Publicidade

Posts com a Tag PMN

quarta-feira, 6 de abril de 2011 Congresso | 18:42

Jaqueline Roriz posa para fotos no Plenário da Câmara

Compartilhe: Twitter

Flagrada em vídeo recebendo suposta propina de Durval Barbosa, delator do esquema do mensalão do DEM no DF, a deputada Jaqueline Roriz (PMN) voltou hoje à  Câmara — depois de mais de 30 dias sem aparecer na Casa — para apresentar sua defesa ao Conselho de Ética.

A deputada circulou agora há pouco pelo cafezinho do Plenário da Câmara, cumprimentou parlamentares e ainda posou para fotos:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 31 de março de 2011 Congresso | 19:01

Aníbal Diniz afirma que representação para cassar seu mandato no Senado é “factóide”

Compartilhe: Twitter

O senador Aníbal Diniz (PT-AC) afirmou ao Poder Online que a nova representação do PMN pedindo a cassação de seu mandato ao Senado não passa de um “factóide” criado pelo senador Sérgio Petecão (PMN-AC).

Segundo ele, ação igual foi apresentada por chapa adversária, em 2006, no Tribunal Regional Eleitoral e no Tribunal Superior Eleitoral, e foi julgada inválida por falta de provas.

— Isso é puro factóide. O Petecão voltou ao nível rasteiro dele, ainda da época da campanha. Eu acho que ele está em desconforto com a população do Acre por ter anunciado adesão ao partido de Kassab, após anos na oposição, e aproveitou o embalo para criar esse fato político.

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 13:22

PMN pede à Mesa do Senado a cassação do mandato do senador Aníbal Diniz

Compartilhe: Twitter

Depois de entrar com ação no Supremo Tribunal Federal e na Procuradoria Geral da República contra o senador Aníbal Diniz (PT-AC), o PMN entrará hoje, às 16h, com uma representação na Mesa Diretora do Senado pedindo a cassação do mandato do senador.

O partido alega que Aníbal não se desincompatibilizou do cargo público no prazo legal para concorrer como primeiro-suplente de Tião Viana em 2006. Com a eleição de Viana ao governo do Acre no ano passado, Aníbal assumiu sua vaga no Senado.

A representação foi assinada pelo senador Sérgio Petecão (PMN-AC) e pelo segundo-suplente da coligação Carlos Augusto Coelho de Farias, que assumiria o lugar de Aníbal caso ele tivesse o mandato cassado.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 Congresso | 09:03

Partidos menores se juntam no Senado em busca de gabinete de liderança

Compartilhe: Twitter

Depois do PSOL e PCdoB decidirem se juntar para reivindicar um gabinete de liderança no Senado, outros partidos menores — PMN, PSC e PRB — também se articulam para brigar por seu espaço.

Os três partidos possuem, cada qual, um senador eleito. Da mesma forma estão o PPS e o PV.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Congresso | 17:30

Bloco de esquerda pode ultrapassar blocão do PMDB

Compartilhe: Twitter

Líder do PDT na Câmara, Dagoberto Nogueira (GO) afirmou que os partidos de esquerda bateram o martelo na formação de um bloco composto pelo PDT, PSB, PV, PCdoB, PRB e PMN. Mas que também estão abertos ao PT, em caso de somar forças para contrapor o blocão formado pelo PMDB com partidos da base governista.

Ao Poder Online, Dagoberto contabiliza que, se o PT entrar no “bloco de esquerda”, o grupo ultrapassa o número de deputados do blocão comandado pelo PMDB.

— A nossa aliança está feita, resta saber se o PT vai entrar. Neste caso, estando o PP realmente fora do blocão com o PMDB, o nosso grupo teria maioria. E se o PP viesse para o nosso lado, seria uma maioria esmagadora. Agora, o Vaccarezza (líder do Governo na Câmara) preferiu não sinalizar que o PT se juntaria ao bloco, até porque teríamos uma guerra aqui dentro. É melhor negociar.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 8 de junho de 2010 Eleições | 09:12

No ES, Velloso Lucas sofre com cerco de Casagrande

Compartilhe: Twitter

Pré-candidato ao governo do Espírito Santo pelo PSDB, o deputado Luiz Paulo Velloso Lucas, ficou preocupado com o anúncio de que o blocão -– formado pelo PR, PDT, PP, PRB e PSC –- vai apoiar a chapa de seu adversário, Renato Casagrande (PSB).

Com a aliança, a chapa encabeçada pelo senador já reúne 11 partidos.  No momento, Velloso Lucas tem apoio apenas do PTB e dos Democratas, que abandonaram a indecisão na semana passada após intervenção da Executiva Nacional.

Na tentativa de diminuir a disparidade entre as coligações, o deputado, além dos nanicos PMN e PTC PHS e PTdoB,  corre atrás de acordo com os aliados nacionais dos tucanos: o PV e o PPS. Mas está difícil.

O PV ainda não respondeu se aceita indicar o vice da chapa.  E o PPS, partido ao qual já foi filiado, só deve se resolver no último minuto, pois também tem ligações com o governador Paulo Hartung (PMDB), que apoia Casagrande.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última