Publicidade

Posts com a Tag PV

sexta-feira, 13 de março de 2015 Congresso | 11:00

Erundina recebe pedido de desculpas por votos contra PEC da participação feminina

Compartilhe: Twitter
A deputada Luiza Erundina ( (Foto: Agência Câmara)

A deputada Luiza Erundina ( (Foto: Agência Câmara)

Pouco após a aprovação em primeiro turno da PEC 590/2006, que garante pelo menos uma vaga para mulheres na Mesa Diretora da Câmara, do Senado e das comissões do Congresso Nacional, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) recebeu dois pedidos de desculpas.

É que a proposta foi aprovada por praticamente a unanimidade do Congresso, à exceção de dois deputados: Otávio Leite (PSDB-RJ) e Sinval Malheiros (PV-SP). Constrangidos, ambos fizeram questão de dizer a Erundina, no entanto, que o voto contrário havia sido uma confusão técnica e não uma discordância com o projeto.

Malheiros chegou a tirar uma foto com a deputada, para se retratar publicamente. Já Leite disse que teve de dar explicações a seu eleitorado, após receber telefonemas de amigas criticando a decisão. No segundo turno, os dois prometeram prestar mais atenção no momento da votação.

Leia também: Erundina defende construção de creche em novo anexo da Câmara

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Congresso | 20:25

PSB decide desfazer aliança com tucanos na Câmara

Compartilhe: Twitter
O líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho (PE). Foto: Divulgação

O líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho (PE). Foto: Divulgação

Em reunião na tarde desta terça-feira, a bancada do PSB decidiu deixar o bloco parlamentar formado com deputados do PSDB. A expectativa é de que os socialistas saiam acompanhados do PV e do PPS, com quem se aliaram ainda no ano passado.

A aliança entre socialistas e tucanos havia sido formada na tentativa de eleger o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) à presidência da Câmara. Uma vez passada a eleição, entretanto, a maior parte da bancada entendeu que a permanência no bloco sinalizaria uma postura de oposição ao governo federal e comprometeria o discurso de independência adotado nos últimos meses.

Leia também: Erundina mira na presidência e acaba na terceira vice

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 Congresso | 08:00

CPI da crise hídrica seria ‘forçação de barra’, diz Sarney Filho

Compartilhe: Twitter
O líder do PV, Sarney Filho (MA).

O líder do PV, Sarney Filho (MA).

Após conseguir aprovar por unanimidade a instalação de uma Comissão Geral da Câmara dos Deputados para debater a crise hídrica no país, o líder do PV na Casa, Sarney Filho (MA), disse ser contra a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o tema.

“O que tem que ter é um acompanhamento detalhado do que está acontecendo. Eu acho que aí não seria buscar soluções, seria politizar a questão. Eu sou contra politizar a crise hídrica, até mesmo porque não temos um fato objetivo para apurar”, diz o deputado.

Ele afirma que eventuais problemas de gestão locais poderiam ser apurados pelas Assembleias Legislativas estaduais, mas instalar uma CPI nacional seria uma “forçação de barra”.  “Ao longo desses últimos anos, o Congresso tem marchado na contramão das questões socioambientais. Embora o número de ambientalistas tenha diminuído e o de ruralistas, aumentado, a gente precisa de uma agenda proativa e que os novos parlamentares tenham noção da gravidade do tema.”

Nesta manhã, a Frente Parlamentar Ambientalista, ativistas e especialistas no assunto se reunirão para discutir o funcionamento da Comissão, entre outras estratégias. O grupo também defende que a presidente Dilma Rousseff instale um Comitê de Crise interministerial sobre o assunto.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 Congresso | 16:30

Oposição faz fila para emplacar CPIs no Congresso

Compartilhe: Twitter
O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PPS-PR). Foto: Divulgação

O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PPS-PR). Foto: Divulgação

Para marcar o início da nova legislatura, parlamentares de siglas como PSDB, DEM, PPS, PV, PSB e Solidariedade pretendem protocolar até o final do dia o pedido para a abertura de cinco Comissões Parlamentares de Inquérito contra o governo, na Câmara dos Deputados. O grupo também se articula com senadores para abrir uma nova comissão de investigação mista sobre a Petrobras.

“É algo que estamos articulando desde o encerramento das atividades da CPMI da Petrobras, no ano passado. Não podemos deixar esse vazio”, diz o líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR). A ideia é emplacar uma nova CPI da Petrobras, bem como investigações sobre supostas irregularidades envolvendo o BNDES, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, a gestão dos fundos de pensão e do setor elétrico.

Enquanto parte dos assessores corre atrás das 171 assinaturas necessárias para encaminhar o pedido na Câmara, a outra guarda o lugar na fila do Protocolo, para não correr o risco de perder a vez para algum governista. Pelo regimento da Casa, apenas cinco CPIs podem funcionar simultaneamente. A reabertura de investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras, aliás, foi uma das principais promessas de campanha do novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 Congresso | 07:30

‘Bloco com PPS e Solidariedade é um erro’, diz vice-líder do PSB

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Glauber Braga (PSB-RJ). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Glauber Braga (PSB-RJ). Foto: Agência Câmara

De acordo com o vice-líder do PSB na Câmara, Glauber Braga (RJ), a manutenção da aliança entre PSB, PV, PPS e Solidariedade ainda é motivo de discordâncias na bancada socialista.

“Um bloco com o PPS e o Solidariedade é um erro”, diz Braga, que pretende levar a crítica à primeira reunião da nova bancada do PSB. “Essa aliança tira a marca de independência que o PSB tem defendido, uma vez que estes dois partidos já estão consolidados como uma oposição ao governo federal”, completa.

Ainda segundo Braga, a discussão sobre uma possível reaproximação com o PT – defendida por setores do PSB liderados pelo ex-ministro de Dilma Rousseff Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) – deve ser tema dos debates internos da sigla ao longo do ano. “São coisas que fazem parte do debate sobre a identidade do partido e o caminho que nós vamos seguir daqui pra frente.”

Leia também: ‘Daqui pra frente, pretendo voltar às minhas origens’, diz Erundina

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 Eleições | 06:00

Solidariedade vai insistir em convite a Marta Suplicy

Compartilhe: Twitter

O Solidariedade ficou sem resposta até agora, mas não desistiu de filiar a ex-ministra Marta Suplicy e lançá-la candidata à prefeitura paulistana em 2016. O plano do partido é procurar a petista para uma nova conversa até o fim deste mês.

Marta seria candidata com apoio de todos os partidos do bloco formado na Câmara por Solidariedade, PSB, PV e PPS.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 16 de dezembro de 2014 Congresso | 19:59

Aliança com PV, PPS e Solidariedade enfrenta resistência no PSB

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Glauber Braga (PSB-RJ). Foto: Divulgação

O deputado federal Glauber Braga (PSB-RJ). Foto: Divulgação

Causou desconforto em parte dos socialistas a participação do PSB no bloco composto também por PV, PPS e Solidariedade. Entre as críticas apresentadas, alguns parlamentares reclamaram da falta de um diálogo mais amplo com a bancada e da falta de identificação programática da sigla com o Solidariedade, presidido por Paulinho da Força (SDD-SP).

No evento de lançamento, foi notada a ausência da maioria dos 29 parlamentares do PSB. Além do presidente da sigla, Carlos Siqueira (PE), e do líder da sigla na Câmara, Beto Albuquerque (RS), – que compuseram a mesa oficial – apenas o mineiro Júlio Delgado (MG) esteve presente durante todo o ato político.

Contrariada, parte da bancada já se prepara para enfrentar a cúpula do partido. Ainda nesta semana, um manifesto assinado por parlamentares como Glauber Braga (PSB-RJ) e Luiza Erundina (PSB-SP) deve ser divulgado contra a presença do PSB no bloco recém-lançado.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 Congresso | 07:30

PSB, PV, PPS e Solidariedade formalizam aliança nesta semana

Compartilhe: Twitter
Deputado federal Julio Delgado (PSB-MG). Foto: Gustavo Lima / Agência Câmara

Deputado federal Julio Delgado (PSB-MG). Foto: Gustavo Lima / Agência Câmara

Já existe acordo entre PSB, PV, PPS e Solidariedade para anunciarem formalmente a criação de um bloco entre os quatro partidos nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

Embora o Solidariedade tenha declarado a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a intenção é que o momento também sirva para engrossar a aliança dos outros partidos do grupo em torno da candidatura do socialista Júlio Delgado (PSB-MG) pela presidência da Câmara.

Entre os últimos ajustes antes da formalização estão as conversas sobre quem assumirá a liderança do bloco. Até o momento, a proposta com mais adesão é de que seja feita uma divisão dos meses de liderança proporcionalmente ao tamanho de cada bancada. Desta forma, PSB seria líder por mais tempo, seguido de Solidariedade, PPS e PV.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014 Partidos | 14:24

‘Bloco com PSB, PPS, PV e Solidariedade pode sair nesta semana’, diz Paulinho da Força

Compartilhe: Twitter
Paulinho da Força Sindical (Foto: Leonardo Prado/Agência Câmara)

Paulinho da Força Sindical (Foto: Leonardo Prado/Agência Câmara)

Amanhã à tarde, os presidentes nacionais do PSB, PPS, PV e Solidariedade se reunirão em Brasília para continuar as conversas sobre a formação de um bloco com os quatro partidos. De acordo com o presidente do Solidariedade, Paulinho da Força (SDD-SP), a expectativa é de que a aliança possa ser formalizada já nos próximos dias. “Pode sair nesta semana”, diz o deputado.

O bloco, no entanto, não valerá para a disputa pela presidência da Casa – uma vez que o PSB aposta no nome de Júlio Delgado (PSB-MG) e o Solidariedade já formalizou apoio a Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Essa questão da eleição da Câmara não tinha como entrar no acordo, porque não tínhamos condição de mudar os apoios que já foram definidos”, explica Paulinho da Força.

Além da atuação em Brasília, um dos principais objetivos do bloco seria a indicação de candidatos próprios em todos os municípios para disputar as eleições 2016. Na cidade de São Paulo, por exemplo, um dos nomes citados pelo presidente do Solidariedade é o da senadora e ex-prefeita Marta Suplicy (PT-SP), que tem recebido convites para trocar o PT por uma das siglas do grupo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 Congresso | 16:30

Voz de locutor rende a Pastor Eurico apelido de ‘Pastor Esso’

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Com longos anos de experiência como locutor da Rádio Guarani, o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) anda cada vez mais conhecido por seu timbre de voz.  A leitura característica com que apresenta seus pareceres na Câmara lhe rendeu inclusive o apelido de “Pastor Esso”, entre alguns colegas.

Nesta semana, ao final da leitura de um voto em separado em defesa do projeto 5412/13 da deputada Rosane Ferreira (PV-PR), que tipifica como crime a divulgação pública de imagens de vídeos de segurança, o pastor ouviu dos colegas que “tinha jeito para repórter da Voz do Brasil”. Alguns foram ainda mais longe e o compararam ao Repórter Esso – noticiário transmitido entre 1941 e 1968 pela Rádio Nacional.

Leia também: Pastor Eurico diz que projeto da cura gay não está ‘descartado’

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. Última