Publicidade

Posts com a Tag Paulinho da Força

quarta-feira, 10 de julho de 2013 Brasil | 10:01

Força Sindical promete mobilizar 2 milhões em greve geral

Compartilhe: Twitter

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical, diz estimar em 2 milhões o número de trabalhadores que participarão da greve geral convocada para amanhã, em várias cidades do país.

Até ontem, a central ainda negociava com sindicatos para ver se conseguia assegurar a adesão integral dos trabalhadores à paralisação. Parte dos sindicatos, segundo o deputado, caminham para parar somente num horário pré-determinado, em vez de interromper as atividades durante o dia todo.

Um dos alvos é o Sindicato dos Metroviários em São Paulo, tido pela central como um “diferencial importante” na paralisação.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 17 de maio de 2013 Política | 15:06

Paulinho promete placar da traição na MP dos Portos

Compartilhe: Twitter

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, promete montar um placar com os nomes dos deputados que, segundo ele, votaram contra os interesses dos trabalhadores na apreciação da MP dos Portos na Câmara.

O pedetista promete atenção especial aos petistas na montagem da relação.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 15 de maio de 2013 Governo | 15:00

Após promessa no 1º de maio, Planalto esvazia agenda com centrais

Compartilhe: Twitter

Depois das promessas feitas pelo Palácio do Planalto na véspera do dia 1º de maio, já começa a se esvaziar a agenda de negociações com as centrais sindicais. Logo antes das comemorações tradicionais do Dia do Trabalhador – que dariam palanque a potenciais adversários da presidente Dilma Rousseff como o senador Aécio Neves (PSDB-MG) -, o governo chamou na última hora uma reunião com sindicalistas.

Leia também: Na véspera do Dia do Trabalhador, Dilma manda abrir negociação com as centrais

Na ocasião, o Planalto prometeu se sentar à mesa com as centrais, para uma discussão mais aprofundada de temas de interesse dos sindicatos. Ficou acertada então a data do dia 14, ontem, onde seriam abordados assuntos como terceirização de mão de obra, combate à informalidade do trabalho, redução da rotatividade, regulamentação da Convenção 151 da OIT, entre outros. O governo avisou, apenas, que não colocaria em discussão polêmicas como a jornada de 44 horas semanais e o fim do fator previdenciário.

A reunião aconteceu e, como previsto, foi comandada pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Mas quem participou do encontro diz que não houve nenhum avanço significativo nas conversas. Na prática, diz o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, falou-se mais da votação da MP dos Portos que da pauta de reivindicação das centrais.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 14 de maio de 2013 Congresso | 20:17

Escanteado na negociação da MP dos Portos, Paulinho promete greve

Compartilhe: Twitter

Escanteado nas negociações entre o Planalto e o Congresso para aprovar a MP dos Portos, o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) promete reagir com o que descreve como sua “natureza”: “Vai é ter greve”, diz o parlamentar.

Leia também: Caiado chama Garotinho de ‘chefe de quadrilha’e ‘frouxo’

O desfecho das negociações, afirma, tem como culpado o núcleo de articulação política do governo.

Assista:

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 13 de maio de 2013 Congresso | 17:53

‘O governo não cede e ainda está piorando o texto da MP’, diz Paulinho

Compartilhe: Twitter

O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, saiu irritado da reunião de líderes que discute nesta tarde a votação da MP dos Portos. Com a reunião ainda em andamento, Paulinho deixou a sala e disparou: “O governo não cede em nada e está até piorando o texto que veio da comissão”.

Saiba mais: Cunha promete obstruir e governo já fala em votar MP dos Portos amanhã

Nesta tarde, líderes tentam chegar a um consenso sobre a votação da MP, tida como estratégica para o Planalto. Diante da promessa do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), de obstruir a votação, o governo já trabalha com a previsão de só votar o texto amanhã.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 10 de maio de 2013 Congresso | 18:15

Na Câmara, Paulinho busca feedback sobre proposta de gatilho salarial

Compartilhe: Twitter

Isolado na sugestão de estabelecer um gatilho trimestral para repor perdas salariais causadas pela inflação, o deputado Paulinho da Força (PDT-SP) passou a semana repercutindo sua ideia na Câmara dos Deputados. Sempre que tinha uma oportunidade, Paulinho perguntava a jornalistas, assessores e colegas o que acharam da ideia, que acabou se tornando alvo de críticas do governo e da oposição.

Na linha de continuar a campanha contra a presidente Dilma Rousseff, Paulinho promete mobilizar a Força Sindical para parar a Rodovia Anchieta, em São Paulo.

A manifestação, com participação isolada da Força, tem como inspiração, mais uma vez, a questão da recuperação da das perdas salariais em função da inflação.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 1 de maio de 2013 Brasil | 09:30

Gilberto Carvalho pretende fazer saudação especial a Aécio

Compartilhe: Twitter

Escalado para representar a presidente Dilma Rousseff nas comemorações do Dia do Trabalho, em São Paulo, o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, pretende dirigir uma saudação especial ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato tucano ao Palácio do Planalto e convidado de honra da Força Sindical.

Irônico, o ministro disse que há 30 anos participa do 1º de Maio na capital paulista, onde nunca encontrou Aécio na festa.

Carvalho também pretendia estender os cumprimentos ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), também convidado pelo deputado Paulinho da Força (PDT-SP) que dirige a central.

Campos, outro possível adversário de Dilma na corrida de 2014, mandou dizer que não comparecerá à festa por motivos de agenda.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 29 de abril de 2013 Partidos | 15:45

Além da Rede e do Solidariedade, 27 partidos buscam registro no TSE

Compartilhe: Twitter

Se Marina Silva, com a Rede Sustentabilidade, e Paulinho da Força, com o Solidariedade, são os articuladores de peso de novos partidos, o TSE tem outros 27 partidos na fila de espera para a obtenção do registro definitivo.

O Brasil tem atualmente 30 partidos registrados e essas novas legendas aguardam a captação de assinaturas necessárias para que possam ter o registro definitivo

A lista reúne sigas como PMB (Partido da Mulher Brasiliera), o PE (Partido dos Estudantes), o PSPB (Partido dos Servidores Públicos e dos Trabalhadores da Iniciativa Privada do Brasil) e o NOVO (Partido Novo).

Confira a lista abaixo dos partidos que pedem o registro definitivo do TSE:

PC – PARTIDO CRISTÃO
PCN – PARTIDO CRISTÃO NACIONAL
PJS – PARTIDO DA JUSTIÇA SOCIAL
PROS – PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL
PEC – PARTIDO EDUCAÇÃO E CIDADANIA
PLC – PARTIDO LIBERAL CRISTÃO
PLS – PARTIDO DA LIBERDADE SOLIDARISTA
PMP – PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO POPULAR
PTS – PARTIDO DA TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
PF – PARTIDO FEDERALISTA
PHB – PARTIDO HUMANISTA DO BRASIL
PJS – PARTIDO DA JUSTIÇA SOCIAL
PLB – PARTIDO LIBERAL BRASILEIRO
PLD – PARTIDO LIBERAL DEMOCRATA
PMB – PARTIDO DA MULHER BRASILEIERA
PPC – PARTIDO PROGRESSISTA CRISTÃO
PS – PARTIDO SOCIAL
PSPB – PARTIDO DOS SERVIDORES PÚBLICOS E DOS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA DO BRASIL
PDN – PARTIDO DO DESENVOLVIMENTO NACIONAL
PN – PARTIDO NOVO
NOVO – PARTIDO NOVO
PEC – PARTIDO ECOLÓGICO CRISTÃO
PGT – PARTIDO GERAL DO TRABALHO
ARENA – ALIANÇA RENOVADORA NACIONAL
PE – PARTIDO DOS ESTUDANTES
PJUS – PARTIDO PELA JUSTIÇA SOCIAL
PMB – PARTIDO MILITAR BRASILEIRO

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 8 de abril de 2013 Partidos, Política | 19:11

Aécio e Eduardo Campos confirmam presença no 1º de maio da Força; Dilma ainda faz suspense

Compartilhe: Twitter

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), ambos cotados para a corrida presidencial do ano que vem, confirmaram presença na tradicional festa da Força Sindical em homenagem ao Dia do Trabalho, em 1º de maio.

Segundo o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT, também foram convidados, mas ainda não responderam.

“Como a presidente não aceita críticas, ela não deve vir. Deve mandar um representante que não representa nada. Mas Eduardo Campos é o nosso convidado especial”, alfinetou Paulinho, que recebeu o governador na sede do sindicato, em São Paulo, na segunda-feira (8) para uma conversa com os sindicalistas.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 28 de março de 2013 Partidos | 10:00

Paulinho da Força elogia Eduardo Campos e promove vinda dele a São Paulo

Compartilhe: Twitter

Apesar dos esforços da presidente Dilma Rousseff (PT) para apaziguar o PDT, os focos de resistência dentro do partido permanecem.

Na semana passada, Dilma nomeou Manoel Dias (PDT-RS), indicado pelo presidente do PDT, Carlos Lupi, para substituir Brizona Neto (PDT-RJ) no Ministério do Trabalho.

Entretanto, Paulinho da Força tem feito cada vez mais acenos para o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB).

“Sempre tive boa relação com ele, com o deputado Márcio França (presidente do PSB de São Paulo) e estamos juntos na questão da medida provisória dos portos. O PSB tem muita relação com o PDT, com Lupi e acho que Eduardo deveria ser candidato. Ele é um bom candidato (à Presidência)”, afirmou o o deputado.

No dia 8 de abril, Paulinho promoverá um evento na Força Sindical, em São Paulo, e tenta viabilizar a presença de Campos no ato.

O sindicalista não é o único foco de resistência a Dilma dentro do PDT. Os senadores Pedro Taques (MT) e Cristóvam Buarque (DF) também manifestam vontade de seguir outra direção.

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. Última