Publicidade

Posts com a Tag Prefeitura de São Paulo

segunda-feira, 8 de junho de 2015 Política | 13:06

Janine Ribeiro quebra o gelo com Chalita em reunião em SP

Compartilhe: Twitter
O deputado Gabriel Chalita (Foto: Alex Silva/AE)

O deputado Gabriel Chalita (Foto: Alex Silva/AE)

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, se reunirá nesta segunda-feira (8) com o secretário municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita. Os dois discutirão parcerias do governo federal com o município, principalmente propostas que se aplicam à região metropolitana da capital.

A reunião servirá para também quebrar o gelo, depois que Chalita perdeu para Ribeiro a pasta da Educação. Chalita era o nome do PMDB, mas a presidente Dilma Rousseff optou por nomear um ministro de sua cota pessoal, a dar o ministério, um dos maiores orçamentos, para o partido aliado.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 25 de março de 2015 Partidos | 09:00

‘Eu não faria desta forma’, diz Erundina sobre saída de Marta Suplicy do PT

Compartilhe: Twitter
A deputada Luiza Erundina ( (Foto: Agência Câmara)

A deputada Luiza Erundina ( (Foto: Agência Câmara)

Ao comentar a saída da senadora Marta Suplicy do PT e sua filiação ao PSB, a deputada federal Luiza Erundina – que fez o mesmo caminho em 1998 – critica a maneira como Marta tem conduzido a situação.

“Eu não faria desta forma. Ela tem suas razões, mas não precisa declarar guerra ao PT”, explica Erundina. “Eu mesma não saí assim”, compara. A deputada chegou a ser convidada para a festa de aniversário de Marta na última sexta-feira, mas não compareceu.

Sobre a intenção da senadora de disputar a prefeitura de São Paulo em 2016, Erundina reconhece que ela chega como a candidata natural do PSB e atribui parte do apoio partidário ao desempenho do atual prefeito petista, Fernando Haddad. “Ele não faz política, não construiu uma simpatia com a cidade. Até faz coisas interessantes, mas não dialoga, não fatura, isso favorece a Marta.”

Autor: Tags: , , , , , , ,

domingo, 22 de março de 2015 Eleições | 09:00

‘Fora do PT, Marta perde parte da rejeição e pode ir ao segundo turno’, diz Márcio França

Compartilhe: Twitter

O presidente do PSB paulista e vice-governador de São Paulo, Márcio França, não disfarça o entusiasmo com os planos de lançar Marta Suplicy como candidata a prefeita de São Paulo em 2016. Só se falava no assunto nas rodas formadas durante a festa de aniversário da petista, na última sexta-feira. Ali, a ministra admitiu ao jornal O Estado de S. Paulo que está de saída do PT, mas na festa, segundo França, ela optou pela discrição.

França diz que, ao migrar para a oposição ao governo Dilma, Marta tende a crescer no eleitorado paulista. “Fora do PT, ela perde parte da rejeição que tem e isso pode levá-la ao segundo turno”, disse o vice-governador, ao Poder Online. Confira a entrevista:

Márcio França. (Foto: Divulgação)

Márcio França. (Foto: Divulgação)

O senhor esteve na sexta-feira na festa da senadora Marta Suplicy. Ela anunciou sua ida para o PSB?
Ela não falou nada ali. Mas estamos caminhando nesse sentido. Ela mesma traçou este caminho. É uma opção importante, uma opção diferente daquela que guiou sua carreira até agora. Estamos certos de que ela vai fazer muita diferença na próxima eleição. Ela tem entrada na periferia, mas tem mais do que isso. Tem um recall como prefeita de São Paulo, com uma boa avaliação em vários setores. Fora do PT ela perde parte da rejeição que tem e isso pode levá-la ao segundo turno.

Mas será uma eleição bastante disputada. 
Sim, é uma eleição em que a maioria dos nomes já está colocada. Teremos Marta, Celso Russomanno, o prefeito Haddad, e provavelmente um candidato do PSDB, cujo nome ainda não está claro. Ao se deslocar para outro campo, Marta vai atrair esse eleitor que gosta do jeito do Geraldo Alckmin de fazer as coisas.

Quando o senhor fala em se deslocar para outro campo o senhor quer dizer ir para a oposição ao PT?
Sim. Marta tem a mesma ideia de ter uma visão crítica em relação ao governo Dilma que o PSB tem. É uma oposição, mas sem radicalismos. Ela tem feito uma crítica dura à presidente Dilma. Mas não precisa discordar de tudo do governo petista.

Quando Marta começou a ensaiar sua saída do PT,  circulou a ideia de que ela tentaria repetir Marina Silva, que deixou o PT e disputou a Presidência. É mais ou menos a mesma coisa?
Acho que tem a ver, mas é diferente. Marina é uma pessoa que, eu acredito, ainda pode conversar conosco. Estou certo de que vamos conversar. Talvez esta hora já tenha chegado. Talvez não tenha mais muito sentido essa ideia de criar a Rede. Acho que a Marina é uma mulher avançada para o seu tempo. As coisas funcionam diferente na prática. Ela é algo como o Itamar foi.

Como o Lula?
Também. Mas acho que se ela apoiasse a Marta seria sem dúvida muito importante.

Com a morte do governador Eduardo Campos, a vinda de Marta e outros políticos para o PSB é um jeito de tentar dar uma nova identidade ao partido?
Essa coisa de nos colocarmos como críticos ao governo sem radicalismo está atraindo muita gente. Depois da tragédia que o partido viveu, passamos por um período difícil. Mas muita gente achava que estávamos enterrados quando, na verdade, somos uma semente. Podemos agora construir um campo maior. Estamos negociando uma fusão com o PPS. No Senado, esperamos fazer 10 nomes.

Marina tem chance de ser candidata a presidente de novo se ficar no partido? 
Acho que ela mesma sabe que hoje seria muito difícil aprovar no diretório um projeto como esse. Mas tem espaço para muitas outras coisas. Ela tem a opção de fazer uma luta política fora do sistema partidário. Mas se optar por fazer dentro, pode disputar cargos ou não disputar.

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 20 de março de 2015 Eleições | 07:00

PT faz consultas sobre possibilidade de pedir o mandato de Marta Suplicy

Compartilhe: Twitter

O PT ainda tomou a decisão, mas já iniciou consultas a advogados especializados em Direito Eleitoral sobre a possibilidade de pedir na Justiça o mandato da senadora Marta Suplicy, que deve deixar o partido para disputar a prefeitura de São Paulo pelo PSB.

Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

O comando partidário ouviu de advogados que são boas as chances de vitória, mas que não há nenhuma garantia. É que o cargo de senadora é majoritário e, em tese, não se enquadraria na regra da fidelidade partidária. Mas, ainda de acordo com o jurídico do PT, a jurisprudência aponta no sentido de rever esse entendimento.

A questão é que o PT acha que Marta Suplicy quer mesmo é ser expulsa. Assim, avalia o partido, ela poderia justificar a troca de legenda para seu eleitorado e reforçar o discurso de que não teve espaço na legenda para expor suas opiniões.

Por isso a ordem é trabalhar de todas as formas possíveis para evitar que a expulsão se faça necessária. Todos os dirigentes foram orientados a não embarcar em provocações da senadora, como as críticas públicas que tem feito ao prefeito Fernando Haddad.  A expectativa, dizem líderes da legenda, é de que a senadora se torne a cada dia mais agressiva.

Mas, pelo menos na noite desta sexta-feira, o clima deve ser animado para a senadora. Marta recebe os convidados para sua festa de 70 anos. Na lista, a cúpula do PSB. Fora dela, a do PT.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 12 de março de 2015 Política | 09:00

Kassab rebate Vaccarezza e diz que entregou 25 CEUs

Compartilhe: Twitter
O ex-prefeito Gilberto Kassab (Agência Brasil)

O ex-prefeito Gilberto Kassab (Agência Brasil)

Não agradou em nada ao ministro Gilberto Kassab a declaração dada pelo ex-deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), de que a administração do ex-prefeito de São Paulo foi concluída com a entrega de “uns cinco CEUs”.

Vaccarezza alfinetava o atual prefeito e colega de partido, Fernando Haddad, que, segundo ele, só entregou um Centro de Educação Unificado (CEU) até agora.

A equipe de Kassab garante que foram entregues 25 unidades durante sua passagem pela prefeitura paulistana, deixando a cidade com 46 CEUs em funcionamento.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Estados | 16:59

‘Tem muito tempo até lá’, diz Skaf sobre candidatura em 2016

Compartilhe: Twitter
Paulo Skaf (Foto: Divulgação)

Paulo Skaf (Foto: Divulgação)

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf (PMDB), fez tom de mistério, mas evitou polêmicas ao falar sobre seu plano eleitoral para 2016.

Após almoçar com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), Skaf assegurou que a pauta eleitoral não fez parte do encontro.

Perguntado sobre seus planos, Skaf se esquivou. “Olha, tem tantos problemas para a gente pensar que sinceramente não pensei ainda sobre 2016. Tem muito tempo até lá”, desconversou ele.

Skaf e o correligionário Gabriel Chalita travam uma disputa de bastidores. Skaf deseja ser candidato a prefeito enquanto Chalita planeja ser vice na chapa de Fernando Haddad (PT).

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 Cidades | 06:00

Tudo pronto para Alexandre Padilha assumir articulação política de Haddad

Compartilhe: Twitter
Alexandre Padilha (Foto: ABr)

Alexandre Padilha (Foto: ABr)

Alexandre Padilha estará hoje com o prefeito Fernando Haddad. O prefeito paulistano deve oficializar o convite ao ex-ministro para assumir uma secretaria na administração municipal.

Se tudo correr como previsto, Padilha fica mesmo com a Secretaria de Relações Governamentais, onde poderá relembrar os tempos em que foi ministro de Relações Institucionais do governo Lula.

A lista de opções incluía ainda as pastas da Saúde e Subprefeituras, como informou o jornal O Estado de S. Paulo.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 Congresso | 07:30

Russomanno só fala na Comissão de Defesa do Consumidor

Compartilhe: Twitter
Candidato a deputado federal, Celso Russomanno (PRB-SP). Foto: Divulgação

Candidato a deputado federal, Celso Russomanno (PRB-SP). Foto: Divulgação

Celso Russomanno tem dito aos colegas de bancada que vai concentrar seu mandato de deputado integralmente a ações que o ajudem a avançar no eleitorado paulistano.

Interessado na corrida à prefeitura em 2016, ele diz que o plano é atuar como membro da Comissão de Defesa do Consumidor, onde tentará aprovar um código de defesa do consumidor do serviço público.

Já em São Paulo, os esforços estarão concentrados na condução de seu quadro Patrulha do Consumidor, apresentado na Record.

Leia também: ‘Nanico nunca mais’, diz PRB após efeito Russomanno

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 19 de novembro de 2014 Congresso | 15:00

José Aníbal diz que agora vai usufruir da aposentadoria

Compartilhe: Twitter
Aníbal: conversa aberta (Foto: Mônica Zarattini/AE)

Aníbal: conversa aberta (Foto: Mônica Zarattini/AE)

O deputado José Aníbal (PSDB-SP), que é suplente do senador eleito José Serra, diz que tem um único plano para depois que terminar seu mandato na Câmara: usufruir de sua aposentadoria.

Aníbal é figurinha carimbada na disputa interna tucana e, ao menos pelo que esperam os colegas de partido. Ele diz que não pretende se apresentar como pré-candidato à prefeitura paulistana em 2016. E ainda diz considerar que o partido tem bons nomes para a vaga. Por exemplo, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP).

Autor: Tags: , , , , ,

Política | 09:00

Petistas prometem segurar Marta no PT e falam em candidatura ao governo de SP

Compartilhe: Twitter
Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

Marta Suplicy fez barulho ontem no Congresso, ao aparecer no Senado depois de ter sinalizado que poderia deixar o PT e, quem sabe, migrar para o PMDB para disputar a eleição pela prefeitura paulistana em 2016.

A ex-prefeita evitou polemizar muito sobre o assunto. Mas seus colegas de partido diziam pelos corredores que consideravam “superada” a tese de que ela poderia trocar de partido.

Uma sugestão recorrente feita por quem é próximo de Marta é que ela pleiteie uma candidatura ao governo de São Paulo em 2018. E pare de tentar bater de frente com Fernando Haddad por 2016.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última