Publicidade

Posts com a Tag PP

quinta-feira, 26 de março de 2015 Congresso | 09:00

‘Vamos combater corrupção ou só o PT’, questiona petista sobre CPI da Petrobras

Compartilhe: Twitter

Integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga denúncias de corrupção na Petrobras, o petista Afonso Florence (BA) tem dito que a oposição, com o apoio de parte significativa do PMDB, está tentando “espetacularizar” os trabalhos da CPI, “cerceando a investigação isenta”.

“Aceitamos a vinda do tesoureiro do PT, mas há delação contra o PMDB, o PSDB e o PP. Por que os tesoureiros deles não podem vir?”, questionou Florence. “Nós vamos combater a corrupção ou vamos combater somente o PT?”

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 Congresso | 09:00

‘Crime de Bolsonaro não pode cair na vala comum da impunidade’, diz Érika Kokay

Compartilhe: Twitter

A bancada feminina do PT solicitará ao partido que peça o desarquivamento do processo contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) no Conselho de Ética. O deputado foi alvo de uma representação conjunta do PT, PSB, PCdoB e PSOL após dizer que “não estupraria” Maria do Rosário (PT-RS) “porque ela não merecia”. Na época, a ex-ministra de Direitos Humanos também entrou com duas ações na Justiça.

Leia também: ‘Só uma mulher mal-intencionada se sentiu ofendida’, diz filho de Bolsonaro sobre Maria do Rosário

“Nós não podemos permitir que caia na vala comum da impunidade a gravidade do crime que foi cometido aqui pelo deputado Jair Bolsonaro”, diz a deputada federal Érika Kokay (PT-DF). “O deputado considerou o estupro um prêmio. O deputado fez uma apologia na Tribuna, onde ele disse que iria honrar a Constituição que fala em dignidade humana, a um dos crimes mais hediondos que existe. Ao estupro. A pisotear as mulheres.”

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 Partidos | 10:00

Bolsonaro defende que PP expulse envolvidos na Lava Jato

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) tem defendido que seu partido expulse todos os envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. Proporcionalmente, o partido é o que mais apareceu nas investigações, até o momento.

“O Alberto Youssef já disse que no meu partido só sobrariam dois. Eu não sei quem são os dois, mas, se eu recebi algum dinheiro, o partido não levou meu voto para o Executivo”, diz Bolsonaro.

Saiba mais: Lava Jato paira sobre Eduardo Cunha e mais 16 membros do novo Congresso

Dos 45 parlamentares da sigla, seis foram citados nas investigações: os deputados federais José Otávio Germano (RS), Luiz Fernando Faria (MG), Nelson Meurer (PR) e Simão Sessim (RJ) e os senadores Benedito de Lira (AL) e Ciro Nogueira (PI).

No Congresso Nacional, a expectativa é de que até o fim do mês o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente a lista oficial dos parlamentares citados nos depoimentos do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef e peça a abertura de inquérito ao Supremo Tribunal Federal.

Leia também: Bolsonaro desiste da Comissão de Direitos Humanos

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 Congresso | 16:52

Bolsonaro desiste da Comissão de Direitos Humanos

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

Ao iniciar seu 25º ano de mandato, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) avisou aos colegas de bancada que desistiu de disputar a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, ao contrário do que havia sinalizado no final do ano passado.

Embora tenha sido o deputado mais votado do Rio de Janeiro nas últimas eleições, Bolsonaro diz que sua relação com o partido está “estremecida”, desde a convenção da sigla no ano passado, quando o partido se recusou a apoiar sua candidatura à presidência da República.

“Agora tenho outras prioridades, preciso me estruturar para que em 2018 eu possa estar em condições de concorrer a algum cargo maior e meu partido me apoiar, sem me deixar refém. Sou um deputado que deveria ser valorizado, com meio milhão de votos”, diz Bolsonaro.

Em 2014, Bolsonaro perdeu a disputa pela Comissão por apenas dois votos contra o petista Assis do Couto (PR). Na época, ele lançou uma candidatura avulsa, sem indicação do PP.

Leia também: Jair e Eduardo Bolsonaro terão gabinete em família

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 Congresso | 20:06

Jair e Eduardo Bolsonaro terão gabinete em família

Compartilhe: Twitter
Em família: os deputados Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

Em família: os deputados Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Alan Sampaio / iG Brasília

Pai e filho, os deputados federais Jair Bolsonaro (PP-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) pretendem realmente atuar lado a lado nos próximos quatro anos. Recém-chegado à Câmara, Eduardo conseguiu um gabinete vizinho ao que seu pai ocupa há 24 anos consecutivos, no Anexo 3 da Casa.

Anteriormente ocupado pelo petista Afonso Florence (BA), ainda falta um bocado para que o gabinete de Eduardo fique tão decorado quanto o de Jair, conhecido por seus cartazes polêmicos. Mas o primeiro passo já foi tomado. “A primeira coisa que eu fiz foi tirar um adesivo que tinha com a cara da (presidente) Dilma (Rousseff) e colocar esse com ‘Fora Dillma e leve o PT junto’. Botei até a foto no Facebook”, diz.

Embora as equipes dos dois atuem praticamente em conjunto, por enquanto a decisão é manter a divisória entre os gabinetes 481 e 482. “É preciso que ele tenha um pouco de independência, tá na hora de cortar o cordão”, brinca o pai. Experiente, porém, Jair acompanha de perto as primeiras iniciativas do filho, como a apresentação de um projeto que altera a Lei de Planejamento Familiar, acabando com as restrições para cirurgias de vasectomia e ligadura de trompas.

Leia também: ‘Só uma mulher mal-intencionada se sentiu ofendida’, diz Eduardo Bolsonaro sobre Maria do Rosário

Autor: Tags: , , , , ,

Estados | 15:00

Paulo Maluf dá conselhos a Marta Suplicy

Compartilhe: Twitter
O ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP). (Foto: Divulgação)

O ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP). (Foto: Divulgação)

Paulo Maluf, que já encarou uma eleição nada amigável com Marta Suplicy, se arrisca a dar alguns conselhos para a petista. Diante das especulações sobre a possível saída de Marta do partido, ele dispara: “Ela deveria se espelhar em mim. Veja só, eu estou há anos e anos no mesmo partido. Acho que se ela quer brigar, deve fazê-lo dentro do PT”, diz ele.

Nas últimas duas eleições, Maluf tirou foto ao lado de Fernando Haddad e Alexandre Padilha nas negociações de apoio do PP aos dois petistas, nas disputas para a prefeitura paulistana e o governo paulista. Agora, se Marta for a candidata em 2018 pelo PT, Maluf já não demonstra tanta certeza assim de que repetiria o gesto: “Ah, aí temos que pensar. Marta vai almoçar na minha casa com o Lula? O Haddad foi. Tem que pensar”.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 Congresso | 15:50

Ativistas preparam manifestações contra Bolsonaro na Câmara

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

Nesta semana, duas manifestações foram convocadas para protestar contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), na Câmara dos Deputados. Os atos previstos para terça e quarta-feira pedem a cassação do parlamentar por quebra de decoro e apologia ao estupro contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Saiba mais: Após insulto contra deputada, Jair Bolsonaro será alvo de ação judicial

Na semana passada, Bolsonaro disse à ex-ministra “não te estupro porque você não merece” e, em entrevista ao jornal Zero Hora, reforçou a declaração dizendo que a deputada “não merece porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia. Não faz meu gênero”. Diante das declarações, PT, PSB, PCdoB e PSOL entraram com uma ação conjunta pedindo a cassação do mandato do deputado.

Na internet, os eventos somam mais de dez mil confirmações. Além disso, foi criada uma petição virtual na Avaaz, que até o momento reúne cerca de 160 mil assinaturas. O objetivo do grupo é alcançar 500 mil, para entregar ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Entre as palavras de ordem, está a frase “Bolsonaro não merece ser deputado”, em referência ao movimento “Não mereço ser estuprada”, organizado por feministas no início no ano.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 Congresso | 10:30

Corregedoria da Câmara já recebeu cinco denúncias contra Bolsonaro

Compartilhe: Twitter
Jair Bolsonaro (Foto: Renato Araújo/ABr)

Jair Bolsonaro (Foto: Renato Araújo/ABr)

Desde sua criação, em março de 2013, a Corregedoria da Câmara já recebeu cinco pedidos de representação por quebra de decoro contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Todas foram arquivadas pela Mesa Diretora da Câmara sob o argumento da “imunidade material”, que garante livre expressão aos parlamentares.

Entre os casos mais recentes está o da jornalista Manuela Borges, da Rede TV, a quem Bolsonaro chamou de idiota após ser questionado sobre o golpe militar. “Você é uma analfabeta! Não atrapalhe seus colegas, você está censurada!”, disse na época o deputado, visivelmente exaltado.

Boa parte das denúncias, entretanto, não chega a passar pela Corregedoria. É o caso do pedido de representação encaminhado na última semana pela deputada federal Érika Kokay (PT-DF). O documento foi arquivado pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), antes mesmo de ser analisado pela Corregedoria.

Outro exemplo ocorre quando as representações são encaminhadas pelos partidos diretamente ao Conselho de Ética. Foi o que fez o PSOL, no ano passado, quando afirmou que Bolsonaro teria agredido fisicamente o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) com um soco. Na época, a denúncia foi arquivada pois os conselheiros avaliaram que a agressão não podia ser comprovada pelas imagens apresentadas.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 Eleições | 19:51

Bolsonaro agradece votos e diz ‘rumo ao Planalto’

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Foto: Agência Câmara

Há 24 anos deputado federal, Jair Bolsonaro (PP-RJ) comemorou a conquista de seu sétimo mandato no Congresso Nacional e os mais de 707 mil votos recebidos por ele e seus dois filhos, nestas eleições. Empolgado com a votação, Bolsonaro se antecipou para uma nova disputa.

“A partir de hoje começamos uma nova batalha. Rumo ao Planalto em 2018”, disse o parlamentar a seus seguidores no Facebook. No início do ano, Bolsonaro chegou a se oferecer, sem sucesso, como pré-candidato à Presidência da República pelo PP, para ter seu nome testado oficialmente pelas pesquisas iniciais de intenção de voto.

Como candidato a deputado federal, ele foi reeleito como o mais votado do Rio de Janeiro, com 464,7 mil eleitores. Nesta legislatura, ele terá a companhia do filho Eduardo Bolsonaro, eleito pelo PSC de São Paulo, com 82,2 mil votos. Já seu outro filho Flávio Bolsonaro (PP-RJ) foi reeleito deputado estadual com 160,4 mil votos. A família ainda conta com o vereador Carlos Bolsonaro (PP-RJ).

Leia também: Reeleito deputado pelo Rio, Bolsonaro quase quadruplicou votos em relação a 2010

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 21 de agosto de 2014 Eleições | 13:39

Candidato, Capitão Bruno pede voto com slogan ‘porque eu quis’

Compartilhe: Twitter

Famoso por responder “porque quis” após ter jogado gás de pimenta em manifestantes durante a marcha do 7 de setembro, em 2013, o agora candidato a deputado distrital Capitão Bruno (PP-DF) resgatou a frase como slogan de campanha.

“O DF quer segurança, e segurança é polícia nas ruas. Polícia é Polícia Militar. Sou o Capitão Bruno e, por você, que acredita no time do bem, eu fiz porque quis”, diz o programa eleitoral do candidato, que integra a base aliada do governador Agnelo Queiroz (PT-DF), na disputa pela reeleição no Distrito Federal.

Assista às declarações do capitão do Batalhão de Choque da PM:

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. Última