RS). Foto: Divulgação

A candidata do PSOL à presidência, Luciana Genro, iniciou sua campanha por Brasília nesta quarta-feira, com uma agenda focada em assuntos ligados à militância social.

Pela manhã, Luciana participou de um ato no Ministério da Justiça em apoio ao pedido de asilo ao ex-técnico da Agência Nacional de Segurança dos EUA Edward Snowen, na companhia dos deputados Chico Alencar (PSOL-RJ), Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP).

À tarde, a presidenciável se reuniu com o embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben, após participar de um encontro com a presidência do Conselho Federal da OAB. Luciana também aproveitou para fazer uma breve panfletagem pelo centro de Brasília, de onde seguiu para o lançamento oficial da candidatura no DF, na companhia do candidato ao governo local Toninho do PSOL, em um restaurante da Asa Norte.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Internacional | 15:48

Paz agora – judeus apoiam Palestina na ONU

Compartilhe: Twitter

Entidades judaicas sediadas no Brasil e Argentina, como a Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação, divulgaram, nesta segunda-feira, comunicado conjunto em que saudam a inclusão da Palestina na ONU, como Estado observador não-membro.

O documento foi lançado logo depois de o governo israelense divulgar novas medidas de retaliação aos palestinos.

De acordo com o manifesto – assinado também por entidades como o Tortura Nunca Mais -, a aceitação da Palestina “é um passo muito significativo para a constituição de um Estado palestino soberano e independente, indispensável para se alcançar uma paz duradoura no Oriente Médio.”

A seguir, o texto do comunicado:

As instituições abaixo-assinadas saúdam a inclusão da Palestina como Estado observador não-membro da ONU. Entendemos que esse é um passo muito significativo para a constituição de um Estado palestino soberano e independente, indispensável para se alcançar uma paz duradoura no Oriente Médio.

A fórmula Dois povos, dois Estados é uma ideia-força, que, se implementada, permitirá o desenvolvimento de palestinos e israelenses nas fronteiras de seus Estados nacionais.

No Oriente Médio, a paz é revolucionária. Com ela, o reconhecimento mútuo, baseado em acordos que levem em consideração as fronteiras anteriores à guerra de junho de 1967, poderá trazer segurança, estabilidade e desenvolvimento tanto para o Estado de Israel como para o futuro Estado da Palestina.

Repudiamos alternativas militaristas, que carregam no ventre formas inaceitáveis de supremacia. Defendemos respostas políticas abrangentes, que respeitem identidades, histórias e perspectivas de futuro.

ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação (Brasil)

Associação Kinderland (Brasil)

ICIB – Instituto Cultural Israelita Brasileiro (Brasil)

ICUF – Ídisher Cultur Farband (Argentina)

Instituto Casa Grande (Brasil)

Meretz (Israel)

Meretz (Brasil)

Jornal Algo a Dizer (Brasil)

Grupo Tortura Nunca Mais (Brasil)

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Diplomacia | 11:02

Lula e Celso Amorim fizeram a mesma proposta de Obama

Compartilhe: Twitter

Ministro das Relações Exteriores do Brasil no governo Lula, Celso Amorim comemorou com entusiasmo a proposta apresentada pelo presidente dos EUA, Barack Obama, para a paz entre árabes e israelenses, segundo a qual seria criado o Estado Palestino nas áreas ocupadas por Israel após a Guerra dos Seis Dias, em 1967.

Motivo? É que os termos do acordo proposto por Obama são os mesmos expressos por Lula no final de seu mandato em carta enviada ao presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.

O texto, redigido por Celso Amorim e assinado pelo presidente brasileiro, foi alvo de muitas críticas da oposição. Dizia:

O Brasil, por meio desta carta, reconhece o Estado palestino nas fronteiras de 1967.

Ao fazê-lo, quero reiterar o entendimento do Governo brasileiro de que somente o diálogo e a convivência pacífica com os vizinhos farão avançar verdadeiramente a causa palestina. Estou seguro de que este é também o pensamento de Vossa Excelência

O reconhecimento do Estado palestino é parte da convicção brasileira de que um processo negociador que resulte em dois Estados convivendo pacificamente e em segurança é o melhor caminho para a paz no Oriente Médio, objetivo que interessa a toda a humanidade. O Brasil estará sempre pronto a ajudar no que for necessário.

Desejo a Vossa Excelência e à Autoridade Nacional Palestina êxito na condução de um processo que leve à construção do Estado palestino democrático, próspero e pacífico a que todos aspiramos.

Autor: Tags: , , , , ,