Publicidade

Posts com a Tag PSOL

quinta-feira, 17 de setembro de 2015 Congresso, Justiça | 19:42

Para defazer suspeitas de censura, Cleber Verde garante espaço ao PSOL na TV Câmara

Compartilhe: Twitter

Net_Deputado_Cleber_VerdeO secretário de comunicação da Câmara, deputado Cleber Verde (PRB-MA), tratou de desfazer o desconforto gerado pelas suspeitas de “veto” nos veículos da Câmara, a deputados do PSOL e outros parlamentares críticos à atuação do presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Para compensar a não transmissão pela TV Câmara, da sessão solene, que comemorou os 10 anos do PSOL, na última terça-feira, Verde garantiu aos deputados do PSOL que a sessão será exibida no sábado, na programação da TV.

Além disso, a produção também tratou de gravar com o líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), o programa Palavra Aberta. A gravação ocorreu nesta quinta-feira (17) e o programa, que falará da história do partido, será exibido na próxima segunda-feira (21).

O líder não perdeu tempo durante a gravação de 11 minutos e acabou fazendo um trocadilho. Avisou que a sessão solene seria “prisada”, em vez de reprisada, já que não foi exibida ao vivo, como é de costume nas atividades do Plenário.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 Congresso | 16:42

Deputados do PSOL cobram explicação de Cleber Verde sobre veto na TV Câmara

Compartilhe: Twitter
O líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente. (Foto: Divulgação)

O líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente. (Foto: Divulgação)

Os deputados do PSOL marcaram uma reunião na tarde desta quarta-feira (16) para cobrar explicações do secretário de Comunicação da Câmara, deputado Cleber Verde (PRB-MA), sobre as suspeitas de veto a parlamentares do partido e outros deputados críticos ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nos veículos de comunicação da Câmara.

Os parlamentares pretendem, no encontro, entregar um documento formal de repúdio à censura que teria sido praticada durante a sessão solene de comemoração dos 10 anos do partido, na última terça-feira.

Contrariando a regra até então adotada pela TV Câmara, a sessão não foi transmitida, dando lugar a uma programação gravada de uma das comissões da Casa.

O encontro está marcado para as 17h30.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de setembro de 2015 Congresso, Justiça | 19:40

Funcionários da TV Câmara aplaudem discurso de Chico Alencar contra censura

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

Deputado Federal Chico Alencar (PSOL-RJ)

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que seria um dos “vetados” pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ,) nos veículos de comunicação da Câmara, subiu a tribuna, às 18h25 de terça-feira (14), para repudiar a decisão de não transmissão da sessão solene de comemoração dos 10 anos do partido.

Na redação, servidores da TV Câmara aplaudiram o discurso no momento em que o parlamentar disse que os funcionários da TV Câmara estão se sentindo “obrigados a praticar censura com a qual não concordam” e que o veículo deveria ser, acima de tudo, “suprapartidário”.

O PSOL acusa Cunha de ter censurado a exibição da sessão, ocorrida pela manhã. A sessão seria transmitida pela TV Câmara e acabou  substituída por uma reprise de uma das reuniões de comissões da Casa.
Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 17 de abril de 2015 Estados | 18:24

Deputado do PSOL pede habeas corpus para PMs acusados de matar Amarildo

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ). Foto: Zeca Ribeiro / Agência Câmara

O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ). Foto: Zeca Ribeiro / Agência Câmara

O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ) entrou com um pedido de habeas corpus para liberar da prisão 12 policiais militares acusados de torturarem e assassinarem o pedreiro Amarildo dias de Souza, na Rocinha, em julho de 2013.

O processo foi recebido nesta quinta-feira pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e será relatado pelo desembargador Marcus Quaresma Ferraz, da oitava câmara criminal.

Entre os policiais presos desde o ano passado está o major Edson Santos, ex-comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha. De acordo com Daciolo, “há evidências e documentos que apontam para a inocência deles”. “Faz um ano e seis meses que esses PMs estão na prisão preventiva. O que explica essa demora?”, questiona o deputado.

Leia também: Após defesa de policiais, PSOL do Rio pede expulsão de Cabo Daciolo

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 27 de março de 2015 Partidos | 13:00

‘Ele que teve a iniciativa desse rompimento’, diz Chico Alencar sobre Cabo Daciolo

Compartilhe: Twitter

Ao comentar a decisão tomada na última quinta-feira pela Executiva Nacional do PSOL que suspendeu os direitos partidários do deputado federal Cabo Daciolo (RJ), o líder do partido na Câmara, Chico Alencar (RJ), atribuiu ao próprio cabo a responsabilidade pelo afastamento.

“Isso é da vida partidária. É claro que, se ele considerar que deve seguir nessa posição, ferindo o programa partidário, aí que fique claro que o partido tem uma visão e ele tem outra e, aí, não cabe, isso não tem conciliação possível. Se você está num partido, tem que cumprir o programa dele”, diz Alencar, ao afirmar que Daciolo “é que teve a iniciativa desse rompimento” ao defender uma proposta contra a laicidade do Estado.

Leia mais: PSOL decide pela suspensão de Daciolo

A suspensão foi decidida após Daciolo apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição apelidada por ele próprio de “PEC dos Apóstolos”, que sugere substituir os dizeres “todo o poder emanda do povo” por “todo o poder emanda de Deus”, na Carta Magna. A proposta já havia sido barrada em uma reunião da bancada e, agora, o futuro de Daciolo no PSOL será definido pelo Diretório Nacional do partido, que deve se reunir em maio. Até lá, o deputado não fala mais em nome do partido, não pode participar de votações, nem de reuniões partidárias.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Congresso | 18:00

PSOL pede que beneficiados por empreiteiras suspeitas deixem CPI da Petrobras

Compartilhe: Twitter
O ex-prefeito de Belém Edmilson Rodrigues (PSOL-PA). Foto: Divulgação

O ex-prefeito de Belém Edmilson Rodrigues (PSOL-PA). Foto: Divulgação

O PSOL pedirá, nesta quinta-feira, que os deputados que receberam doações diretas ou indiretas das empreiteiras acusadas pela Operação Lava Jato da Polícia Federal sejam substituídos na CPI da Petrobras.

A argumentação do partido é feita com base no artigo 180 do Regimento da Casa, que diz que os parlamentares não podem votar em causa própria, nem em assuntos de seu interesse. Na opinião do deputado federal e suplente da CPI Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), os beneficiados pelas doações não teriam “autoridade moral” para exercer a função.

De acordo com a prestação de contas enviada ao Tribunal Superior Eleitoral pelos candidatos, o presidente da Comissão, Hugo Motta (PMDB-PB), financiou 60% de sua campanha com uma doação de R$ 451 mil da Andrade Gutierrez e da Odebrecht. Já o relator Luiz Sérgio (PT-RJ) recebeu quase R$ 1 milhão das empreiteiras Queiroz Galvão, OAS, Toyo Setal e UTC, totalizando 40% de sua receita.

Assista: ‘Pedido de impeachment é desprezível’, diz Luciana Genro

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 14 de fevereiro de 2015 Partidos | 08:00

‘Pedido de impeachment é desprezível’, diz Luciana Genro

Compartilhe: Twitter

Embora acuse o governo federal de cometer “uma espécie de estelionato eleitoral”, a ex-presidenciável do PSOL Luciana Genro (RS) critica a campanha travada por integrantes da oposição em defesa de um impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

“Esse pedido de impeachment, pra nós, é desprezível”, diz a presidente da Fundação Lauro Campos. “Nós não nos alinhamos com a oposição de direita. Nós queremos que o povo vá às ruas para lutar por mais direitos.”

De acordo com Luciana, os partidos que aderiram à mobilização pró-impeachment e convocaram manifestações pelo Brasil, neste domingo, também estão “comprometidos com esse mesmo modelo econômico e com todo esse escândalo de corrupção que toma conta do país, particularmente no caso de Petrobras e das grandes empreiteiras”.

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Congresso | 18:46

Deputado diz que lobby dos planos de saúde ameaça CPI

Compartilhe: Twitter

Autor do pedido para instalação de uma CPI sobre os planos de saúde no país, o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) diz ter sido informado pela Mesa Diretora de que a comissão não poderá ser criada por “falta de foco”.

“O foco são as milhares de denúncias dos usuários”, diz o deputado ao criticar o “lobby dos planos de saúde” na casa. De acordo com Valente, um dos exemplos dessa interferência foi a tentativa do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tentar aprovar uma anistia às dívidas dos planos na relatoria da MP 653, no ano passado.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 Congresso | 10:30

Recém-chegado, deputado do PSOL faz assembleia de assessores da Câmara

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ). Foto: Divulgação

O deputado federal Cabo Daciolo (PSOL-RJ). Foto: Divulgação

Logo após tomar posse na Câmara, o deputado recém-eleito pelo PSOL Cabo Daciolo já começou a botar em prática a experiência sindicalista, chamando a atenção não só dos colegas parlamentares, mas de seus assessores.

É que chegou aos ouvidos do deputado uma denúncia de que seria uma prática recorrente na Câmara o repasse de parte dos salários de assessores aos seus parlamentares. Diante disso, Daciolo já começou a mobilizar a categoria para uma assembleia sobre eventuais irregularidades na semana seguinte ao carnaval.

Leia também: ‘Manifestações ainda estão muito mornas’, diz presidente do PSOL

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015 Congresso | 09:00

Recheado de ex-petistas, PSOL levou o número 13 do PT

Compartilhe: Twitter
Ivan Valente, um dos ex-petistas do PSOL (Foto: Divulgação)

Ivan Valente, um dos ex-petistas do PSOL (Foto: Divulgação)

Os ex-petistas que preenchem as cadeiras do PSOL podem se vangloriar de terem de volta o número 13, marca registrada do PT. Isso pelo menos no número do gabinete que passou a ser ocupado pela liderança do partido, no anexo II da Câmara dos Deputados.

A sala antes era ocupada pelo petista José Guimarães, que sempre se orgulhou de ocupar o gabinete com o número de seu partido. Guimarães foi parar no anexo IV da Casa.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. Última