Publicidade

Posts com a Tag PT

sábado, 13 de junho de 2015 Partidos | 11:14

Petistas governistas derrubam tese crítica ao ajuste fiscal

Compartilhe: Twitter

O campo majoritário do PT conseguiu derrubar a tese assinada pela chamada esquerda do partido com críticas explícitas ao ministro da Fazenda Joaquim Levy e a condução da política econômica do governo da presidente Dilma Rousseff.  A tese era assinada por tendências como a Articulação de Esquerda, a Democracia Socialista, Mensagem ao Partido, O Trabalho entre outras.

Para contemplar as reinvindicações do PT mais ligado à Central Única do Trabalhadores (CUT), os delegados ainda aprovaram um acordo prevendo no texto uma retomada imediata do crescimento econômico, da política de emprego e salários além da retomada das políticas sociais.

Ao defender o acordo construído para evitar uma racha no partido, o senador Humberto Costa (PT-PE) defendeu que o PT reafirme sua posição de apoio ao governo. “É preciso que o PT afirme e reafirme que está ao lado do governo e de suas políticas”, disse o senado sob vaias dos delegados.

“A votação do texto ocorre neste momento no 5º Congresso do partido, em Salvador (BA).

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 9 de junho de 2015 Brasil, Governo, Partidos, Política | 18:17

Petistas desaconselham ida de Dilma a debates internos

Compartilhe: Twitter

Diante da perspectiva de ausência da presidente Dilma Rousseff na abertura do 5º Congresso do PT, que ocorrerá na próxima quinta-feira (11), em Salvador, petistas aconselham que a presidente não vá durante os debates, que geralmente ocorrem no segundo dia, com críticas abertas ao governo e tradicionalmente com muita disputa política.

“A expectativa do PT, das mulheres, de todos os petistas é homnegeála, mas preferencialemten quando eles não tiverem sua propostas sendo votadas”, disse o deputado Afonso Florence (PT-BA)

Primeiramente, a intenção de Dilma era chegar da viagem que faz à Bélgica, na noite de quinta-feira e participar da abertura do Congresso ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As mulheres do PT já haviam preparado uma homenagem à presidente para a abertura.

Para o deputado,  Dilma, como petista, sabe bem como ocorrem os debates internos do partido.”Uma coisa é a abertura, um ato solene, outra coisa são os trabalhos de grupo, outra coisa é a plenária final deliberativa. Obviamente, interromper o processo de disputa típico, natural, democrático do PT pode criar um ambiente que uma proposta, tendencialmente vitoriosa se sinta preterida. Como boa petista, certamente ela sabe a distinção de sua presença em cada um desses momentos”, disse Florence, que já ocupou o cargo de ministro do Desenvolvimento Agrário no primeiro mandato da presidente.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 13 de maio de 2015 Justiça | 09:00

Rumores sobre prisão de Dirceu se intensificaram nos últimos dias

Compartilhe: Twitter
José Dirceu (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

José Dirceu (Foto: Alan Sampaio/iG Brasília)

Os rumores de que o ex-ministro José Dirceu pode ser preso como parte das investigações da Operação Lava Jato se intensificaram nos últimos dias e chegaram à cúpula petista.

A informação repassada a dirigentes do partido por pessoas encarregadas de acompanhar as investigações no Paraná é de que isso poderia ocorrer no curtíssimo prazo.

Dirceu está neste momento no Sul de Minas. Conseguiu autorização da Justiça para passar o aniversário da mãe, Olga, em Passa Quatro.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 11 de maio de 2015 Partidos | 17:24

Após entrevista ao iG, Patrus defende em artigo fim das doações privadas no PT

Compartilhe: Twitter

Depois de defender, em entrevista ao iG, que o PT abra mão de doações privadas também em campanhas eleitorais, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, reforçou a proposta em artigo encaminhado a toda a militância do PT. No texto, distribuído no fim da semana passada, Patrus disse que o partido deve “colocar-se diante da própria história” e resgatar seu “projeto inaugural”.

O ministro do Desenvolvimento Agrário e ex-prefeito de Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Divulgação

O ministro do Desenvolvimento Agrário e ex-prefeito de Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Divulgação

“Não foi o dinheiro que nos constituiu, não foram os recursos de empresas nas campanhas eleitorais; o que nos constituiu foi a força das nossas ideias, a determinação em fazermos do Brasil um país mais justo e solidário, a dedicação da nossa militância”, diz o texto.

“Nós defendemos no nosso projeto de reforma política, o fim das contribuições financeiras das empresas nos processos eleitorais. Vamos assumir perante nós mesmos e perante o povo brasileiro que continuaremos trabalhando pela reforma política que defendemos. Mas enquanto ela não for aprovada, nós vamos cumprir o que defendemos como se fosse uma norma partidária, a partir de agora, a partir das eleições de 2016”, prossegue o ministro.

Na entrevista ao iG, Patrus criticou o fato de o PT ter se rendido às “regras do jogo” e adiantou o plano de levar a proposta sobre o financiamento das campanhas ao Congresso do partido, marcado para o meio deste ano. “O que os outros partidos fazem, o PT não pode fazer”, disse. Confira aqui a íntegra da entrevista.

Autor: Tags: , , , , ,

Política | 16:46

Chega de tranquilidade para Paulo Frateschi

Compartilhe: Twitter
Paulo Frateschi (Foto: PT)

Paulo Frateschi (Foto: PT)

Segundo suplente de Marta Suplicy no Senado, Paulo Frateschi vem aparecendo sucessivamente nas conversas sobre a briga da ex-prefeita de São Paulo com o PT.

É que o partido promete pedir o mandato de Marta na Justiça e defende que Frateschi fique com a vaga no Senado. Isso porque o primeiro suplente, Antonio Carlos Rodrigues, é do PR.

Se a jogada do PT der certo, Frateschi vai ter que se despedir do mar de Paraty. Desde que deixou o secretariado de Fernando Haddad em São Paulo, o ex-presidente do PT paulista está aposentado, vivendo pertinho da praia com sua esposa Iolanda.

Autor: Tags: , ,

Congresso | 06:00

‘Greve não se resolve com intimidação e violência’, diz Fátima Bezerra sobre Beto Richa

Compartilhe: Twitter

Na terça-feira, parlamentares do PT e do PCdoB pretendem aprovar na Câmara e no Senado moções de repúdio à violência cometida por policiais militares do Paraná contra professores do estado, em manifestação realizada no dia 29 de abril.

O conflito, que feriu mais de 200 professores, levou ao afastamento dos secretários de Educação, Fernando Xavier Ferreira, e de Segurança Pública, Fernando Francischini (SDD), que retornará ao cargo de deputado federal.

“Eu aprendi que greve se resolve com diálogo, não com arbitrariedade, intimidação e violência”, diz a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), que também é professora. “Não é pelo fato de eu ser do PT que apresentei essa moção. Apresentei porque entendo que, em situações como essa, de repressão, de tratar a luta social como caso de polícia, a gente não deve se omitir de maneira nenhuma e deve se posicionar”, completa.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 9 de maio de 2015 Partidos | 08:00

PT gastou cerca de R$ 10 milhões para impulsionar comunicação digital

Compartilhe: Twitter

A reformulação completa da área de comunicação digital do PT absorveu um investimento de aproximadamente R$ 10 milhões. Na conta, estão a remodelagem do site do partido, da Agência PT e da estrutura de redes sociais.

O argumento é que a área virou peça fundamental da resposta do partido à crise de imagem que eclodiu nos últimos meses.

 

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 8 de maio de 2015 Congresso | 16:50

Após negociação tensa da MP 665, Sibá jura que é só tranquilidade

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Sibá Machado (PT-AC). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Sibá Machado (PT-AC). Foto: Agência Câmara

Quem acompanhou de perto a negociação da MP 665 conta que o líder do PT, Sibá Machado (PT-AC), se enfezou diante da dificuldade de amarrar um acordo na bancada. Chegou a bater na mesa e dizer que preferia abrir mão do posto se as coisas continuassem daquela forma.

Já mais calmo, o petista diz que não teve nada disso. “Imagina se eu ia dizer uma coisa dessas? Quem diz isso aí está é querendo jogar verde. Até porque eu estou sempre assim, tranquilo.”

Autor: Tags: , ,

Partidos | 06:00

Para amenizar desgaste, PT se descola de Dilma e reforça vínculo com Lula

Compartilhe: Twitter

A direção nacional do PT marcou mais uma reunião no próximo dia 18, em Brasília, para avançar na estratégia de resposta à crise de imagem que atinge o partido. Abertamente, dirigentes petistas ssaem em defesa da presidente Dilma Rousseff e das medidas do ajuste fiscal. Nos bastidores, entretanto, integrantes do comando partido explicitam um plano para descolar cada vez mais a imagem do partido da presidente Dilma Rousseff e reforçar o vínculo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma e Lula (Foto: Agência Brasil)

Dilma e Lula (Foto: Agência Brasil)

Uma proposta que já começou a ser estudada internamente e deve passar pelo crivo da executiva nacional na reunião do dia 18 é pedir a Lula que embarque em um amplo giro de viagens pelo país. Setores do comando partidário avaliam que o ex-presidente precisa assumir a dianteira do plano para resgatar a relação do PT com sua base histórica. A ideia é garantir uma extensa agenda de visitas ao Nordeste, por exemplo.

Os primeiros passos desse plano, diz um líder petista, se fizeram ver no programa de televisão veiculado pelo partido nesta semana. Apesar das críticas e dos panelaços que tomaram vários estados brasileiros, o comando partidário diz fazer uma avaliação positiva do vídeo. Isso porque  o filme tinha um objetivo específico: dialogar com setores estratégicos, como movimento sindical e entidades de representação de trabalhadores. Para justificar o distanciamento em relação ao governo, alguns petistas investem na tese de que o partido precisa primeiro se levantar para depois poder ajudar Dilma.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 6 de maio de 2015 Congresso | 19:09

Ala petista faz campanha contra ajuste fiscal

Compartilhe: Twitter
Imagem usada pela corrente petista, na campanha contra o ajuste fiscal.

Imagem usada pela corrente petista, na campanha contra o ajuste fiscal.

A tendência petista Articulação de Esquerda, corrente considerada à esquerda do partido, iniciou uma mobilização virtual para que os deputados do PT votem contra as Medidas Provisórias 664 e 665, defendidas pelo governo federal.

Em seu site Página 13, a corrente pede que militantes disparem mensagens à bancada do partido, apelando para ideais históricos e a proximidade da sigla com o movimento sindical. “O PT defende que o ajuste seja pago pelos ricos, não pela classe trabalhadora”, diz a sugestão de texto, que compara ainda o pacote de ajuste fiscal a pautas conservadoras como a redução da maioridade penal.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última