Publicidade

Posts com a Tag PPS

terça-feira, 24 de maio de 2011 Partidos | 20:27

PV e PPS vão sentar e discutir a relação

Compartilhe: Twitter

O mini-bloco formado por PV e PPS pendeu por um fio nesta terça-feira.

Os dois partidos foram mais uma vez parar em trincheiras opostas na votação do Código Florestal: o PV tentava aprovar requerimento para adiar a apreciação da matéria e o PPS, rejeitá-lo.

O deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) chegou a anunciar o rompimento no plenário. Recuou após o correligionário e líder do bloco, Sarney Filho (PV-MA), assinalar que o PPS estava livre para votar como quisesse.

Mas a rusga não passou em branco. “Vamos discutir mais na frente”, avisou Sirkis.

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 19 de maio de 2011 Congresso | 13:09

Um líder na oposição incomoda. Mas três líderes incomodam muito mais

Compartilhe: Twitter

Ontem, para forçar um acordo com o governo em torno do Código Florestal, a oposição resolveu obstruir as votações em plenário.

Para atrapalhar a sessão, os líderes do PSDB, do DEM e do PPS reveram-se em pedidos de leitura na íntegra dos relatórios dos projetos em pauta.

A estratégia retardou por algumas horas a sessão com enfadonhas e longas leituras, Acabou sendo um dos fatores a levar o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), a  fechar acordo com os ruralistas.

— É por isso que não nos interessa, no momento, fundir o PSDB com o DEM e o PPS. Tivemos aqui três líderes para atrapalhar a sessão. Se estivéssemos fundidos num só partido, teríamos um líder apenas — explica o deputado Marcos Pestana (PSDB-MG).

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 16 de maio de 2011 Congresso | 12:03

No PPS, deputados apresentam seis emendas pra lá, seis pra cá

Compartilhe: Twitter

Nem só na bancada governista há racha com relação ao Código Florestal.

O PPS é um bom exemplo da situação.

O deputado Moreira Mendes (PP-RO) é presidente da Frente Parlamentar Agropecuária. Por conta disso, apresentou seis emendas ao projeto de novo Código em tramitação na Câmara.

Já o vice-líder do partido na Câmara, Arnaldo Jordy (PPS0PA), é reconhecido como uma liderança ambientalista em seu Estado. Por conta disso, apresentou seis emendas contra os rualistas.

Autor: Tags: , , , ,

Congresso | 09:02

Líder do PPS diz que divergências com PV não surpreendem

Compartilhe: Twitter

Sobre a insatisfação do PV com o bloco com o PPS — por causa de divergências em torno do Código Florestal — o líder da bancada do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), disse ao Poder Online que o PV sabia onde estava pisando quando firmou a aliança.

— Não há nenhuma surpresa de partido nenhum. Quando fizemos o bloco, a gente sabia que nem sempre teríamos o mesmo posicionamento. É o que está ocorrendo agora com o Código Florestal — afirmou.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 13 de maio de 2011 Congresso | 08:09

Código Florestal ameaça romper bloco PV-PPS na Câmara

Compartilhe: Twitter

Cresce na bancada do PV a insatisfação com o bloco formado com o PPS na Câmara.

Acontece que o deputado Moreira Mendes (PPS-RO) é vice-líder do bloco e presidente da Frente Parlamentar Agropecuária.

Nas discussões sobre o novo Código Florestal, não foram poucas as vezes em que o deputado Moreira Mendes e o líder do PV, Zequinha Sarney, estiveram em pé de guerra. E declarada.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 2 de maio de 2011 Eleições | 09:02

Fruet ameaça deixar PSDB do Paraná rumo ao PPS

Compartilhe: Twitter

Gustavo Fruet

Candidato do PSDB ao Senado pelo Paraná, embora derrotado, Gustavo Fruet saiu com um belo patrimônio eleitoral.

Em Curitiba, por exemplo, obteve 650 mil votos. Daí por que Fruet agora quer ser candidato a prefeito da capital do Estado.

Tem o apoio do presidente nacional do partido, Sérgio Guerra. Mas o tucanato local ensaia fechar uma chapa pela reeleição do atual prefeito, Luciano Ducci (PSB).

Assustado, Fruet já começou negociações com o PPS, cujo presidente nacional do partido, Roberto Freire, lhe prometeu a candidatura a prefeito.

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 24 de abril de 2011 Eleições | 06:02

Fernando Gabeira: “A oposição está em extinção no Rio”

Compartilhe: Twitter

Fernando Gabeira (Foto: Valéria Gonçalvez/AE)

O ex-deputado federal Fernando Gabeira foi candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo PV em 2008, quando obteve o apoio de 49,17% dos eleitores, e a governador em 2010, com 20,68% dos votos de todo o Estado.

Um bom patrimônio eleitoral. Mas ele agora não sabe se vai concorrer a prefeito em 2012. Por dois motivos: a) “saí muito duro da campanha”;  b) “o PV do Rio está sendo seduzido a apoiar a reeleição do Eduardo Paes”.

Em entrevista ao Poder Online, Gabeira detalhou melhor a situação:

Poder Online — O senhor será candidato a prefeito do Rio em 2012?

Fernando Gabeira — Não digo que não. Mas acho muito difícil. Saí da campanha muito duro, muito sem grana. Estou tendo que trabalhar muito, tocar a minha vida. Também não sei se pega bem no eleitorado essa coisa de sair candidato em todas as eleições. E, além do mais, o PV está flertando com o prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Poder Online — O PV também? O PPS do Rio já está em plena negociação com o PMDB para aderir. Isso não é fruto do racha nacional do PV? O racha não espantou possíveis aliados em 2012?

Fernando Gabeira — Acho que não é isso. O problema aqui no Rio é o Eduardo Paes. Ele está querendo sair candidato à reeleição sem oposição. Está tentando cooptar todo mundo. Não é só o PV ou o PPS, também está atrás do Índio da Costa, do PSD. O Paes quer tudo.

Poder Online — Quem no PV do Rio está indo apoiar o prefeito?

Fernando Gabeira — Não sei se dá para dizer que tem alguém que já está indo. Mas o Alfredo Sirkis (deputado federal e presidente regional do partido) está discutindo o assunto com o Eduardo Paes. Aliás, o prefeito também me procurou. Ofereceu um cargo na organização das  Olimpíadas do Rio. Um trabalho mais internacional… Mas eu não aceitei. Não tenho nada contra o Eduardo pessoalmente, mas sou oposição. A oposição aqui no Rio está em extinção e alguém tem que segurar a onda.

Poder Online — Voltamos à questão do racha nacional. Isso não atrapalhou?

Fernando Gabeira — Acho que não teve nada a ver. Foi uma questão local. E, quanto ao racha, já está mais ou menos resolvido.

Poder Online — Como assim?

Fernando Gabeira — Está-se acomodando. Eu sempre achei que essa coisa de racha era desnecessária, e agora estamos começando a nos acertar. É consenso dentro do PV que o partido tem que se democratizar e que tem que haver rodízio no comando, arejar. O problema era apenas uma questão de prazos. A discórdia era sobre quando devemos fazer nova convenção. E já está ficando mais ou menos claro para todas as correntes que isto deve ocorrer até o final de 2011. Então não chega a ser um racha.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Eleições | 11:01

PPS do Rio deve abandonar a oposição

Compartilhe: Twitter

O PV do Rio de Janeiro deve perder um aliado histórico.

O PPS, que apoiou o verde Fernando Gabeira nas últimas eleições, reúne-se  hoje com o presidente regional do PMDB, Jorge Picciani.

Em pauta: aliança para a reeleição do prefeito peemedebista Eduardo Paes.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 18 de abril de 2011 Partidos | 19:02

Police Neto recebe convites do PPS, PCdoB e PDT

Compartilhe: Twitter

Nascido e criado no PSDB, o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, José Police Neto, entrou em uma fase de reflexão. Além do PSD do prefeito Gilberto Kassab – apontado como destino mais provável -, o agora ex-tucano tem convites para ingressar no PPS, PCdoB ou PDT.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 14 de abril de 2011 Congresso | 17:22

Roberto Freire se assusta com o mundo real

Compartilhe: Twitter

Do deputado Roberto Freire (PPS-SP), em seu perfil no twitter:

– Fiquei surpreso com o preço de uma passagem de Brasília para o Santos Dumont (Rio de Janeiro), na chamada ponte aérea: R$ 700!!! E não era a mais cara. Isso é uma extorsão!!!

Parlamentar desde 1979, Freire recebe, além do salário, uma verba de R$ 27 mil mensais para despesas como passagens aéreas.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 17
  4. 18
  5. 19
  6. 20
  7. 21
  8. Última