Publicidade

Posts com a Tag Pastor Eurico

terça-feira, 24 de março de 2015 Congresso | 19:37

Bate-boca de deputados acirra debate sobre maioridade penal

Compartilhe: Twitter

Diante de um bate-boca protagonizado pelos deputados Laerte Bessa (PR-DF), Alessandro Molon (PT-RJ) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB), que conduzia a sessão, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Arthur Lira (PP-PE), decidiu encerrar a audiência pública convocada para debater aspectos constitucionais da maioridade penal.

Sob protesto das entidades de defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes presentes, a decisão foi comemorada pelos defensores da redução da maioridade penal – entre eles os deputados Alberto Fraga (DEM-DF), Vitor Valim (PMDB-CE), Pastor Eurico (PSB-PE), Delegado Waldir (PSDB-GO) e o próprio Bessa.

Ao interromper o debate, Arthur Lira se comprometeu, entretanto, a pautar na sessão de amanhã da CCJ a admissibilidade da PEC 171/1993, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos.

Assista ao protesto contra o fim da audiência:

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 Congresso | 12:00

‘Eduardo Cunha tá de parabéns’, diz Pastor Eurico

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

As duas primeiras semanas de atuação do novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), agradaram à maioria da bancada evangélica.

Entre os elogios feitos pelos deputados, estão a declaração de que a legalização do aborto só seria pautada “por cima de seu cadáver” e a carta branca para reabertura da comissão especial que discutirá o chamado Estatuto da Família – projeto que define família apenas como a união entre um homem e uma mulher e proíbe a adoção por casais homossexuais.

“O Eduardo está de parabéns, aqui todo mundo gosta dele”, diz o deputado Pastor Eurico (PSB-PE). “Essa história do aborto, eu teria dito a mesma coisa. É uma questão de princípio e a maioria da população é contra, não são só os evangélicos não”, completa o socialista.

Leia também: ‘Eduardo Cunha fere a autonomia das mulheres’, diz Jô Moraes

 

 

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 Congresso | 18:00

Pastor Eurico reclama de cartão clonado até em solo americano

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Divulgação

O deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Divulgação

Em férias em Boston, nos Estados Unidos, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) foi vítima de um golpe bancário, na última madrugada.

O pernambucano teve o cartão de crédito clonado durante a viagem e foi surpreendido com a notificação de uma compra no valor de mais de R$ 3 mil.

Leia também: Voz de locutor rende a Pastor Eurico apelido de ‘Pastor Esso’

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 Congresso | 20:01

Acirramento entre Cunha e Chinaglia dá esperanças a aliados de Júlio Delgado

Compartilhe: Twitter

 

Deputado Federal Júlio Delgado (PSB-MG). Foto: Divulgação

Deputado Federal Júlio Delgado (PSB-MG). Foto: Divulgação

Diante da polarização cada vez maior na disputa pela presidência da Câmara entre Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Arlindo Chinaglia (PT-SP), os apoiadores da chamada terceira via, representada por Júlio Delgado (PSB-MG), têm se animado na torcida por uma reviravolta.

Nesta linha, parlamentares do PSB e do PSDB enxergam no acirramento dos ânimos uma das poucas chances de Delgado estar num eventual segundo turno. Os mais otimistas chegam a dizer até mesmo que, chegando lá, os votos do candidato derrotado migrariam quase que automaticamente para a aliança composta por PSB, PSDB, PPS e PV.

“Essas coisas abalam qualquer candidatura. Tô estranhando que ainda não veio nada contra a gente. Mas eles sempre ignoraram a nossa candidatura e agora vamos ver quem é que chega no segundo turno”, diz o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). “Tem muita gente do PT que não vota no Chinaglia e do PMDB que não vota no Cunha. Eles vão pra onde? Pra gente. O Júlio perde muito menos voto do PSB e do PSDB do que eles perdem nos próprios partidos”, completa.

Leia também: ‘Sem provas concretas, não vamos conseguir convocá-lo’, diz tucano sobre Pepe Vargas

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 Congresso | 16:30

Voz de locutor rende a Pastor Eurico apelido de ‘Pastor Esso’

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Com longos anos de experiência como locutor da Rádio Guarani, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) anda cada vez mais conhecido por seu timbre de voz.  A leitura característica com que apresenta seus pareceres na Câmara lhe rendeu inclusive o apelido de “Pastor Esso”, entre alguns colegas.

Nesta semana, ao final da leitura de um voto em separado em defesa do projeto 5412/13 da deputada Rosane Ferreira (PV-PR), que tipifica como crime a divulgação pública de imagens de vídeos de segurança, o pastor ouviu dos colegas que “tinha jeito para repórter da Voz do Brasil”. Alguns foram ainda mais longe e o compararam ao Repórter Esso – noticiário transmitido entre 1941 e 1968 pela Rádio Nacional.

Leia também: Pastor Eurico diz que projeto da cura gay não está ‘descartado’

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 Congresso | 10:30

PT tenta reverter fragilidade em Comissão de Direitos Humanos

Compartilhe: Twitter
Deputada federal Érika Kokay (PT-DF). Foto: Divulgação

Deputada federal Érika Kokay (PT-DF). Foto: Divulgação

Diante de mais uma derrota na Comissão de Direitos Humanos, petistas e aliados começaram mapear o número de deputados que precisarão mobilizar para estarem presentes nas próximas sessões, a fim de conseguir votar qualquer assunto.

Leia também: Evangélicos voltam a polemizar sobre ‘ideologia de gênero’

A intenção é garantir a presença de todos os titulares e suplentes do campo, na próxima semana, para reverter a fragilidade observada nas últimas sessões. Além disso, a bancada buscará o apoio de parlamentares da oposição vistos como mais “dialogáveis” do que alguns religiosos.

Ontem, com direito a socos na mesa de Jair Bolsonaro (PP-RJ) e a presença de militantes evangélicos e católicos, a bancada conservadora se organizou para impedir que a comissão sequer analisasse os pontos de pauta, que incluía o projeto de lei 7086/2014, da deputada Iriny Lopes (PT-ES), sobre o combate às desigualdades das condições de trabalho e remuneração no serviço público.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 7 de novembro de 2014 Congresso | 10:30

Pastor Eurico diz que projeto da cura gay não está ‘descartado’

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Divulgação

O deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Divulgação

Fortalecido com o resultado destas eleições, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) tem dito que considera reapresentar o polêmico projeto conhecido como “cura gay”, na próxima legislatura. A iniciativa revoga a resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe os profissionais de tratarem homossexualidade como doença ou de participarem de terapia para alterar a orientação sexual.

“Esse projeto não está de forma alguma descartado. Por que estaria?”, questiona o deputado. “Mas ainda preciso avaliar com meus colegas da bancada evangélica, sobre a possibilidade de reapresentá-lo”, completa. Em junho, Eurico recuou e pediu o arquivamento da proposta, após ser enquadrado pelo conselho de ética do PSB.

Após ser reeleito para seu segundo mandato como o deputado federal mais votado pelo PSB no país, Eurico também tem dito que, na próxima legislatura, seguirá priorizando as comissões de Constituição e Justiça e Direitos Humanos, onde o tema tradicionalmente é pautado.

Leia também: Evangélicos voltam a polemizar sobre ‘ideologia de gênero’

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 5 de novembro de 2014 Congresso | 17:37

Evangélicos voltam a polemizar sobre ‘ideologia de gênero’

Compartilhe: Twitter
Deputada Federal Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

Deputada Federal Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

A bancada religiosa voltou a se mobilizar contra a chamada “ideologia de gênero” – nome adotado por parlamentares católicos e evangélicos contra a inclusão de termos como equidade de gênero e orientação sexual, desde a votação do Plano Nacional de Educação.

Desta vez, o foco é o projeto de lei 7086/2014, de autoria da deputada Iriny Lopes (PT-ES), sobre o combate às desigualdades das condições de trabalho e remuneração no serviço público, em discussão na Comissão de Direitos Humanos.

Após pedir vistas do projeto, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) pediu a retirada do tema da pauta, com apoio da bancada religiosa. Eurico também apresentou um voto em separado onde critica teóricos como Marx, Engels, Judith Butler e a Escola de Frankfurt, para reafirmar os valores cristãos da família.

 

 

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 30 de outubro de 2014 Congresso | 10:30

‘Atuação da bancada evangélica deixou a desejar’, diz pastor Eurico

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

O deputado federal reeleito Pastor Eurico (PSB-PE) anda insatisfeito com o desempenho da bancada evangélica nos últimos tempos. Na opinião do deputado, o grupo precisa ser mais incisivo na defesa de certos pontos considerados “inegociáveis”, nos próximos anos.

“A atuação da bancada evangélica deixou a desejar. Temos que avançar na questão contra o aborto, que é inegociável. Assim como legalização das drogas, maioridade penal”, diz Eurico, em referência direta ao atual coordenador da bancada, Paulo Freire (PR-SP).

O deputado reclama especialmente de uma falta de apoio dos colegas no episódio que levou ao seu afastamento temporário da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, no ano passado, após conflito com a apresentadora Xuxa.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 24 de junho de 2014 Congresso | 16:30

Pastor Eurico tenta para voltar à CCJ

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Após pedir o arquivamento do projeto sobre a chamada “cura gay” a contragosto, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) espera que o partido volte atrás na decisão de retirá-lo da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

Assista: Pastor Eurico diz não se arrepender de falas contra Xuxa

“Pedi o arquivamento a pedido do partido, para evitar qualquer celeuma. Mas agora a minha prioridade é voltar à CCJ. Assim que voltar a Brasília, no dia 1º, vou exigir minha volta”, garantiu Eurico. “Se não for pelo PSB, será por outro partido”, ressaltou.

O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), foi um dos que ofereceu abertamente uma vaga ao deputado, na comissão. Mas, segundo Eurico, vários outros partidos também se prontificaram.

 

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última