Publicidade

Posts com a Tag PROS

quarta-feira, 5 de agosto de 2015 Brasil, Eleições, Governo, Partidos, Política | 19:36

Eleições municipais devem apressar ida de Cid e Ciro para PDT

Compartilhe: Twitter

roberto-claudio-prefeito-490x356A definição sobre a ida dos Cid e Ciro Gomes para o PDT tem sido considerada mais urgente devido as eleições municipais de 2016. Aliado de primeira hora dos irmãos cearenses, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, é candidato à reeleição e terá que cumprir a legislação eleitoral que exige pelo menos um ano de filiação ao uma legenda para uma candidatura.

Com isso, Roberto Cláudio precisa ter sua legenda já definida até o início de outubro deste ano.

O prefeito e os irmão Gomes consideram arriscado permanecer no PROS, legenda criada e comandada por Eurípedes Júnior. Nos bastidores, aliados dizem que não querem correr o risco de ficarem em um partido que poderá negociar alianças e sacrificar a possibilidade de candidatura própria.

Além disso, nas contas do grupo político comandado por Cid e Ciro, a migração levará prefeitos e cerca de 10 deputados do PROS para o PDT. Os mais otimistas falam em cerca de 20 parlamentares contando com outras legendas.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 29 de abril de 2015 Política | 15:19

Gastão Vieira troca PMDB pelo PROS para disputar prefeitura de São Luís

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira, candidato peemedebista derrotado ao Senado nas últimas eleições, está de saída do PMDB. Vieira passará a integrar oficialmente o PROS. Ele já comanda sua comissão provisória no Maranhão.

Vieira pretende se lançar candidato à prefeitura de São Luís, onde certamente terá um adversário do clã Sarney, possivelmente a ex-governadora Roseana Sarney.

O ex-ministro tem evitado falar sobre possíveis mágoas com o PMDB nacional, mas não esconde sua insatisfação com Sarney e com o PMDB do Maranhão.

“Meu problema é de espaço”, disse o ex-ministro. “É uma decisão muito dolorosa para mim porque há 30 anos sou parte do PMDB, desde quando era ainda o MDB. Dói, dói muito, mas não saio com mágoa do PMDB nacional”, disse o ex-ministro, que pretende anunciar oficialmente sua saída no início da próxima semana.

Peemedebistas contaram que ele estava em busca de uma indicação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para uma vaga no segundo ou no terceiro escalão do governo, fatura por ter trabalhado com afinco para a eleição de Cunha.

Em meio à busca, Vieira precisou dar explicações ao vice-presidente, Michel Temer, que cuida da articulação política e das negociações para a distribuição de cargos, sobre sua filiação partidária.

Isso porque, ao saber da movimentação de Vieira, o ex-senador José Sarney (PMDB-MA) tratou de informar a Temer que Vieira, no Maranhão, havia assumido a presidência do PROS.

Vieira, por sua vez, tratou de desqualificar a “denúncia” feita por Sarney, informando ao vice-presidente que realmente havia assumido o comando do PROS no estado, mas por se tratar de uma comissão provisória, não deixou o PMDB.

“Fiquei com a comissão provisória do PROS e isso não exigia de mim a desfiliação do PMDB”, disse.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 24 de março de 2015 Política | 07:00

Falta de vitrine dificulta projeto dos irmãos Gomes de candidatura em 2018

Compartilhe: Twitter

Desde a semana passada, aliados do agora ex-ministro Cid Gomes embalaram discursos em favor de uma candidatura presidencial em 2018. Dizem enxergar na cena do ex-governador do Ceará com o dedo em riste na direção do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), uma peça de propaganda de primeira linha para associar Cid ao sentimento de cansaço em relação ao governo do PT. Na prática, entretanto, a saída de Cid do Ministério da Educação jogou água numa peça fundamental da estratégia política da família Gomes: a de garantir uma vitrine com projeção nacional para o clã até que se aproxime a disputa presidencial.

Cid e Ciro Gomes (foto Marcelo Casal Jr ABr)

Cid e Ciro Gomes (foto Marcelo Casal Jr ABr)

Meses atrás, mesmo quando já se especulava sobre a possibilidade de Cid virar ministro, a família Gomes ainda trabalhava com o nome do irmão Ciro, veterano em eleições, como opção para 2018. O próprio Ciro não escondia nos bastidores o desejo de concorrer. Dizia que não se deixaria abater pelo desgaste de seu grupo e a decisão de aderir ao PROS, deixando o PSB de Eduardo Campos. E que trabalharia até onde fosse necessário para dar “sobrevivência” ao seu projeto eleitoral.

Quando a indicação de Cid para o ministério se concretizou, o grupo político dos Gomes passou a trabalhar com seu nome como candidato para a corrida  de 2018. Ciro, como contou o Poder Online na época, buscou uma alternativa no setor setor privado. Acabou aceitando um convite da CSN.

Na prática, entretanto, aliados avaliam que é cedo para dizer quem pode ser o nome a ser trabalhado para uma disputa pelo Palácio do Planalto. Cid, dizem aliados, tem a vantagem de fazer o mesmo discurso do irmão em relação aos “vícios” do sistema político brasileiro, sem ter protagonizado tantas polêmicas no decorrer dos anos. Ciro, por sua vez, tem o recall de eleições passadas.

O desafio agora, admitem pessoas próximas aos irmãos Gomes, é buscar um novo projeto capaz de dar visibilidade a Cid e a Ciro. Não se sabe, por exemplo, até que ponto o PROS poderia abrigar a empreitada, já que o partido foi criado com o dedo do Palácio do Planalto, como parte da estratégia para a corrida presidencial do ano passado.

 

 

 

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 19 de março de 2015 Congresso | 17:00

‘PMDB trucou’, diz vice-líder do PROS sobre ameaça contra Cid Gomes

Compartilhe: Twitter
O vice-líder do PROS na Câmara, Valtenir Pereira. (PROS-MT). Foto: Agência Câmara.

O vice-líder do PROS na Câmara, Valtenir Pereira. (PROS-MT). Foto: Agência Câmara.

Ao lamentar a saída do correligionário Cid Gomes do Ministério da Educação, o vice-líder do PROS na Câmara Valtenir Pereira disse que “o PMDB trucou” ao ameaçar deixar o governo caso Cid não fosse mandado embora.

“Foi uma trucada. O PMDB trucou. Agora, eles poderiam estar blefando ou não. Na minha opinião, era um blefe”, diz o presidente estadual do PROS no Mato Grosso. “Havia um impasse, que o PMDB decidiu enfrentar desta forma. Mas não precisou de um constrangimento da presidente Dilma Rousseff, porque o próprio ministro entregou o cargo.”

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 5 de março de 2015 Congresso | 17:00

Deputado do PROS propõe separar eleições para Executivo e Legislativo

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Deputado federal Valtenir Pereira (PROS-MT). Foto: Divulgação

Em tempos onde se discute a unificação do calendário eleitoral no país, parte do PROS decidiu correr para outro lado. Deputados da sigla buscam assinaturas para uma Proposta de Emenda Constitucional que estabelece um revezamento entre as eleições para o Legislativo e o Executivo.

Ou seja, num pleito seriam eleitos prefeitos, governadores e o presidente; no outro, dois anos depois, vereadores e deputados.

De acordo com o vice-líder do partido na Casa e presidente estadual do PROS no Mato Grosso, Valtenir Pereira, o partido já recolheu cerca de 50 assinaturas para a tramitação da PEC. Ao todo, são necessárias 171 para que a proposta seja analisada pela Casa.

Assista: ‘O PROS levou uma rasteira’, diz Valtenir Pereira

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 Partidos | 13:47

Bancada e direção do PROS custam a se entender

Compartilhe: Twitter
Presidente do PROS, Eurípedes Junior. (Foto: Alan Sampaio/ IG Brasília)

Presidente do PROS, Eurípedes Junior. (Foto: Alan Sampaio/ IG Brasília)

A bancada do PROS na Câmara ainda não engoliu a tentativa do presidente nacional da sigla, Eurípedes Junior (DF), de tentar controlar cada passo das atividades do partido na Casa.

Em resolução apresentada por Eurípedes na última semana, ficava proibido “todo e qualquer posicionamento a ser assumido pela bancada do PROS e expresso por sua liderança na Casa Legislativa, sem expressa deliberação da Executiva Nacional”. A determinação também incluía qualquer indicação a comissões ou cargos na Mesa Diretora.

Questionado pelo novo líder da bancada, Domingos Neto (PROS-CE), Eurípedes decidiu suspender a resolução até segunda ordem. O tema, entretanto, ainda deve ser alvo de debate em reunião da Executiva.

Assista: ‘O PROS levou uma rasteira’, diz Valtenir Pereira

 

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 Governo | 07:30

Cid Gomes ainda não se acostumou a ser um subordinado

Compartilhe: Twitter
O ministro da Educação, Cid Gomes (PROS-CE). Foto: Agência Brasil

O ministro da Educação, Cid Gomes (PROS-CE). Foto: Agência Brasil

O ministro da Educação, Cid Gomes (PROS-CE), tem dito que ainda precisa de acostumar a ser um subordinado. Em reunião com a bancada do PROS nesta semana, o ex-governador do Ceará fazia duras críticas ao resultado eleitoral da disputa na Câmara, quando decidiu medir as palavras.

Disse que, acostumado a sempre ser chefe, agora precisava se habituar à vida de auxiliar da presidente Dilma Rousseff e tomar cuidado para não falar nada que pudesse lhe render novas encrencas.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 Congresso | 17:45

‘O PROS levou uma rasteira’, diz Valtenir Pereira

Compartilhe: Twitter

Em meio à distribuição de cargos na nova legislatura da Câmara, deputados do PROS têm dito que foram prejudicados após ficarem sem direito a representação na Mesa Diretora, nem a presidir alguma comissão.

A sigla faz parte do bloco parlamentar que reuniu PT, PR, PCdoB e PSD na tentativa de eleger o petista Arlindo Chinaglia (PT-SP), mas acabou ficando pra escanteio quando o deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP) se lançou numa candidatura avulsa, conquistando a quarta suplência da Mesa.

“O PROS acabou levando uma rasteira”, diz o vice-líder do PROS na Câmara Valtenir Pereira (MT), que já acionou o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab (SP), e o líder da sigla na Câmara, Rogério Rosso (PSD-DF), para que o PSD abra mão de uma comissão. “Nós não podemos ter um bloco com um passando a perna no outro”, desabafa.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015 Partidos | 10:30

‘Um partido de oposição não é muito bem-vindo’, diz fundador do Partido Novo

Compartilhe: Twitter
O fundador do Partido Novo Cláudio Barra. (Foto: Divulgação)

O fundador do Partido Novo Cláudio Barra. (Foto: Divulgação)

O presidente do diretório distrital e fundador do Partido Novo, Cláudio Cavalcanti Barra, tem reclamado da demora para obtenção do registro da nova sigla. O grupo levou a documentação ao Tribunal Superior Eleitoral em julho do ano passado, mas quase seis meses depois o processo ainda não foi julgado.

“Eles não têm vontade política em tramitar o processo. Está demorando muito. Um partido de oposição não é muito bem-vindo. Se for para entrar na base, é outro tempo”, critica Barra. “Cada processo está instruído de forma diferente, o que é óbvio. Mas não se justifica demorar mais de 6 meses num processo administrativo”, completa.

O último pedido analisado foi o de criação da Rede Sustentabilidade, que levou menos de dois meses para ser concluído – e negado. Pouco antes, foi autorizada a criação do PROS e do Solidariedade, com cerca de três meses de tramitação. No ano anterior, entretanto, o Partido Ecológico Nacional (PEN) teve de aguardar mais de nove meses até ser registrado. Dos quatro, apenas o PROS compõe a base do governo.

Leia também: Ainda sem registro, Partido Novo é o terceiro maior no Facebook

 

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 23 de dezembro de 2014 Congresso | 07:30

Para relator, Estatuto da Família não prejudicará casais gays registrados

Compartilhe: Twitter

Na opinião do relator e defensor do Estatuto da Família, Ronaldo Fonseca (PROS-DF), uma eventual aprovação do Estatuto da Família não deverá prejudicar uniões homoafetivas já formalizadas em cartório, embora exista de fato uma “insegurança jurídica” sobre os direitos homossexuais.

“A insegurança jurídica existe”, diz Fonseca. “Entendo que a lei não pode prejudicar o que foi feito lá trás. Agora, isso tem que ser decidido pelo Supremo Tribunal Federal”.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última