Publicidade

Posts com a Tag propaganda

terça-feira, 28 de maio de 2013 Partidos | 10:00

Demora da Justiça em barrar propaganda com Aécio alimenta piadas no PSDB

Compartilhe: Twitter

Provocou risadas nas rodas tucanas a decisão da Justiça Eleitoral de suspender a propaganda partidária estrelada pelo senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG), veiculada no rádio e na televisão desde a semana passada. A piada vem do fato de Aécio, novo presidente do PSDB, ter assegurado por tantos dias sua exposição em cadeia nacional.

“Acho que o PT chegou meio atrasado. Nesse ritmo, vai dar para fazer muito estrago antes da eleição chegar”, ironizou um tucano.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 6 de maio de 2011 Partidos | 09:18

Marina e Penna estão próximos de um acordo, diz Sirkis

Compartilhe: Twitter

Marina Silva (Foto: Luiz Costa/AE)

O deputado federal Alfredo Sirkis é (PV-RJ) é o ponta de lança da ex-senadora Marina Silva na disputa interna por mudanças no Partido Verde, contra o grupo do presidente da legenda, o deputado José Luiz Penna.

Para Sirkis, a presença de Marina no programa de TV ontem à noite, durante o horário de propaganda gratuita do partido, não foi nenhuma “forçada de barra” a fim de se tentar demonstrar unidade.

— A verdade é que nós estamos nos acertando mesmo. Estamos próximos de um acordo para realizar a convenção ainda neste ano — explica o deputado.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 Governo | 13:00

Propaganda oficial?

Compartilhe: Twitter

O secretário de Comunicação do Estado de São Paulo, Bruno Caetano, protestou no twitter contra a publicidade do Consórcio Estreito Energia (Ceste), contratado pelo governo federal para construção da Unisa Hidrelétrica Estreito, uma das principais obras do PAC.

– Meia página com… a foto e propaganda do pres. Lula! Ahhh se fosse em SP… se empreiteira contratada pelo estado colocasse foto do governador em sua publicidade… – escreveu Caetano.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 31 de agosto de 2010 Eleições | 13:48

Conselho de Odontologia protesta contra propaganda da Justiça Eleitoral

Compartilhe: Twitter

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo enviou ofício ao TSE pedindo a retirada do ar da peça de propaganda da Justiça Eleitoral na TV que, segundo a entidade ” retrata de maneira inadequada e ofensiva o cirurgião-dentista”.

Veja a peça:

Em nota distribuída à imprensa o Conselho de Odontologia afirma:

Ao estigmatizar a figura do cirurgião-dentista como um profissional que provoca medo aos pacientes, a propaganda desestimula a busca dessas ações, por parte da sociedade. Os efeitos são especialmente nocivos entre a população infantil, causando prejuízos psicológicos em relação ao tratamento odontológico.

O conteúdo também reforça uma visão deturpada da categoria profissional, podendo induzir a população a acreditar que existam cirurgiões-dentistas atuando na ilegalidade. 

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 9 de julho de 2010 Eleições | 13:01

Insegurança jurídica faz mais uma vítima

Compartilhe: Twitter

O PV de Alagoas saiu da coligação em torno da candidatura de Ronaldo Lessa (PSB) a governador.

Motivo: O PSB tem candidato a presidente, Luiz Inacio Lula da Silva. O PV de Alagoas temia  ficar na coligação e, depois, não  poder contar com a candidata a presidente pela legenda, Marina Silva, em seus programas de rádio e TV.

Vale lembrar: ao responder a uma consulta do PPS, o TSE decidiu que partidos com candidatos a presidente,  caso se coliguem nos estados com partidos de um adversário ao Planalto, não poderão contar com este candidato no seus programas de TV e rádio. Depois o Tribunal decidiu não publicar o acórdão, dando a entender que poderá voltar atrás.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de julho de 2010 Eleições | 14:04

Começou a poluição visual

Compartilhe: Twitter

Geraldo Magela (PT-DF) deu a largada na corrida pela poluição visual do período eleitoral. É o primeiro candidato a estragar a paisagem da principal via pública de Brasília, cidade patrimônio mundial da humanidade.

Tentando renovar o mandato de deputado federal, Magela colocou cavaletes com sua foto, nome e número no canteiro do eixo central da Asa Norte.

– Aquilo já é usado há muito tempo. Não é a primeira vez. Eu ainda usei um tamanho menor. No eixão é mais adequado porque não atrapalha – argumenta o candidato

De fato ele está dentro da lei. Segundo a cartilha do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), “é permitida a colocação de bonecos e de cartazes não fixos ao longo das vias públicas, desde que não dificultem o bom andamento do trânsito e circulação de pessoas”.

Ok, Magela venceu.  Mas que é feio, é feio!

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 5 de julho de 2010 Eleições | 08:00

A agenda da insegurança jurídica

Compartilhe: Twitter

Quer saber o que é a tal da insegurança juridica? Veja só:

O Tribunal Superior Eleitoral deliberou na semana passada pela verticalização da propaganda eleitoral. Ou seja que candidato a presidente só pode aparecer nos programas de radio e TV de seus partidos nos estados em que  estes não estiverem coligados com partidos de adversários na campanha presidencial.

Mas, depois, o tribunal segurou a publicação do acórdão, dando a entender que pode voltar atrás.
E daí?

Daí que hoje é o último dia para os partidos políticos e coligações apresentarem ao Tribunal Superior Eleitoral, até as 19h, o registro de candidatos a presidente e vice-presidente da República, a governador e vice-governador, a senador e suplentes, a deputado federal e a deputado estadual ou distrital.

Ou seja, os partidos terão até hoje para definir todas suas alianças nacionais e regionais, sem saber qual lei vai valer.
Isto é insegurança jurídica.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 2 de julho de 2010 Eleições | 06:00

Marco Aurélio Mello diz que TSE criou situação de insegurança jurídica no país

Compartilhe: Twitter

O ministro Marco Aurélio Mello foi voto vencido na resposta do Tribunal Superior Eleitoral à consulta do PPS sobre verticalização da propaganda política. 

 Por 5 votos a 2 os ministros do TSE decidiram, na terça-feira, que candidato a presidente da República e militantes não podem aparecer em programas de rádio e TV dos estados em que seus partidos se coligaram com legendas adversárias na campanha presidencial.

 Marco Aurélio discordou no mérito e discorda até que o TSE esteja respondendo consultas após a realização das convenções partidárias. A confusão criada por esta última decisão mostra isso, tanto que, por sugestão de Marco Aurélio, o presidente do Tribunal decidiu não publicar os acórdãos, dando margem a um recuo após o recesso.

Procurado pelo Poder Online, Marco Aurélio desabafou:

— Todo esse episódio foi muito ruim. Na questão do mérito, porque posições extremadas acabam levando ao desrespeito da lei. Na questão da forma, o Colegiado rompeu com a tradição de não responder a consultas depois de iniciado o processo eleitoral. Com isso, criamos uma situação de grande insegurança jurídica. O pais está em alvoroço por causa destas decisões. É uma loucura! Por mim, nem esperávamos o fim do recesso para rediscutir esses pontos. Eu, por exemplo, ficarei em Brasília até o dia 11.  Se os demais ministros quiserem, estou a postos para uma reunião extraordinária do Tribunal.

Autor: Tags: , , , , , , , ,