Publicidade

Posts com a Tag RJ

terça-feira, 3 de março de 2015 Congresso | 13:30

‘Um só deputado não pode definir a política de comunicação da Câmara’, diz Erundina

Compartilhe: Twitter
Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) - (Foto: Divulgação)

Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) – (Foto: Divulgação)

Diante da decisão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de indicar um deputado federal para assumir a Secretaria de Comunicação da Casa, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) propôs que a atuação do indicado funcionasse a partir de um conselho de deputados. Hoje, o mais cotado para comandar a Secom é o deputado Cleber Verde (PRB-BA).

De acordo com Erundina, a sugestão já foi aceita por Cunha e pelos demais integrantes da Mesa Diretora. “Como o presidente está determinado a atribuir a um deputado a coordenação dessa área, o máximo que nós conseguimos era de que não ficasse sob a orientação de um único parlamentar de um determinado partido”, explica a socialista.

“Um só deputado não pode definir a política de comunicação da Câmara. Uma política definida por um único deputado, ampliada a um partido político, pode comprometer o respeito à pluralidade casa Casa”, diz Erundina, que foi eleita para a 3ª suplência da Mesa.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 Congresso | 07:00

Clarissa Garotinho vai levar o pau de selfie pro Congresso Nacional

Compartilhe: Twitter
A deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ). Foto: Divulgação

A deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ). Foto: Divulgação

Recém-chegada a Brasília, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ) tem dito que pretende levar, em breve, seu pau de selfie para o Congresso Nacional.

A ideia, diz a carioca, é tentar aproximar seus eleitores da vida política na capital e mostrar um pouco mais do funcionamento da Casa, por meio de seu perfil no Facebook. Atualmente, a página é seguida por cerca de 143 mil internautas.

Recentemente, o adereço foi utilizado até mesmo pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para divulgar o programa de saúde de seu governo.

Leia também: ‘Quero deixar minha marca’, diz Clarissa Garotinho

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 31 de julho de 2014 Eleições | 19:00

Candidatos do PSOL retomam ‘comícios domiciliares’

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). (Foto: Divulgação)

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). (Foto: Divulgação)

Com pouco recurso financeiro, diversos candidatos do PSOL têm apostado na realização de “comícios domiciliares” durante a campanha eleitoral. A ideia consiste, basicamente, na realização de reuniões a convite de apoiadores com alguma referência em suas comunidades. Nestas eleições, porém, os candidatos apostam no alcance das redes sociais para incentivar novos convites.

O deputado federal e candidato à reeleição Jean Wyllys (PSOL-RJ) é um dos que têm incentivado a ideia, sob o mote de que “a riqueza desta campanha não é financeira”, mas sim a partir do “engajamento daquelas e daqueles que acreditam no que defendemos”.

Outro adepto é o candidato ao Senado Aldemário Araújo (PSOL-DF), para quem a estratégia gera uma relação “menos superficial” entre eleitores e candidatos. “Isso produz um efeito enorme, além do que os núcleos acabam atuando como multiplicadores”, explica.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 23 de abril de 2014 Congresso | 14:31

‘Próximo passo é garantir internet para todos’, afirma Molon

Compartilhe: Twitter

Após a aprovação do Marco Civil da Internet, o deputado federal e relator do projeto na Câmara Alessandro Molon (PT-RJ) afirmou que o próximo passo do governo Dilma deve ser garantir o acesso à internet para toda a população brasileira.

Leia também: ‘Projeto do Marco Civil foi bem maturado, não foi corrido’, diz Cardozo 

“É preciso garantir banda larga pra todos, para que o Brasil seja não apenas o país com a melhor lei de internet do mundo, mas também um dos países mais conectados”, disse Molon.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 7 de outubro de 2012 Eleições | 09:21

Anthony Garotinho: “Campanha do Rodrigo Maia errou porque se fixou no eleitorado do pai”

Compartilhe: Twitter

Ex-governador do Rio de Janeiro, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) juntou-se ao ex-prefeito Cesar Maia (DEM) e formaram uma chapa para a Prefeitura com seus filhos: Rodrigo Maia, para prefeito, e Clarissa Garotinho, para vice.

Tudo indicava que a união de duas famílias campeãs de votos, no mínimo, daria muito trabalho aos adversários. Mas nada…

Segundo as pesquisas, a chapa Maia-Garotinho não deve passar de um dígito no computo geral dos votos da cidade do Rio de janeiro.

A coluna conseguiu falar com Anthony Garotinho por telefone, nesta manhã, no momento em que ele ia depositar seu voto na urna.

Poder Online – O que deu errado?

Anthony Garotinho – Erraram na campanha. Quiseram resgatar o eleitor do César Maia, que é o eleitor da Zona Sul, propenso aos temas da classe média e alta. Mas esse eleitor guia-se por modismos. Um eleitor que, depois do período do César Maia, foi para os temas do PV e votou no Fernando Gabeira, nas últimas eleições para prefeito.  O Gabeira acabou derrotado pelo atual prefeito, o Eduardo Paes (PMDB). Agora, esse eleitor da Zona Sul, guiado pelos artistas, partiu  em direção ao Marcelo Freixo, do PSol.

Poder Online – E a Zona Sul é minoria no Rio…

Anthony Garotinho – Pois é. Este foi o maior erro. Desde o início eu avisei a eles que o Rio de Janeiro tem dois eleitores clássicos. O da Zona Sul, ou seja, aquele do Túnel Rebouças para a praia. Que é o eleitor lacerdista (relativo ao ex-governador Carlos Lacerda, que dominou a política carioca nos anos 60). Trata-se de, no máximo, 25% do eleitorado da cidade.

Poder Online – E os outros 75%?

Anthony Garotinho – Esses 75% — ou seja a grande maioria — estão do Túnel Rebouças para cima. Trata-se do eleitor da Zona Norte e da Zona Oeste da cidade, dos corredores de trens da Central do Brasil e da linha da Leopoldina. É um eleitor predominantemente trabalhista, mais afeito a temas como melhoria dos transportes, do emprego, das condições de trabalho. Mas a campanha abandonou esse eleitor.

Poder Online – O senhor disse que avisou. Não lhe deram ouvidos?

Anthony Garotinho – Falei uma, duas, três vezes. Depois parei. Não queria ser taxado de inconveniente. Tirei meu time de campo. Não participei de nenhuma caminhada. Fui cuidar da minha vida e da eleição de aliados em outras cidades, onde acho que estou me saindo muito bem.

Poder Online – Mas essa linha de campanha deve ajudar na eleição do Cesar Maia, que é candidato a vereador.

Anthony Garotinho – Vamos ver… Como ex-prefeito da cidade, ele terá se saído bem se tiver no mínimo 150 mil votos. Para deputado federal, eu tive 700 mil votos, sendo 177 mil só no Rio de Janeiro. Vamos falar do futuro só depois da contagem dos votos.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 4 de outubro de 2012 Eleições | 09:31

E a internet bomba até em arrecadação de campanha

Compartilhe: Twitter

Candidato do PSol a prefeito do Rio, Marcelo Freixo bateu o recorde nacional em arrecadação pela internet. Já levantou R$ 177 em cerca de 1.80o doações.

Para se ter uma ideia, em 2010, a candidata a Presidência da República Dilma Rousseff conseguiu R$ 174 mil no país inteiro.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 29 de agosto de 2012 Estados | 11:09

A missionária Myrian Rios: “Com o povo, pelo povo e para o povo”

Compartilhe: Twitter

Lembra da atriz Myrian Rios, que foi namoradinha do cantor Roberto Carlos?

Pois é, virou missionária católica e deputada estadual pelo PSD do Rio de Janeiro.

No programa Jogo do Poder, apresentado pelo jornalista Ricardo Bruno, ela deu uma explicação curiosa, e digamos religiosa, para a opção pela política:

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 23 de agosto de 2012 Eleições | 05:01

Freixo e Russomano são surpresas que nasceram em erros no Rio e em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Assim como o bom desempenho de Celso Russomano (PRB) está sendo a novidade na disputa pela Prefeitura de São Paulo, nas eleições para prefeito do Rio de Janeiro a surpresa é o segundo lugar nas pesquisas para Marcelo Freixo (PSol).

Freixo ocupa um espaço no eleitorado carioca que era do PV, admite o deputado federal Alfredo Sirkis, ex-presidente nacional dos verdes, mas agora apenas filiado à legenda.

“O PV teve a chance de se tornar um grande partido depois das últimas eleições, quando a Marina Silva teve 20 milhões de votos. Mas o partido não quis, tratou mal a Marina. E ela se foi. Eu não voto no Freixo, e entendo que não é ele quem está acertando. O PV é que errou.”

Talvez esta seja uma boa lição para José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) em São Paulo.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 22 de agosto de 2012 Eleições | 08:17

Por que Lindbergh se afasta de Sérgio Cabral

Compartilhe: Twitter

Antes alinhadíssimo com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) resolveu criticar o governo do Estado por abanonar a Baixada Fluminense por alguns motivos:

a) Concluiu que Cabral não abrirá mão de fazer do seu vice, Pezão, o seu candidato à sucessão. Ou seja, Lindebergh, que é candidato, não poderá contar com o apoio da atual administração à sua campanha;

b) A imagem do governador está desgastada desde que seu amigo, Ferando Cavendish, dono da Construtora Delta, tornou-se um dos protagonistas da CPI do Cachoeira;

c) Lindbergh soube que vem mais chumbo grosso contra Cavendish e Cabral na CPI;

d) Se até o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), que é candidato à reeleição, está afastando um pouco a sua imagem da de Cabral, por que ele, Lindbergh continuaria amarrado ao governador?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 20 de agosto de 2012 Eleições | 11:03

A derrota da derrota para Cesar Maia e Garotinho

Compartilhe: Twitter

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) e o ex-prefeito Cesar Maia (DEM), quando formaram uma chapa com seus filhos Rodrigo Maia, para prefeito, e Clarissa Garotinho, para vice,  já contavam com uma provável vitória do atual prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Apostavam quem um bom desempenho de seus filhos os ressuscitaria na política do estado.

O que eles não contavam era com uma derrota até para o candidato do PSol, Marcelo Freixo.

Caso se concretize o segundo lugar de Freixo, como vêm apontando as pesquisas —  ou até um segundo turno entre ele e Paes –, será o pior dos cenários para Garotinho e Maia.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última