Publicidade

Posts com a Tag PPS

sexta-feira, 22 de agosto de 2014 Eleições | 10:30

‘Freire forçou a barra’ diz Suplicy sobre afirmação de que Marina apoiaria Serra

Compartilhe: Twitter
Senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Foto: Divulgação

Senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Foto: Divulgação

Na opinião do senador e candidato à reeleição Eduardo Suplicy (PT-SP), o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, “colocou palavras na boca de Marina Silva” ao afirmar que a presidenciável deixaria de apoiá-lo para defender o ex-governador tucano e também candidato ao Senado, José Serra.

Leia também: PSB pedirá ajuda de Renata Campos para conter debandada na campanha de Marina

“Não posso falar pela Marina. Mas nós nos encontramos no avião, no último sábado, e eu agradeci pela declaração de que, se ela votasse em São Paulo, votaria em mim”, contou Suplicy, que aproveitou o encontro para mostrar a Marina as últimas pesquisas do DataFolha, que indicam um empate técnico entre ele e José Serra. “Ela reagiu com muita simpatia. Acho que o Roberto Freire forçou a barra, ao dar aquelas declarações”, disse o senador.

Entre os compromissos assumidos por Marina Silva para substituir o presidenciável Eduardo Campos (PSB), vítima de um acidente aéreo na última semana, está o respeito pelos acordos regionais realizados inclusive à sua revelia. O PSB concordou, no entanto, que Marina só subirá nos palanques em que se sentir confortável.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 20 de agosto de 2014 Eleições | 07:30

Nanicos fazem apelo a Marina por voto de legenda

Compartilhe: Twitter
Marina Silva (Foto: Cacá Meirelles)

Marina Silva (Foto: Cacá Meirelles)

Na reunião desta quarta-feira que oficializará o nome de Marina como substituta de Eduardo Campos (PSB), os aliados nanicos da coligação pedirão o apoio explícito da candidata ao voto nas legendas, durante o programa eleitoral.

Este é um dos pedidos que PHS, PPL, PRP, PSL e PPS apresentarão na reunião. Assim como o próprio PSB, os partidos ainda não entraram em consenso sobre qual nome apoiar na escolha do vice – que precisa ser aceito pela maioria dos partidos da chapa, de acordo com a Justiça Eleitoral.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 Eleições | 10:30

‘Juntos com Aécio vamos derrotar o lulopetismo’, diz Roberto Freire

Compartilhe: Twitter

Lado a lado com o presidenciável tucano Aécio Neves, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, participou do lançamento do comitê da campanha do PSDB no Distrito Federal. Sem citar o socialista Eduardo Campos, Freire reafirmou o apoio nacional do partido a outro candidato, mas disse logo em seguida que, juntos, PPS e PSDB derrotariam o “lulopetismo”.

Leia também: ‘Dizer que faço agenda de campanha com Aécio é coisa de bestalhão’, diz Freire

Já o candidato a vice-governador do tucano Luiz Pitiman, Adão Cândido (PPS), nem mediu palavras: “precisamos mudar o Brasil de forma ética e correta e nós vamos fazer isso com Aécio presidente de Pitiman governador.” O ato, porém, não contou com a presença da presidente do PPS no Distrito Federal, Eliana Pedrosa – fiel escudeira do ex-governador José Roberto Arruda (PR), adversário de Pitiman.

Assista a um trecho da fala de Roberto Freire:

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 29 de julho de 2014 Eleições | 09:00

‘Dizer que faço agenda de campanha com Aécio é coisa de bestalhão’, diz Freire

Compartilhe: Twitter
Roberto Freire (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Roberto Freire (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

O deputado Roberto Freire (PPS-SP) deve dividir os holofotes no fim de semana com o tucano Aécio Neves, durante a inauguração do comitê da campanha tucana no Distrito Federal, que tem no PPS um aliado local.

Mas o presidente do PPS não gostou nada da tese de que pegaria mal ele sair na foto com Aécio, sendo que seu partido apoia a candidatura presidencial do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos.

“Dizer que eu faço agenda de campanha com o Aécio é coisa de bestalhão”, reage Freire. “Então, eu não posso na inauguração de um comitê que também é do meu partido?”

Leia também: Aliado de Eduardo Campos, Roberto Freire cumpre agenda com Aécio no DF

 

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 28 de julho de 2014 Eleições | 18:00

PPS também custa a arrecadar na eleição

Compartilhe: Twitter

A choradeira pela dificuldade de arrecadar recursos para a campanha eleitoral deste ano é geral. Quem reforça o coro agora é Roberto Freire, presidente do PPS e apoiador do presidenciável Eduardo Campos (PSB).

“Tá todo mundo com dificuldade de arrecadar. O que parece é que a Copa do Mundo encurtou o período eleitoral e todo mundo resolveu encurtar tudo o que diz respeito à eleição, inclusive as doações”, diz o deputado.

Autor: Tags: , , ,

Eleições | 07:30

Aliado de Eduardo Campos, Roberto Freire cumpre agenda com Aécio no DF

Compartilhe: Twitter
Presidente nacional do PPS, Roberto Freire. Foto: Divulgação

Presidente nacional do PPS, Roberto Freire. Foto: Divulgação

O presidenciável Aécio Neves (PSDB) e o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, se reunirão em Brasília, no dia 06 de agosto, para inaugurar o comitê distrital da campanha tucana à residência e ao governo local.

Apesar de aliado nacional do PSB de Eduardo Campos, Roberto Freire interveio diretamente para garantir a aliança com o candidato tucano ao governo local, Luiz Pitiman. A interferência veio após a decisão local de se coligar com o ex-governador José Roberto Arruda (PR), aliado histórico da presidente distrital do PPS, Eliana Pedrosa.

Pitiman reconhece que a relação entre os dois partidos ainda precisa ser azeitada, mas diz acreditar que “quando chegar o momento, Eliana Pedrosa caminhará junto”. Fora isso, diz o candidato tucano a governador, “o PPS inteiro está conosco, no caminho certo”.

Leia também: ‘Os aloprados estão de volta’, diz coordenador da campanha de Aécio

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 24 de junho de 2014 Eleições | 15:32

‘Tem que demarcar quem é oposição e quem não é’, diz Roberto Freire

Compartilhe: Twitter
Roberto Freire (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Roberto Freire (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Prestes a referendar no fim de semana o apoio à candidatura presidencial do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o deputado Roberto Freire (PPS-SP) desconversa quando o assunto é a polêmica sobre as recentes declarações do socialista em relação ao PMDB.

Depois de dizer que quer os ex-presidentes José Sarney e Fernando Collor fora de seu governo, Campos disse em entrevista ao iG, na semana passada, que o mesmo vale para o PMDB do presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN) e do líder do partido na Câmara, Eduardo Cunha (RJ).

Sem apoiar, nem criticar a posição do socialista, Freire engata: “Tem que demarcar quem é oposição e quem não é. É importante para a campanha. Agora, o presidente vai ser Eduardo Campos, não eu”, diz ele.

 

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Congresso | 18:00

PT se alia a ruralistas contra fundo para danos ambientais na exploração do petróleo

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Irajá Abreu (PSD-TO), filho da presidente da Confederação Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e senadora Kátia Abreu, do mesmo partido. (Foto: Agência Câmara)

Deputado Federal Irajá Abreu (PSD-TO), filho da presidente da Confederação Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e senadora Kátia Abreu, do mesmo partido. (Foto: Agência Câmara)

Por seis votos a dois, a Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos deputados rejeitou o PL 7525/2010, que  cria um fundo reserva para “fazer frente a eventuais danos ambientais e sócio-econômicos causados por vazamento de petróleo ou de gás natural”.

O curioso é que a rejeição veio de um acordo entre a bancada petista e os ruralistas Nelson Padovani (PSC-PR), Reinhold Stephanes (PSD-PR) e Irajá Abreu (PSD-TO), filho da senadora Kátia Abreu do mesmo partido.

De favoráveis, ficaram apenas os deputados Sarney Filho (PV-MA) e Arnaldo Jordy (PPS-PR). De toda forma, o projeto ainda segue para análise das Comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça.

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Eleições | 12:00

Nem chapa Aécio-Serra tira o PPS de Eduardo Campos, diz Freire

Compartilhe: Twitter
José Serra e Roberto Freire

José Serra e Roberto Freire

O deputado Roberto Freire (PPS-SP)  jura de pés juntos que não há a menor chance de o PPS abandonar a candidatura presidencial de Eduardo Campos. Nem mesmo se o ex-governador paulista José Serra aceitar ser vice do tucano Aécio Neves.

Serra e Freire são aliados de longa data. O deputado chegou a sonhar em atrair o tucano para o PPS para lançá-lo candidato ao Planalto. “A possibilidade de irmos com uma chapa Aécio-Serra não existe. Numa hora como essas, não é afinidade pessoal que pesa”, diz Freire.

Evitando alimentar a tese de que não vai tardar para que Aécio e Campos abandonem o clima amigável na disputa pelo segundo lugar na corrida presidencial, Freire diz que o vale é tirar a presidente Dilma Rousseff da cadeira. “O que for para fortalecer a oposição é bom. Desde que ajude a acabar com o PT e sua hegemonia”, afirma o deputado.

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 6 de maio de 2014 Política | 22:07

Em SP, PT evoca Mario Covas na CPI dos Pedágios e deputado pede sessão de umbanda

Compartilhe: Twitter

Durante a eleição do presidente da CPI dos Pedágios na Assembleia Legislativa de São Paulo, os deputados petistas Gerson Bittencourt e Antonio Mentor evocaram o ex-governador Mario Covas na tentativa de persuadir o deputado Bruno Covas (PSDB-SP) a não assumir a presidência da comissão.

Os petistas alegaram que o modelo responsável pelas elevadas tarifas de pedágios foi criado por Covas, avô do deputado, e que financia a perpetuação de um mesmo partido no poder.

Leia também: PT vai reivindicar presidência da CPI dos Pedágios

Coube ao deputado Campos Machado (PTB-SP) sair em defesa da família tucana. “Mário Covas não foi apenas um político, foi um estadista, um homem profundamente honesto, honrado, franciscano, correto, preparado, sério e de caráter, que não pode se defender, a não ser que nós façamos aqui uma sessão de umbanda, uma sessão espírita”, afirmou.

A vice-presidência da CPI ficou com Mentor e Covas indicou o também ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) deputado Davi Zaia (PPS-SP) para a relatoria.

Com a chamada “tropa de choque” do governador na comissão, a oposição considera que a CPI já nasceu morta.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. Última