Publicidade

Posts com a Tag Paraguai

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 Congresso | 13:37

‘Congresso desrespeitou autonomia da Venezuela’, diz petista

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) tem dito que há “uma indignação seletiva” no Congresso Nacional, quanto aos fatos internacionais. “Quando os Estados Unidos, por exemplo, invadem países sem o aval dos organismos internacionais, da ONU, não há nenhuma reclamação no Parlamento”, diz o petista.

Saiba mais: Mendonça apresenta moção de repúdio contra Nicolas Maduro

De acordo com Valmir, por uma articulação do DEM e do PSDB, a Câmara dos Deputados foi “arrogante” ao aprovar uma moção de repúdio ao governo da Venezuela. “O Congresso Nacional promoveu um desrespeito à autonomia da Venezuela, enquanto país democrático. Um desrespeito ao presidente Nicolas Maduro, eleito com a maioria dos votos em eleições limpas e reconhecidas pela comunidade internacional, além de desrespeito à soberania do povo venezuelano”.

Militante do MST, Valmir disse ainda que “o Parlamento não tem o direito de interferir naquilo que não tem informações concretas”, e afirmou que a moção foi baseada “em notícias filtradas pela mídia brasileira”. Segundo o petista, “se houvesse coerência no DEM e no PSDB, eles também teriam se mobilizado quando Hugo Chávez e Fernando Lugo sofreram golpes de Estado”, na Venezuela e no Paraguai.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 21 de novembro de 2014 Internacional | 07:30

Petista diz que fará ‘cursinho contra impeachment’ no Paraguai

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Renato Simões (PT-SP). Foto: Agência Câmara

Deputado federal Renato Simões (PT-SP). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Renato Simões (PT-SP) foi escalado para fazer um giro internacional, na próxima semana. Na sexta-feira, o petista chega ao Paraguai para representar o partido no primeiro congresso da Frente Guaçu, partido do ex-presidente paraguaio Fernando Lugo. Em seguida, Simões estará no Uruguai, onde acompanhará as eleições presidenciais para sucessão de José Mujica.

“Vou fazer um cursinho de resistência contra impeachment”, brinca o deputado, em referência à proposta levantada por alguns setores do PSDB diante da reeleição da presidente Dilma Rousseff e ao impeachment relâmpago de Lugo, em 2012.

Na época, a decisão do Senado paraguaio foi considerada um golpe de estado por organizações como Unasul e Mercosul, das quais o país foi afastado temporariamente até a realização de novas eleições, em 2013.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 1 de agosto de 2012 Diplomacia | 08:50

PPS a favor da entrada da Venezuela, “pero no mucho”

Compartilhe: Twitter

O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (SP), afirma que seu partido defende a entrada da Venezuela no Mercosul.

O PPS é contra a forma como isto se deu: sem o Paraguai ter sido convencido, já que foi aproveitado um momento em que o país está suspenso do bloco.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 23 de julho de 2012 Internacional | 10:34

DEM estreita os laços com o Paraguai após destituição de Lugo

Compartilhe: Twitter

Como se sabe o Partido Democratas (DEM) foi contrário às manifestações do governo brasileiro condenando a destituição, pelo Congresso, do ex-presidente do Paraguai Fernando Lugo.

Assessor de Relações Internacionais do DEM, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia chega hoje a Assunção, a convite dos partidos majoritários, “para contatos em nível presidencial” amanhã com o governo e parlamento paraguaio.

Maia acompanha o senador chileno Jovino Novoa,  presidente da União de Partidos Latino-americanos (Upla).

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 22 de junho de 2012 Congresso | 14:12

Sarney diz que impeachment de Lugo, no Paraguai, é uma “prática ditatorial”

Compartilhe: Twitter

Postado hoje no Blog do Senado:

Sarney comenta crise política do Paraguai

Na manha desta sexta-feira, 22, o presidente do Senado, José Sarney, fez uma avaliação sobre a crise política no Paraguai.

Sarney acompanha com atenção as negociações dos chanceleres de cinco países integrantes da União Sul-Americana de Nações, que já estão em Assunção. O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antônio Patriota, é o chefe da delegação. Nesta semana, em menos de 24 horas, o presidente Fernando Lugo teve o processo de impeachement aberto pela Câmara dos Deputados do Paraguai.

A principal acusação contra Lugo foi o “mau desempenho das funções” após uma ação de desocupação de terra , quando 17 pessoas morreram entre policiais e sem-terra na região de Curuguaty, fronteira com o Brasil.

Para José Sarney, “a democracia está em recesso na América do Sul”.

— Não há como retirar um presidente eleito do poder sem garantir seu direito de defesa.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 16 de maio de 2011 Governo | 07:08

Dilma fica e impede que Sarney assuma a presidência

Compartilhe: Twitter

Não foi só por recomendação médica que a presidenta Dilma Rousseff cancelou a viagem que faria ao Paraguai neste domingo.

Com a viagem do vice-presidente Michel Temer para a Rússia e a ida do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, para a Coreia do Sul, o presidente do Senado, José Sarney, seria chamado ao exercício da presidência da República.

Dilma achou que pegaria mal.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 12 de maio de 2011 Governo | 19:18

Dilma desmarca viagem ao Paraguai com medo de recaída de doença

Compartilhe: Twitter

Apesar da difícil batalha que travou no Senado para conseguir aprovar o novo acordo de Itaipu antes da viagem prevista para o Paraguai, a presidenta Dilma Rousseff não mais participará das celebrações do bicentenário daquele país no fim de semana.

A equipe de Roberto Kalil, que atende a presidenta, desaconselhou-a a viajar de avião seis horas até Assunção com medo de uma recaída da pneumonia.

Desde o retorno da China, há duas semanas, Dilma está convalescente. Em seu lugar, embarcam para o Paraguai José Sarney, presidente do Senado, e Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 11 de maio de 2011 Congresso | 21:08

Aloysio Nunes, o apressadinho

Compartilhe: Twitter

Enquanto os senadores ainda votam o Tratado de Itaipu — que triplica o valor pago pelo Brasil ao Paraguai por energia gerada na usina hidrelétrica binacional — o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) já deu como encerrada a votação.

Em seu twitter, ele antecipou:

— A partir de hoje, o consumidor pagará mais caro pela energia elétrica. O Senado, com o PT à frente, concordou com a imposição paraguaia de cobrar mais pela energia de Itapitu. Eu votei contra …

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 3 de maio de 2011 Congresso | 17:51

Sarney suspende votação de Tratado de Itaipu e atrapalha planos de Dilma

Compartilhe: Twitter

O presidente do Senado, José Sarney, e os senadores Romero Jucá e Fernando Collor durante sessão sobre Tratado de Itaipu (Foto: José Cruz/ABr)

O presidente do Senado, José Sarney, suspendeu a votação da aprovação do Tratado de Itaipu, que autoriza o governo a triplicar de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões o pagamento pela energia de Itaipu comprada do Paraguai.

A ideia da base aliada do Senado era apressar a aprovação projeto, mas o senador Itamar Franco questionou a urgência da votação. Sarney deu razão a Itamar e afirmou que projeto só entrará na pauta do plenário na próxima quinta-feira. Isto se houver quórum.

A decisão de Sarney pode atrapalhar os planos da presidenta Dilma Rousseff, que esperava chegar ao Paraguai, no próximo dia 15, com a aprovação do projeto em mãos para apresentar ao presidente Fernando Lugo.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 29 de março de 2011 Governo | 18:26

Votação do Tratado de Itaipu é adiada mais uma vez

Compartilhe: Twitter

Marco Aurélio Garcia

A Câmara suspendeu as votações em plenário até o final desta semana em razão da morte do ex-vice presidente José Alencar. Com isso, a votação do projeto que altera o Tratado de Itaipu, incluído na pauta desta quarta-feira, será adiada mais uma vez.

O projeto, que a pedido do governo seria votado em sessão extraordinária, foi incluído na pauta depois de uma reunião do assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, com os líderes da Casa, na semana passada.

Em entrevista ao jornal paraguaio Ultima Hora, Garcia afirmou que, apesar de alguns setores estarem contra, existe “uma clara maioria favorável”. Ele também admitiu que conhece o custo financeiro da proposta para o Brasil e que estava tentando “tirar a discussão do âmbito financeiro e encaminhá-la ao âmbito político“.

O projeto de revisão do Tratado de Itaipu, já aprovado no Parlamento do Mercosul, fará com que o Brasil triplique de US$ 120 milhões para US$ 360 milhões os pagamentos anuais a Assunção pela compra da energia excedente da hidrelétrica de Itaipu.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última