Publicidade

Posts com a Tag PSOL

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 Eleições | 10:30

Semelhança de nomes entre Levy Fidelix e candidato do PSOL gera confusão

Compartilhe: Twitter
O candidato a governador Fidélis Alcântara (PSOL-MG). Foto: Divulgação

O candidato a governador Fidélis Alcântara (PSOL-MG). Foto: Divulgação

O PSOL de Minas Gerais foi pego de surpresa após a repercussão negativa das declarações do presidenciável Levy Fidelix (PRTB), no último domingo, contra a união homoafetiva.

É que, pela semelhança dos nomes, muita gente passou a confundir o candidato a governador Fidélis Alcântara (PSOL-MG) com o presidenciável que, além de tudo, também é mineiro. A partir daí, vieram as críticas ao aliado da presidenciável Luciana Genro (PSOL), que historicamente defende o combate à homofobia.

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 26 de setembro de 2014 Eleições | 13:30

Preso com drogas em agosto, candidato do PSOL faz campanha pela legalização

Compartilhe: Twitter

Após o episódio que levou à prisão do candidato a deputado distrital Marcelo Valente (PSOL) em agosto deste ano, por porte de drogas, o partido decidiu fortalecer a campanha antiproibicionista. Nesta tarde, quatro candidatos do Distrito Federal divulgaram um vídeo com depoimentos e argumentos favoráveis à legalização das drogas, cuja primeira fala é do próprio Valente.

Leia também: Luciana Genro cola no movimento feminista

No vídeo, os candidatos comparam o tratamento judicial e midiático dado ao caso do helicóptero do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), apreendido com 450 kg de cocaína, frente a outros casos. “A repressão é seletiva e, na prática, só existe para uma classe específica ou para quem tem coragem de se colocar em defesa dela”, diz o vídeo.

A propaganda, no entanto, não conta com a participação do candidato a governador Toninho do PSOL (DF), que inicialmente se declarou surpreso com o “envolvimento” de Valente com “substâncias ilícitas”. Enquadrado pelo partido, porém, o discurso foi adaptado para reforçar as bandeiras pela legalização das drogas e pela descriminalização da Polícia Militar.

Assista ao vídeo:

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 24 de setembro de 2014 Eleições | 15:00

Luciana Genro cola no movimento feminista

Compartilhe: Twitter
A presidenciável Luciana Genro com a cantora Marina Lima. (Foto: Guilherme Prado / Divulgação)

A presidenciável Luciana Genro com a cantora Marina Lima. (Foto: Guilherme Prado / Divulgação)

Na reta final da campanha, a candidata do PSOL à Presidência, Luciana Genro (PSOL), tem buscado uma aproximação mais forte com o movimento feminista. Só nesta semana, Luciana teve duas agendas focadas nesse tema, em São Paulo e em Pernambuco.

Nos encontros, ela tem se apresentado como a “primeira candidata feminista” ao Planalto, ao fazer a defesa de temas como a legalização do aborto, ampliação das creches, inserção do casamento homoafetivo em lei e enfrentamento ao conservadorismo religioso.

A aproximação rendeu o apoio de mulheres como a cantora Marina Lima, a filósofa Márcia Tiburi e as blogueiras Clara Averbuck, Aline Valek e Maíra Kubík Mano, referência na pauta feminista.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 23 de setembro de 2014 Eleições | 07:30

Em campanha contra financiamento privado, PSOL veste presidenciáveis com ‘patrocinadores’

Compartilhe: Twitter
Meme produzido pelo PSOL, sobre os presidenciáveis. (Foto: Reprodução / Facebook)

Meme produzido pelo PSOL, sobre os presidenciáveis. (Foto: Reprodução / Facebook)

Militantes do PSOL e apoiadores da presidenciável Luciana Genro (PSOL) começou a divulgar ontem, nas redes sociais, um meme em que os três principais presidenciáveis aparecem como pilotos de Fórmula 1, com o “patrocínio” de seus doadores de eleitorais.

Nas imagens, o partido compara a arrecadação de cada candidato com a de Luciana, que até o momento declarou ter recebido R$ 212,9 mil. O texto ainda afirma “Empresa não doa, faz investimento”, e orienta os eleitores a não votarem “em quem é financiado por empresas”.

A própria Luciana Genro, no entanto, já foi alvo de questionamentos próprio partido em 2008, quando aceitou R$ 100 mil em doações da multinacional brasileira Gerdau, ao disputar a prefeitura de Porto Alegre.

Leia também: Para se diferenciar, candidato do PSOL faz prestação de contas diária

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 16 de setembro de 2014 Eleições | 13:30

Para se diferenciar, candidato do PSOL faz prestação de contas diária

Compartilhe: Twitter
O candidato ao Senado pelo PSOL no Distrito Federal, Aldemário Araújo. (Foto: Divulgação)

O candidato ao Senado pelo PSOL no Distrito Federal, Aldemário Araújo. (Foto: Divulgação)

O candidato ao Senado pelo PSOL no Distrito Federal, Aldemário Araújo, decidiu compartilhar em tempo real as doações e os gastos de sua campanha, para se diferenciar dos demais candidatos – que, pela lei, só precisam prestar contas três vezes ao longo das eleições.

Em seu site, o candidato publica uma cópia do extrato bancário da conta da campanha, acompanhada da descrição dos gastos. Até o momento, Aldemário soma R$ 33,8 mil em doações.

Com o objetivo de criticar o financiamento privado de campanha e a desigualdade entre as candidaturas, Aldemário também faz, em seu site, uma análise detalhada da arrecadação das demais campanhas no DF.

 

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 Eleições | 10:30

‘Não temos interesse em perder um senador’, diz presidente do PSOL

Compartilhe: Twitter
O presidente do PSOL, Luiz Araújo. (Foto: Divulgação / Facebook)

O presidente do PSOL, Luiz Araújo. (Foto: Divulgação / Facebook)

O anúncio oficial da ida do senador Randolfe Rodrigues do PSOL para a Rede Sustentabilidade parece ter ficado para depois das eleições.

Após uma conversa com Randolfe, na última semana, o presidente do PSOL, Luiz Araújo, afirma que os dois concordaram em priorizar, no momento, a atuação do senador junto à CPI da Petrobras para ajudar a tornar públicas aos eleitores as denúncias do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa.

Saiba mais: Com Marina em alta, Randolfe anuncia plano de migrar para Rede Sustentabilidade

“Não temos interesse em perder um senador. Agora, vamos focar na reta final da campanha e, se depender do partido, Randolfe continuará conosco”, disse Araújo. “Neste momento, todos os eleitores têm o direito de saber os nomes dos envolvidos, inclusive para decidir se os indícios apresentados são ou não suficientes para uma mudança de voto em certos candidatos.”

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 3 de setembro de 2014 Política | 10:30

Plebiscito popular pela reforma política tem 5 mil urnas nos estados

Compartilhe: Twitter

Iniciada na última segunda-feira, a coleta de assinaturas do plebiscito de iniciativa popular pela reforma política conta com 5 mil urnas fixas instaladas pelo país e deve chegar a 15 mil urnas itinerantes, até o dia 7 de setembro, de acordo com a organização do movimento. A votação também pode ser feita virtualmente.

Além do apoio das 400 organizações que participam da construção do plebiscito, a votação também é engrossada pela campanha de candidatos que têm pautado o tema da reforma política durante a campanha eleitoral – como a própria presidente Dilma Rousseff e a presidenciável Luciana Genro (PSOL).

A meta do movimento é alcançar de seis a dez milhões de assinaturas. Na última segunda-feira, o site do movimento chegou a ficar fora do ar, por algumas horas, devido à sobrecarga do servidor. Até o momento, a página já recebeu mais de 2 milhões de acessos e tem uma média de 250 novos visitantes por minuto e 350 pessoas constantemente online.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 2 de setembro de 2014 Eleições | 10:30

No Mato Grosso do Sul, candidato indígena é ameaçado e não divulga agenda

Compartilhe: Twitter
Cacique Ládio Veron (PSOL-MS), candidato a deputado federal. (Foto: Divulgação)

Cacique Ládio Veron (PSOL-MS), candidato a deputado federal. (Foto: Divulgação)

O candidato a deputado federal pelo Mato Grosso do Sul Cacique Ládio Veron (PSOL) tem denunciado ameaças diárias de assassinato. O medo de perseguição, diz o cacique da etnia Guarani-Kaiowá, o impede de disponibilizar publicamente sua agenda de campanha diária.

Leia também: Sem representatividade no Congresso, eleições têm 85 candidatos indígenas

“Não temos uma garantia de direito democrático, onde todos(as) os(as) candidatos(as) têm o direito de fazer a sua campanha de maneira segura, isso atrapalha e dificulta mais ainda a nossa campanha”, diz Veron, no Facebook.

Defensor da reforma agrária e da demarcação de terras para indígenas e quilombolas, além de combatente da PEC 215/2000 – que transfere para o Legislativo a decisão sobre a demarcação de terras -, o cacique afirma que “corre o risco de ser assassinado como os(as) vários(as) indígenas que já foram mortos(as) lutando contra o agronegócio”.

Saiba mais: Área indígena de MS lideraria ranking de capitais mais violentas

Autor: Tags: , , , ,

Eleições | 06:00

Com Marina em alta, Randolfe anuncia plano de migrar para Rede Sustentabilidade

Compartilhe: Twitter
Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). (foto: divulgação)

Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). (foto: divulgação)

A ida do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) para a Rede Sustentabilidade já é dada como certa, em seu partido. Nos últimos dias, o senador tem dito a interlocutores que atenderá ao convite da presidenciável Marina Silva (PSB), para trabalhar na formalização da nova sigla ao lado da ex-senadora Heloísa Helena, também do PSOL.

Leia também: ‘A verdadeira terceira via é o PSOL’, diz Luciana Genro

Cada vez mais isolado no partido desde que anunciou sua desistência em concorrer à Presidência da República, em junho desde ano, Randolfe ainda não formalizou a decisão, mas já declarou abertamente, por exemplo, que entre os três principais presidenciáveis, Marina seria a única capaz de conduzir uma reforma política.

O presidente do PSOL, Luiz Araújo, diz que a questão ainda será discutida internamente. “Tentei, mas não consegui falar com Randolfe hoje. Caso isso seja confirmado, será uma pena, mas ele não poderá mais falar em nome do partido, uma vez que estará trabalhando pela construção de um projeto incompatível com o nosso”, afirma.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 29 de agosto de 2014 Eleições | 19:04

Com beijo gay na TV, candidato a governador defende homossexuais

Compartilhe: Twitter

Assumidamente gay, o candidato ao governo do Ceará pelo PSOL, Ailton Lopes, aproveitou o horário eleitoral desta sexta-feira para defender os direitos de homens e mulheres homossexuais. Com 1 minuto e 44 segundos, Lopes apresenta imagens de uma travesti, um casal de gays e uma família protagonizada por duas lésbicas, além de estatísticas sobre a discriminação no estado.

“Amar e ser feliz é um direito de todas e todos. Eu sou gay e sei como foi difícil me aceitar e me assumir”, diz o candidato, durante o programa. “Há quem esteja chocado com o beijo ou com qualquer troca de afeto entre pessoas do mesmo sexo. É impressionante como o amor tem causado mais choque do que a guerra, a violência e a desigualdade”, critica.

Lançado no Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, este não foi o primeiro programa eleitoral a trazer um beijo entre homossexuais nestas eleições. Na última quinta-feira, a candidata a deputada estadual de Alagoas pelo PSTU Luciane Araújo também exibiu imagens de um casal de homens se beijando. Em 2010, os dois partidos também protagonizaram o uso da estratégia, gerando polêmica sobre o horário eleitoral.

Assista ao programa eleitoral veiculado pelo candidato a governador Ailton Lopes: 

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. 10
  8. 20
  9. Última