Publicidade

Posts com a Tag PEN

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015 Partidos | 10:30

‘Um partido de oposição não é muito bem-vindo’, diz fundador do Partido Novo

Compartilhe: Twitter
O fundador do Partido Novo Cláudio Barra. (Foto: Divulgação)

O fundador do Partido Novo Cláudio Barra. (Foto: Divulgação)

O presidente do diretório distrital e fundador do Partido Novo, Cláudio Cavalcanti Barra, tem reclamado da demora para obtenção do registro da nova sigla. O grupo levou a documentação ao Tribunal Superior Eleitoral em julho do ano passado, mas quase seis meses depois o processo ainda não foi julgado.

“Eles não têm vontade política em tramitar o processo. Está demorando muito. Um partido de oposição não é muito bem-vindo. Se for para entrar na base, é outro tempo”, critica Barra. “Cada processo está instruído de forma diferente, o que é óbvio. Mas não se justifica demorar mais de 6 meses num processo administrativo”, completa.

O último pedido analisado foi o de criação da Rede Sustentabilidade, que levou menos de dois meses para ser concluído – e negado. Pouco antes, foi autorizada a criação do PROS e do Solidariedade, com cerca de três meses de tramitação. No ano anterior, entretanto, o Partido Ecológico Nacional (PEN) teve de aguardar mais de nove meses até ser registrado. Dos quatro, apenas o PROS compõe a base do governo.

Leia também: Ainda sem registro, Partido Novo é o terceiro maior no Facebook

 

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014 Congresso | 07:30

Presidente do PRB dá como certa aliança com G-10 dos nanicos

Compartilhe: Twitter
Marcos Pereira (foto: divulgação)

Marcos Pereira (foto: divulgação)

De acordo com o presidente do PRB, Marcos Pereira, está praticamente fechada a aliança da sigla com o grupo auto-intitulado G-10. O bloco reúne os 24 deputados eleitos por PTN, PHS, PSL, PSDC, PRTB, PMN, PTC, PRP, PEN e PTdoB.

“Nós estamos caminhando cada vez mais nesse sentido. A formalização deve sair em fevereiro”, diz Pereira. Com a entrada dos 21 deputados federais eleitos pelo PRB, o grupo chegará a 45 deputados, o equivalente à quarta maior força da Câmara.

A adesão do PRB faz parte de uma estratégia da sigla para capitalizar o crescimento da sigla nesta legislatura e ampliar o raio de sua influência, liderando os nanicos.

Leia também: Márcio Marinho é cotado para assumir liderança do PRB em 2015

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 Política | 22:00

São Paulo aprova proibição do uso de animais em testes para cosméticos

Compartilhe: Twitter

A repercussão em torno do caso do Instituto Royal, de São Roque (interior de SP), e a mobilização dos deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo, fizeram que o projeto de lei do deputado Feliciano Filho (PEN), que proíbe a utilização de animais para testes, protocolado em outubro deste ano já fosse aprovado pela Casa.

O assunto foi discutido em audiência pública na Casa. O texto, que será agora analisado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), proíbe o desenvolvimento, experimentos e testes -chamado de vivissecção- de produtos cosméticos, higiene pessoal, perfumes e seus componentes no Estado.

Leia também: Direção do Instituto Royal processará ativistas

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 15 de outubro de 2013 Partidos | 07:00

Mesmo após prazo legal, PEN promete candidatura a deputada para recrutar mulheres

Compartilhe: Twitter

Até ontem, o PEN ainda usava as redes sociais para recrutar mulheres interessadas em se filiar à legenda, com a promessa de poderiam disputar uma vaga de deputada estadual na eleição em São Paulo. O convite vinha acompanhado da afirmação de que o partido precisa assegurar a cota de 30% de participação feminina. Só que o prazo de filiação para quem pretende disputar 2014 se encerrou no dia 5.

O contato com possíveis interessadas foi feito pelo Facebook. O primeiro era feito por inbox. Se a pessoa respondesse com interesse, um e-mail com as fichas de filiação e de pré-candidatura era enviado. “Também sou candidato a deputado estadual e tenho ainda 49 vagas para mulheres saírem como candidatas pelo PEN51. Já levei 15 amigas do Facebook e é apenas uma oportunidade, se interessar”, diz o e-mail.

Reproduçãao/Facebook

Reproduçãao/Facebook

A mensagem era enviada em nome de Fábio Fernando Peres França. Por telefone, o interlocutor dizia que interessadas não precisariam ter dinheiro para disputar. Ele avisou ainda que a candidata nem sequer precisaria fazer campanha, poderia apenas preencher a ficha de filiação e enviá-las por e-mail ou entregar para a liderança do partido, na Assembleia Legislativa de São Paulo. Para as que quiserem participar da campanha, bastaria estar presente em duas reuniões anuais do partido, para conhecer “políticos influentes que podem arrumar um cargo”. E, segundo ele, pagam bem.

Questionado sobre o fato de o prazo para filiação ter se encerrado no último dia 5, França disse que o prazo valeria somente para quem precisaria se desfiliar. Na liderança do PEN, atendentes diziam que o prazo de filiação só venceria às 19 horas de segunda-feira. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) discorda. Reafirma categoricamente que só pode disputar quem se filiou até o dia 5, independentemente de sua origem. E avisa que o prazo que venceu ontem é aquele para que os partidos comuniquem à Justiça Eleitoral sua relação atualizada de filiados.

O presidente do PEN em São Paulo, deputado Feliciano Filho (SP), afirmou que não tinha conhecimento da abordagem pois não era a pessoa responsável pelas filiações. E o presidente nacional do partido, Adilson Barroso, afirma não se lembrar de conhecer o autor das mensagens. Para ele, deve ser “uma pessoa lutadora ajudando a fazer política”. “O pessoal lá (na liderança do partido) não tem experiência, pode ter sido mal orientado, mas as assinaturas tinham que ser feitas até o dia 5. E nós conseguimos atingir nossa cota de mulheres, não temos essa preocupação, vamos sair com mais de 300 candidatos”, afirmou Barroso.

 

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 Partidos | 20:36

PEN anuncia Locke para o governo de SP e promotor diz que nem sequer é filiado

Compartilhe: Twitter

O presidente nacional do PEN (Partido Ecológico Nacional), Adilson Barroso, tem adeclarado com pompa que o presidente da Associação do Ministério Público de São Paulo, o promotor Felipe Locke Cavalcanti, será o candidato ao governo do Estado de São Paulo do partido. Locke, entretanto, negou hoje qualquer possibilidade de disputar.

O promotor disse que foi procurado pelo PEN, e por outros partidos, mas avisou que nem sequer se filiou a alguma legenda. Disse ainda que sua função, de acordo com a Constituição, não permite que ele exerça um cargo político.

Locke foi um dos líderes da campanha contra Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37 e à similar para o Estado, de autoria do deputado Campos Machado (PTB-SP), que propunham limitações ao poder de investigação do Ministério Público.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 4 de outubro de 2013 Partidos | 12:10

Enquanto sonha com Marina Silva, PEN faz as contas

Compartilhe: Twitter

Por trás do discurso de que estaria disposto entregar totalmente o partido à ex-senadora Marina Silva,  o presidente do PEN, Adilson Barroso, já faz as contas. Embora no discurso ele repita que vai ceder a presidência do partido à ex-verde e dar a ela a oportunidade de concorrer numa legenda com a qual “tem tudo a ver” , o que ele enxerga é a oportunidade de usar a derrota da Rede na Justiça Eleitoral para impulsionar a estrutura de seu partido.

Marina Silva (Foto: Dida Sampaio/AE)

Marina Silva (Foto: Dida Sampaio/AE)

Já se falou em fundir o PEN com a Rede após a criação, mas o que está na mesa agora é permitir a Marina que ingresse no PEN junto com todos os seus aliados somente para disputar a eleição. Uma vez formalizada a Rede, ela e seu time migrariam para o novo partido. E Barroso se comprometeria a não pedir na Justiça os mandatos de quem deixar o PEN. 

Em troca, Barroso vê chances de levar um mandato de deputado federal para si próprio – sem Marina, seu plano é uma candidatura nanica à Presidência da República. Também avalia que conseguirá impulsionar as bancadas do partido nos Estados. No Legislativo federal, ele diz acreditar que muitos dos parlamentares que se elegerem pelo PEN podem optar por ficar na legenda, mesmo que a Rede já esteja criada.

Hoje, Barroso diz ter para oferecer a Marina 2 deputados federais, 35 estaduais, 3 suplentes de senador e diretórios instalados nos 27 estados brasileiros. Também já se apresentaram ao partido, segundo ele, 950 pré-candidatos a deputado estadual, 10 pré-candidatos a governador e 8 a vice-governador, além de 17 candidatos a senador, todos ligados à atual direção partidária. 

Marina entraria com a promessa de assumir a presidência nacional PEN, mas as instâncias abaixo dela teriam de contemplar a atual direção. Como essa troca de comando dependeria do cumprimento de ritos estatutários, Barroso passaria algum tempo na presidência da legenda, o que lhe daria uma vitrine de primeira hora para sua própria campanha.

Ontem à tarde, aliados de Marina diziam não haver aí nada aí que seja remotamente interessante para a ex-senadora. Mas, depois das discussões entre a ex-verde e aliados na noite de ontem, já há quem pense diferente. 

 

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 27 de setembro de 2013 Política | 14:00

Deputado paulista propõe proibir exposição e distribuição de animal como brinde

Compartilhe: Twitter

A exposição de animais, a distribuição como brinde e até o transporte de animais podem ser proibidos no Estado de São Paulo. O deputado Feliciano Filho (PEN) protocolou um projeto de lei que  prevê multa no valor de 200 Ufesps (R$ 3.874,00) por animal exposto a “situações que caracterizem humilhação, constrangimento, estresse, violência ou prática que vá contra a sua dignidade e bem-estar”.

A proposta proíbe também manter animais destinados à venda em locais inadequados ao seu porte e manter ou transportar animais em locais que os “impossibilite de expressar seu comportamento natural”.

“Estes atos devem ser punidos de forma exemplar a fim de educar a população, conscientizando desta forma o proprietário em relação à posse responsável, bem como aos direitos garantidos aos animais em normas vigentes. Conseqüentemente esta punição diminuirá consideravelmente o número de proprietários de cães e gatos que permitem sua procriação indiscriminada”, justifica o deputado.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 Partidos | 18:00

Discussão de um plano B para Marina vai além do PPS

Compartilhe: Twitter

Enquanto a ex-senadora Marina silva corre para tentar viabilizar a criação de sua Rede Sustentabilidade, começa a se falar com mais frequencia em um plano B para a ex-verde. Embora alguns aliados ainda insistam na possibilidade de uma filiação de Marina ao PPS, a movimentação do ex-governador José Serra para disputar a eleição presidencial do ano que vem tem jogado por terra essa alternativa.

Alguns setores sugerem que Marina migre para o nanico PEN. O partido sonha com uma candidatura presidencial e já andou fazendo investidas sem sucesso no deputado Marco Feliciano (PSC-SP).

 

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 23 de julho de 2012 Partidos | 17:08

Recém criado, PEN já terá direito a pelo menos R$ 40 mil mensais

Compartilhe: Twitter

O PEN foi criado há pouco mais de um mês e já contará com um repasse de verba mensal de R$ 40 mil.

Pela legislação eleitoral, cada partido registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem direito a uma parcela mensal neste valor. Ela é oriunda da parte do fundo partidário que é distribuída de forma igualitária entre todas as legendas.

A outra parte é distribuída proporcionalmente de acordo com a bancada que o partido conseguiu eleger para a Câmara dos Deputados. Para usufruir do montante proporcional, o PEN terá que seguir os passos do PSD e brigar pelo dinheiro na justiça.

Autor: Tags: , , ,

Partidos | 08:42

Deputado justifica poucas adesões em nova legenda

Compartilhe: Twitter

O deputado Fernando Francischini (PR) deixou o PSDB e tornou-se um dos fundadores do Partido da Ecologia Nacional, o PEN.

Segundo ele, um grupo de parlamentares com inquéritos no Supremo Tribunal Federal tentou se filiar à nova legenda, na semana passada, nas horas limites impostas pela legislação para a transferência sem que sofressem punições da Justiça eleitoral.

Francischini afirma que o comando do partido não aceitou.

— Antes só, do que mal acompanhado — declarou ao Poder Online.

Para o parlamentar, este é um dos motivos pelos quais o PEN acabou ficando com apenas dois deputados.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última