Publicidade

Posts com a Tag Pedro Taques

quarta-feira, 20 de maio de 2015 Política | 19:47

Taques não dá cargos a aliados e garante não ter problemas com legislativo

Compartilhe: Twitter
 Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Apesar de ter sido eleito por uma coligação de 12 partidos,o governador do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT) levou a sério o chamado critério técnico nas nomeações de suas 12 secretarias.

Em vez de atender às demandas dos partidos por cargos, nomeou apenas dois secretário com filiação partidária.

O governador garante que não teve ptoblemas com o legislativo local e indica a fórmula para a presidente Dilma Rousseff.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 13 de outubro de 2014 Eleições | 06:00

Nem malária tirou o gás de Pedro Taques

Compartilhe: Twitter
 Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

O governador eleito do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), pegou malária durante a campanha. O pedetista, que ainda sente os sintomas, não sabe ao certo onde, nem quando. Mas sabe que ficou mal. Disse ter passado semanas sentindo fortes dores no corpo, febre e afins.

Ainda assim, ele jura que não parou um minuto de correr atrás de votos. Diz que continuou viajando até garantir sua eleição em primeiro turno, no domingo passado.

 

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 Sem categoria | 15:00

Palanque de Pedro Taques tem de tudo, menos Dilma

Compartilhe: Twitter
O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Um comentário frequente na campanha do pedetista Pedro Taques ao governo do Mato Grosso é o de que não faltaram presidenciáveis no palanque do senador. Passaram por ali Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Eymael (PSDC) e Pastor Everaldo (PSC).

Mas até agora nada da presidente Dilma Rousseff (PT).

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 19 de agosto de 2014 Eleições | 07:30

‘Divergências entre Marina e agronegócio já foram superadas’ diz Pedro Taques

Compartilhe: Twitter
O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Com o palanque aberto para tucanos e socialistas, o senador e candidato ao governo do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT-MT), tem dito que as divergências entre o setor do agronegócio e a possível candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, são coisa do passado.

Leia também: Ex-governador tucano assume vaga ao Senado na chapa de Pedro Taques

“Essas divergências (entre Marina e agronegócio) já estão superadas, estamos em outra conjuntura. Esse diálogo já tem sido feito pelo PSB, inclusive pelo prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes. Não tem como pensar no desenvolvimento do Brasil, sem pensar no Mato Grosso”, disse Taques.

Nesta terça-feira, o senador participará fará campanha ao lado do presidenciável tucano Aécio Neves e de partidos nacionalmente aliados ao PSDB, como DEM, PP e PTB. Taques disse ainda que “certamente” fará campanha ao lado de Marina Silva, caso ela seja confirmada como candidata.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 30 de julho de 2014 Eleições | 13:30

Ex-governador tucano assume vaga ao Senado na chapa de Pedro Taques

Compartilhe: Twitter
O ex-governador do Mato Grosso, Rogério Salles (PSDB). Foto: Divulgação

O ex-governador do Mato Grosso, Rogério Salles (PSDB). Foto: Divulgação

O senador e candidato ao governo do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), anunciará nesta tarde a entrada do ex-governador tucano Rogério Salles na disputa pelo Senado, em sua coligação. A primeira suplência deve ficar com o empresário Antonio Donizette Aguilera (PTB), enquanto a segunda suplência permanece com a deputada estadual Luciane Bezerra (PSB).

Salles substituirá o senador Jayme Campos, que abandonou a disputa na semana passada. A vaga era disputada por representantes do PSDB, PTB e do PSB, mas na escolha prevaleceu a opção por fortalecer o palanque para o presidenciável tucano, Aécio Neves.

Nos últimos dias, contudo, Taques tem buscado azeitar as relações com os aliados, em especial com o PSB – que já deu sinais de apoio ao candidato ao Senado Wellington Fagundes (PR), coligado com o petista Lúdio Cabral.

Durante a campanha, Taques e Salles vão resgatar a atuação de ambos durante a operação “Arca de Noé”, deflagrada em 2002 pela Polícia Federal. Na época, Taques era procurador e o tucano governava o estado. A estratégia já foi utilizada na campanha de Taques ao Senado, em 2010. Agora, a ideia é apresentar Salles como o governador responsável pela prisão do banqueiro João Arcanjo Ribeiro.

Leia também: No Mato Grosso, candidato petista recorre a Lula e JK

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 24 de julho de 2014 Eleições | 07:30

PSB, PSDB e PTB disputam vaga do Senado em chapa de Pedro Taques

Compartilhe: Twitter
O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Além de se explicar diante das críticas dos adversários por uma suposta fraude em pesquisa eleitoral divulgada no último fim de semana, a coligação liderada pelo senador e candidato ao governo do Mato Grosso Pedro Taques (PDT-MT) ainda precisa definir quem substituirá o candidato Jayme Campos (DEM-MT) na disputa pelo Senado.

Campos desistiu de concorrer no início da semana, quando alegou falta de “solidariedade” de alguns partidos da aliança, como PSB e PPS, que estariam mais inclinados a pedir votos para o candidato Wellington Fagundes (PR-MT), aliado do petista Lúdio Cabral.

Para resolver o impasse, os principais nomes da disputa são o de Luciane Bezerra, até então 2ª suplente de Campos, o da ex-senadora Serys Slhessarenko (PTB-MT) e do vice-prefeito de Rondonópolis, Rogério Salles (PSDB-MT).

Luciane poderia reaproximar a coligação do PSB do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, além de fortalecer o palanque do presidenciável Eduardo Campos no estado. Por outro lado, o PTB defende que Serys já tinha se apresentado como pré-candidata antes da escolha por Campos e lembra que a candidata já ultrapassou os 500 mil votos em eleições anteriores. Já Salles contemplaria melhor a região sul do estado e  poderia aumentar a presença do presidenciável tucano Aécio Neves.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de julho de 2014 Eleições | 10:30

Presidente do PROS no Mato Grosso chama Pedro Taques de ‘rei da fraude’

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Após a divulgação de uma pesquisa considerada “inconsistente” pelo Tribunal Regional Eleitoral, o senador e candidato ao governo do Mato Grosso, Pedro Taques (PDT-MT) tem sido alvo de críticas dos adversários no estado. “O rei da moralidade agora é o rei da fraude”, alfinetou o presidente estadual do PROS e deputado federal, Valtenir Pereira.

Aliado do petista Lúdio Cabral, que também disputa o governo local, Pereira afirma que a pesquisa “alterou as proporcionalidades nas regiões em que Pedro Taques tem uma base mais forte”. De acordo com o levantamento realizado pelo Instituto Vox Populi e publicado no Diário de Cuiabá no último sábado, Taques venceria no primeiro turno, seguido de José Riva (PSD) e, por último, Lúdio Cabral.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de julho de 2014 Congresso | 09:00

Sessão que discutirá projetos de segurança pública preocupa o Planalto

Compartilhe: Twitter

O Palácio do Planalto está preocupado c0m a sessão temática sobre segurança pública, que será realizada no dia 15 de julho, convocada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a pedido dos secretários de segurança pública dos quatro estados do sudeste.

O medo é que o apelo eleitoral despertado por temas como maioridade penal e vandalismo – para citar alguns dos assuntos que serão debatidos – estimule os senadores a aproveitarem a sessão para votar a toque de caixa os projetos.

A torcida do Planalto é pela falta de quórum. O governo já age para convencer senadores como Armando Monteiro (PTB-PE) e Pedro Taques (PDT-MT) – que é candidato ao governo do Mato Grosso – a segurarem possíveis votações.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 9 de maio de 2014 Eleições | 14:00

Pedro Taques embarca no apoio evangélico do Mato Grosso

Compartilhe: Twitter
Senador Pedro Taques (PDT-MT) e Pastor Everaldo em reunião no Grande Templo das Assembléias de Deus (Foto: Divulgação)

Senador Pedro Taques (PDT-MT) e Pastor Everaldo em reunião no Grande Templo das Assembléias de Deus (Foto: Divulgação)

O senador Pedro Taques (PDT-MT), pré-candidato ao estado do Mato Grosso, está aproveitando ao máximo o apoio evangélico do novo aliado do PSC, o presidenciável Pastor Everaldo.

No dia seguinte à confirmação da aliança PDT-PSC, os dois foram diretamente ao Grande Templo das Assembleias de Deus, em Cuiabá, onde receberam o apoio do presidente da Convenção Estadual Evangélica e do Conselho de Pastores local, Sebastião Rodrigues.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 8 de maio de 2014 Eleições | 20:57

Pastor Everaldo fecha aliança com PDT no Mato Grosso

Compartilhe: Twitter
Em reunião, o pré-candidato à presidência Pastor Everaldo (PSC) e o senador Pedro Taques (PDT-MT) fecharam acordo. (Foto: Divulgação)

Em reunião, o pré-candidato à presidência Pastor Everaldo (PSC) e o senador Pedro Taques (PDT-MT) fecharam acordo. (Foto: Divulgação)

Em reunião na sede do Diretório Regional do PSC em Cuiabá (MT), o pré-candidato cristão à presidência Pastor Everaldo e o senador Pedro Taques (PDT-MT) fecharam acordo para as eleições de 2014.

Leia também: ‘Família será o mote da campanha do pastor Everaldo’, diz líder do PSC

“O Pedro Taques se comprometeu a abrir um palanque aqui e a me receber, estar conosco”, afirmou Everaldo. “Ele representa seriedade e a gestão com transparência e eficiência. Nós coincidimos em nossos ideais.”

Taques também confirmou presença na convenção nacional do PSC, que lançará oficialmente a candidatura do pastor.

Além do PSC, o PDT do Mato Grosso deverá dividir palanque com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Já Dilma Rousseff (PT) será recebida pelo candidato petista, Lúdio Cabral.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última