Publicidade

Posts com a Tag relatório

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012 Congresso | 10:00

No rastro de Cachoeira

Compartilhe: Twitter

Quem considerou melancólico o balanço da CPI do Cachoeira pode estar enganado.

É que enquanto deputados e senadores travaram uma longa queda de braços sobre o indiciamento (ou não) dos personagens, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal receberam mastigadas todas as quebras de sigilos bancário, telefônico e fiscal dos principais alvos da CPI, incluindo os de Fernando Cavendish, o dono da Construtora Delta.

Discretamente, como se recomenda em qualquer investigação séria, o MP e PF estão cruzando dados e seguindo o rastro de dinheiro que saiu dos cofres públicos, entrou na contabilidade da Delta, foi repassado para outras empresas e, destas, para outros endereços em forma de propina ou doações ocultas para campanhas eleitorais.

A investigação será reforçada com o relatório paralelo feito do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), que lista mais de 60 empresas que não aparecem no relatório do deputado Odair Cunha (PT-MG).

Deve sair daí algumas informações relevantes sobre as quais o bicheiro Carlinhos Cachoeira insinuou ser o guardião quando se declarou o “Garanta Profunda” do PT.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 31 de outubro de 2012 Política | 08:00

Dilma quer a reforma política em 2012

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff recomendou à bancada do PT na Câmara que desengavete o relatório do deputado Henrique Fontana (PT-RS) e vote ainda este ano a reforma política.

“A presidente pediu e a gente vai votar”, disse o líder do PT, Jilmar Tatto (SP).

Ele acha que como a matéria já foi amplamente debatida nas comissões é provável que ainda em novembro seja votada em plenário.

Tatto diz que para o PT o ponto fundamental é a aprovação de financiamento público total às campanhas.

“Sem financiamento o PT não vota”, alerta. Medidas como voto em lista partidária ou voto distrital, segundo ele, são negociáveis.

A constatação de que o caixa dois correu solto e aumentou exageradamente o volume de doações ocultas – empresários contribuem com os diretórios e comitês partidários e estes repassam aos candidatos – ajudou a convencer o Palácio do Planalto.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 3 de setembro de 2012 Congresso | 15:56

Dividido em três etapas, uma das partes de relatório final da CPI do Cachoeira focará em Perillo

Compartilhe: Twitter

Com a aproximação do fim do prazo da CPI do Cachoeira, deputados governistas já articulam a apresentação do relatório final.

De acordo com o vice-presidente da comissão, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), o relatório deve ser dividido em três partes.

Uma vai abordar o braço financeiro da organização criminosa chefiada pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira, que usou a empresa Delta Construções para desviar recursos públicos.

A outra parte vai pegar o braço político da comissão, que resultou na cassação do ex-senador Demóstenes Torres (GO) e revelou o envolvimento de outro políticos com a organização.

E uma terceira parte deve abordar a infiltração do esquema criminoso de Cachoeira no governo do Goiás, chefiado por Marconi Perillo (PSDB). Na avaliação de Teixeira, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), deve ficar de fora do relatório final.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 13 de abril de 2012 Congresso | 09:22

Marco Maia cobra relatório do Código Florestal

Compartilhe: Twitter

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), cobrou do relator do projeto de novo Código Florestal, Paulo Piau (PMDB-MG), a apresentação de seu parecer até a próxima terça-feira.

Maia pretende votar o projeto no dia 24, mas quer dar uma semana aos parlamentares para conhecerem o texto do substutivo preparado por Piau.

O relator, no entanto, resiste. Pretende protocolar seu relatório na Mesa Diretora somente na véspera da votação, para poder fazer alterações até a última hora.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Economia | 17:16

Relator do Orçamento fixa mínimo em R$ 540, mas se diz “aberto a negociações”

Compartilhe: Twitter

O senador Gim Argello (PTB-DF) acaba de avisar que irá protocolar no fim da tarde desta sexta-feira o relatório do Orçamento 2011.

Gim está sendo pressionado, sobretudo pela oposição, a aumentar o valor para R$ 600, proposta de campanha do candidato derrotado José Serra (PSDB).

— O salário previsto no relatório é de R$ 540, mas estarei aberto às negociações — disse ao Poder Online.

O senador avisou ainda que a base aliada esperar dar início a votação do Orçamento na próxima terça-feira.

Autor: Tags: , , , ,