Publicidade

Posts com a Tag Paulo Teixeira

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 Partidos | 18:44

PT convoca deputados mais “experientes” para comissão do impeachment

Compartilhe: Twitter

O PT deve bater o martelo na próxima semana em relação aos membros da comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, acatado nesta semana pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O partido da presidente tem oito vagas na comissão e pretende optar pelo critério da “experiência” para a definição dos nomes.

Pelo menos seis deputados já estão entre os que participarão da comissão: Arlindo Chinaglia (SP), Carlos Zaratini (SP), Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP) e o atual líder do partido na Câmara, Sibá Machado (AC).

A reunião da bancada está marcada para as 14 horas de segunda-feira (7)

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 Congresso | 19:30

Paulo Teixeira já atende como secretário de Chinaglia

Compartilhe: Twitter
Paulo Teixeira (Foto: David Ribeiro / Agência Câmara)

Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP). Foto: David Ribeiro / Agência Câmara

Nos últimos dias, deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) já passou de integrante da coordenação da campanha para “secretário” de Arlindo Chinaglia (PT-SP).

É que, diante da agenda apertada em função da disputa de Chinaglia pela presidência da Câmara, Teixeira tem ficado responsável por administrar o telefone do colega, durante as reuniões.

Ao atender, o próprio petista faz questão de se apresentar como secretário do candidato, até reconher o interlocutor.

Assista: ‘Não queremos fazer dessa campanha um oba-oba’, diz Sibá Machado sobre disputa na Câmara

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015 Congresso | 19:54

Arlindo Chinaglia busca aproximação com PMDB

Compartilhe: Twitter
Arlindo Chinaglia

Arlindo Chinaglia

O deputado federal e candidato à presidência da Câmara Arlindo Chinaglia (PT-SP) aproveitou as duas cerimônias de transmissão de cargos realizadas na tarde de hoje no Palácio do Planalto para pedir apoio aos peemedebistas presentes.

Um dos que o escutaram atentamente foi o ex-líder do governo no Senado e novo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), ao lado de quem Chinaglia acompanhou o discurso do novo ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas. O pedido também foi feito ao novo ministro da Pesca, Helder Barbalho (PMDB-PA).

Além de Chinaglia, outros petistas como Sibá Machado (AC), Paulo Teixeira (SP) e Alessandro Molon (RJ) também aproveitaram a cerimônia para buscar mais apoio do governo às articulações da sigla em busca da presidência da Casa.

 

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 10 de novembro de 2014 Congresso | 13:48

PT muda discurso para garantir investigação de mortes por policiais

Compartilhe: Twitter
Paulo Teixeira (Foto: David Ribeiro / Agência Câmara)

Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP). Foto: David Ribeiro / Agência Câmara

Na tentativa de reverter a indisposição dos policiais frente ao Projeto de Lei 4471/2014, que garante a abertura de investigações sobre todas as mortes cometidas pelos agentes da polícia – inclusive as que ocorrem sob a alegação de “resistência seguida de morte” – o governo decidiu adotar um novo discurso.

Com o gancho do mês da consciência negra, comemorado em novembro, a bancada petista e representantes do governo federal pretendem deslocar o foco do fim dos Autos de Resistência em si para trabalhar com a mensagem de que o projeto seria uma iniciativa sobretudo a favor da vida, em especial da população negra.

Leia também: Ministério tentará aprovar fim do auto de resistência e políticas para povos tradicionais até janeiro

Nesta terça-feira, o autor do projeto, Paulo Teixeira (PT-SP), se reunirá com os deputados Lincoln Portela (PR-MG) e Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que têm feito a interlocução com as entidades policiais, para apresentar o novo mote: “Novembro pela vida – PL 4471 já!”

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 6 de novembro de 2014 Governo | 10:30

Ministério tentará aprovar auto de resistência e políticas para povos tradicionais até janeiro

Compartilhe: Twitter
Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros. (Foto: Alan Sampaio/ IG Brasília)

Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros. (Foto: Alan Sampaio/ IG Brasília)

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial selecionou dois projetos prioritários para serem aprovados até o fim de janeiro, quando termina a atual legislatura do Congresso Nacional.

O primeiro é o PL 4471/2012, de autoria do deputado federal reeleito Paulo Teixeira (PT-SP), que busca acabar com o uso da “resistência seguida de morte” por agentes policiais – mais conhecido como PL do Auto de Resistência. Atualmente, o governo busca um acordo com representantes da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal para aprová-lo no plenário da Câmara.

Leia também: Autor de projeto sobre violência policial critica tentativas de amenizar proposta

O segundo, com mais chances de aprovação, é o PL 7447/2010, apresentado pelo deputado federal Luiz Alberto. O texto estabelece diretrizes e objetivos para políticas públicas de desenvolvimento sustentável dos povos e comunidades tradicionais e aguarda parecer do relator na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Neste ano, a Seppir comemorou a aprovação da lei que reserva 20% das vagas de concursos da União para pessoas negras, mas não obteve sucesso na regulamentação da PEC das Domésticas – que só deve voltar no ano que vem.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 12 de maio de 2014 Congresso | 16:30

‘Hoje a maconha está liberada’, afirma deputado que defende legalização da droga

Compartilhe: Twitter

Autor de projeto que legaliza o consumo e o cultivo da maconha, o deputado Eurico Júnior (PV-RJ) defende que com a legalização o tráfico de drogas mais pesadas será reduzido no país.

Leia mais: Senado debaterá legalização das drogas no dia 20 de maio

“Hoje a maconha está liberada. Você pode comprar a qualquer hora e qualquer local com o traficante. Mas você só está aumentando o narcotráfico”, afirma Eurico Júnior. “Sem a maconha, o traficante não teria recurso suficiente para trazer a cocaína, heroína, LSD e corromper nossas autoridades.”

Para tratar do assunto de maneira mais ágil na Câmara dos Deputados, há uma tentativa coletiva de Eurico, Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Paulo Teixeira (PT-SP) de se criar uma comissão especial sobre o tema.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 6 de maio de 2014 Congresso | 18:22

Deputados se articulam para criação de comissão sobre legalização da maconha

Compartilhe: Twitter

Os deputados Eurico Junior (PV-RJ), Paulo Teixeira (PT-SP) e Jean Wyllys (PSOL-RJ) pretendem se reunir ainda hoje com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para solicitar a instalação de uma comissão especial sobre a legalização da maconha.

Leia também: PSDB evita associar-se a debate sobre legalização das drogas

O objetivo é reunir todos os projetos que tratam do assunto em uma só comissão e, desta forma, acelerar a tramitação. Entre as propostas que seriam debatidas estão o PL 7187/2014 de Eurico Junior e o PL 7270/2014 de Jean Wyllys, que preveem a legalização do consumo e do cultivo da maconha.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 17 de abril de 2014 Congresso | 11:00

Para garantir acordo sobre Auto de Resistência, Portela pede mudança no discurso petista

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Lincoln Portela (PR-MG) - (Foto: Divulgação)

Deputado Federal Lincoln Portela (PR-MG) – (Foto: Divulgação)

Em reunião na última quarta-feira, os deputados federais Paulo Teixeira (PT-SP) e Lincoln Portela (PR-MG) se aproximaram de um acordo sobre o projeto que endurece as investigações sobre abusos cometidos por policiais e acaba com o chamado auto de resistência – mais conhecido como “resistência seguida de morte”.

Leia também: Autor de projeto sobre violência policial critica tentativas de amenizar proposta

A reunião contou com a presença do Coronel Elias Müller da PM-SP e representantes do governo federal. Após a negociação, Portela afirmou que defenderia o texto acordado, na reunião de líderes da próxima semana. Ele reconheceu, porém, que ainda pode enfrentar certa resistência da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Para evitar essa resistência, ele recomendou ao colega petista – autor do PL 4471/2012  – que maneirasse um pouco no tom do discurso. A sugestão é para que, em vez de reafirmar que o projeto vai punir os maus policiais, Teixeira e outros defensores do projeto ressaltem pontos como a redução das mortes que a lei pode trazer.

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 8 de abril de 2014 Congresso | 17:46

Autor de projeto sobre violência policial critica tentativas de amenizar proposta

Compartilhe: Twitter

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP), autor do projeto que busca acabar com o uso da “resistência seguida de morte” por agentes policiais, afirmou que o partido está se articulando para evitar a aprovação das emendas que foram apresentadas ao PL 4471/2012.

Leia também: Henrique Alves promete votar projeto que endurece investigação sobre violência policial

Teixeira garante, também, que a maioria dos partidos já tem acordo em manter o texto original. Na articulação, o maior entrave continua sendo o PR e o PTB – autor da principal emenda contrária à proposta original, que mantém a possibilidade de os policiais recorrerem ao chamado “auto de resistência”, para justificar mortes cometidas durante ações da PM. A proposta aguarda votação no plenário da Câmara.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 2 de abril de 2014 Congresso | 08:00

Henrique Alves promete votar projeto que endurece investigação sobre violência policial

Compartilhe: Twitter

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), garantiu que um dos primeiros pontos de pauta no Plenário da Câmara, na semana que vem, será o projeto que determina a investigação imediata de todas as mortes resultantes de operações policiais.

O compromisso foi acordado em reunião com o rapper GOG, o líder do PT na Casa, Vicentinho (PT-SP), e representantes do Ministério da Justiça e das secretarias de Políticas para Mulheres e da Promoção da Igualdade Racial.

Leia mais: Anistia Internacional critica polícia e diz que Brasil vive déficit de justiça

O PL 4471/2012, do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), tem o objetivo de acabar com o uso indiscriminado da justificativa de “resistência seguida de morte”, os chamados autos de resistência.

“Ele nos permite dizer quem são os bons policiais – a maioria esmagadora da categoria – e quem são aqueles que mancham o caráter da instituição, com abuso da força”, afirmou o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira.

Assista ao depoimento do rapper GOG:

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última