Publicidade

Posts com a Tag Pesquisa

terça-feira, 7 de outubro de 2014 Eleições | 15:00

‘Nós do PSDB não temos nenhuma confiança nas pesquisas do Ibope’, diz tucano

Compartilhe: Twitter

Responsável pela estruturação do PSDB paulista, César Gontijo não esconde sua insatisfação com as pesquisas divulgadas pelo Ibope.

“O Ibope não tem a menor credibilidade”, diz o tucano, que foi o responsável pela implantação no diretório paulista do PSDB de um dos mais abrangentes softwares de gestão partidária e análise conjuntural.

Segundo Gontijo, o Ibope foi incapaz de observar o crescimento de Aécio na reta final do primeiro turno. “Estávamos crescendo em todas as regiões do país e o Ibope não mostrava isso”, critica ele. “Até na boca de urna eles erraram”, acrescenta Gontijo.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 Brasil | 15:15

Bafômetro aprovado; bullying condenado

Compartilhe: Twitter

Outros dados interessantes da pesquisa do DataSenado, feita para avaliar como a população analisa temas que estão sendo discutidos nos projetos de reforma do Código Penal – há um sendo discutido no Senado e outro na Câmara dos Deputados. O instituto é ligado à Secretaria de Pesquisa e Opinião do Senado.

Lei Seca: 74% dos entrevistados aprovam o uso do bafômetro para detectar se o motorista ingeriu bebidas alcoólicas. Mas 73% discordam da possibilidade de que apenas o testemunho de um policial sirva para comprovar a embriaguez de um motorista.

Jogo do bicho: 50% são contra sua legalização; 48%, a favor.

Bullying: a grande maioria dos entrevistados – 80% – é a favor da criminalização de agressões e intimidações na escola.

Outra curiosidade: 59% perdoam quem furta um objeto e, arrependido, o devolve. Para a maioria dos ouvidos, o autor do crime não deve ser processado.

Autor: Tags: , , , ,

Brasil | 14:30

Contra o aborto e liberação de drogas; a favor da punição a quem discrimina homossexuais

Compartilhe: Twitter

A pesquisa do DataSenado mostra que a população se mantém conservadora em alguns aspectos e, ao mesmo tempo, adota posturas mais liberais – apoia, por exemplo, a criminalização de quem discrimina homossexuais. Vamos aos números:

Aborto: 82% são contra a possibilidade de aborto motivado apenas pela vontade da mulher. Já 78% admitem a interrupção de gravidez motivada por estupro; 74%, quando houver risco de morte para a gestante.

Entre os entrevistados, 67% foram favoráveis à permissão do aborto quando médicos disserem que o bebê tem uma doença grave e pode morrer logo depois do nascimento.

Drogas: 89% não admitem que pessoas possam produzir e guardar drogas para uso próprio.

Ortonásia: os entrevistados se dividiram quanto à possibilidade de interrupção de tratamento de um paciente terminal. Dos que foram ouvidos, 49% defenderam o poder de escolha do paciente; 48% foram contra.

Preconceito: 77% afirmaram ser favoráveis à punição criminal de quem discriminar homossexuais; 85% disseram que deve considerado crime a manifestação de preconceito contra estrangeiros ou contra brasileiros que vivam fora de suas regiões de origem.

Autor: Tags: , , , ,

Brasil | 14:15

População quer penas mais pesadas

Compartilhe: Twitter

Para dar subsídios aos senadores que estudam a reforma do Código Penal Brasileiro, o DataSenado fez uma pesquisa nacional, por telefone, para saber o que a população acha de alguns temas discutidos. Os resultados, veja só, são bem interessantes:

. 76% querem um aumento no tempo de prisão para condenados. Hoje, o tempo de reclusão é limitado a 30 anos. Dos entrevistados, 36% acham que o prazo deveria ser de 50 anos; para 9%, de 40 anos.

. 89% defenderam a redução da maioridade penal, fixada em 18 anos. Para 35%, jovens a partir de 16 anos já deveriam ser processados e presos; 18% querem que o limite caia para 14 anos. Dos entrevistados, 16% acreditam que, a partir dos 12 anos, todos deveriam responder por seus crimes. Os mais radicais – 20% – acham que não deveria haver idade mínima para que suspeitos forssem processados.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 5 de setembro de 2012 Eleições | 09:44

Sociólogo sugere que Serra tem que mudar comunicação com eleitorado

Compartilhe: Twitter

De Marcos Coimbra, sociólogo e presidente do instituto Vox Populi de pesquisas de opinião, sobre a queda do tucano José Serra nas pesquisas para prefeito de São Paulo:

Serra não está mal por razões específicas de sua campanha, como alguns afirmam. Sua comunicação não é pior que em eleições passadas. É igual. E esse é o problema.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 15 de agosto de 2012 Eleições | 10:04

Presidente do Instituto Vox Populi acusa Datafolha de manipular pesquisa

Compartilhe: Twitter

Para o presidente do Instituto Vox Populi, o sociólogo Marcos Coimbra, o Datafolha produziu resultados de encomenda em sua última pesquisa de opinião sobre os sentimentos da população acerca do julgamento do Mensalão.

Segundo o jornal “Folha de São Paulo” divulgou no domingo,  o levantamento do Datafolha apontava que  73% da população defendem cadeia para os acusados de participar do escândalo.

Em artigo intitulado “Resultados de encomenda”, publicado hoje no jornal “Correio Braziliense”, Marcos Coimbra afirma:

“A pesquisa abusou de perguntas indutivas, que tendiam a conduzir os entrevistados a determinadas respostas. Como diz a literatura em língua inglesa, fornecendo-lhes ‘pistas’ sobre as respostas ‘corretas’. “

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 20 de abril de 2012 Brasil | 09:38

Mais de um terço da população brasileira diz que já foi vitima de violência ou crime

Compartilhe: Twitter

Pesquisa realizada pelo DataSenado, uma espécie de instituto de pesquisas do Senado Federal, revela que 38% dos entrevistados já foram vítimas de algum tipo de violência ou crime.

Os dados foram obtidos por telefone, entre os dias 19 e 28 de março, ouvindo-se 1.242 pessoas com mais de 16 anos, em 119 municípios de todo o país. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo o DataSenado, das pessoas que se disseram vítimas de crime ou ato violento, 32% afirmaram não ter procurado uma delegacia para fazer o boletim de ocorrência.
O principal motivo para não fazerem o registro foi a descrença de que a polícia resolveria o problema.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 23 de março de 2012 Eleições | 07:00

Campeão de rejeição ao lado de Serra, Netinho considera índice normal: “somos os mais conhecidos”

Compartilhe: Twitter

O pré-candidato a prefeito de São Paulo, Netinho de Paula (PCdoB), considera normal que ele e José Serra (PSDB) sejam os campeões em rejeição.

Segundo o último levantamento do Datafolha, o comunista tem 40% de rejeição e lidera este ranking. Serra é o segundo colocado com 30%.

Na opinião de Netinho, a rejeição é uma taxa que caminha junto com a intenção de voto (com 10% do eleitorado, o pré-canditado ocupa a terceira colocação na corrida municipal).

Além disso, ele acredita que os dois têm outra característica que os leva para a liderança desse quesito:

— Somos os mais conhecidos, é natural que isso aconteça – resumiu.

Netinho aposta na sua condição de comunicador como fator a seu favor na tarefa de enfrentar o problema e dialogar com o eleitor.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 Brasil | 10:06

Para brasileiro, número de greves será maior neste ano

Compartilhe: Twitter

Três dias depois do fim da greve de policias militares na Bahia, uma pesquisa do Ibope Inteligência em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN) mostra que 48% dos brasileiros acreditam que o número de greves, manifestações e protestos de trabalhadores de diversos setores aumentará em 2012.

Mais da metade população mundial (55% das pessoas entrevistadas), preocupada principalmente com a crise econômica em diversos países da Europa, também diz acreditar que as manifestações públicas se intensificarão neste ano.

A pesquisa ouviu 51.425 pessoas em 58 países.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 Partidos | 16:06

PSD faz pesquisa para identificar perfil do eleitor

Compartilhe: Twitter

O PSD do prefeito Gilberto Kassab recebeu há alguns dias resultado de uma pesquisa qualitativa e quantitativa para identificar o perfil do eleitor.

Foram ouvidas três mil pessoas pelo telefone e foram feitas 180 entrevistas, pessoalmente, em 46 cidades de 18 estados, além do Distrito Federal.

Os pesquisadores foram à campo no final do ano passado com missão de descobrir o que querem e quais são os valores dos brasileiros, o que entendem por política e como avaliam o governo federal.

O material, transformado em um livro de 54 páginas, servirá de base para a elaboração do programa do partido.

O resultado da pesquisa será apresentado pelo vice-governador Guilherme Afif Domingos amanhã, em Belo Horizonte. Afif é presidente do Espaço Democrático, fundação do PSD que tem a função de elaborar o programa do partido e realizar a formação política dos militantes.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última