Publicidade

Posts com a Tag secretaria-geral

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012 Governo | 12:01

Dilma e Gilberto Carvalho: dificuldades na área sindical

Compartilhe: Twitter

O secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho (Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE)

No governo Lula, Gilberto Carvalho cuidava da Chefia do Gabinete Presidencial e a Secretaria-Geral do Planalto era comandada por Luiz Dulci, que foi secretário-geral do PT durante anos.

Dulci vinha de uma longa história no movimento sindical de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. E Lula transformou a Secretaia-Geral da Presidência da República no órgão encarregado do diálogo com o movimento sindical e os movimentos sociais em geral.

Juntando esse novo modelo com a experiência de Dulci — além da própria força pessoal de Lula junto aos sindicatos — foram praticamente oito anos de tranquilidade, sem grandes ameaças de greve no setor.

Daí porque a presidenta Dilma colocou no lugar de Dulci uma figura de perfil semelhante: o atual ministro Gilberto Carvalho. Mais: manteve o modelo de ligação da Secretaria-Geral da Presidência com os movimentos sociais.

No entanto, apareceram dois problemas. O primeiro foi o fato de Dilma Rousseff não ter a força sobre o setor que Lula detinha.

E o segundo foi a demissão de Antônio Palocci da Casa Civil.  Carvalho transformou-se no no homem-forte de Dilma dentro do Palácio, consultado por praticamente todos os ministros sobre praticamente todos os assuntos que tenham a ver com a Presidência da República, e até com o ex-presidente.

Ou seja, o homem da área sindical no Palácio já não tem o mesmo tempo para o assunto, como tinha o ministro da época de Lula.

Agora, com o anúncio de uma possível greve geral do funcionalismo, a luz amarela acendeu-se no Planalto: o ministro da área sindical está com excesso de atribuições fora da área.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 Partidos | 19:01

Henrique disse não

Compartilhe: Twitter

Cotado para substituir o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na secretaria-geral do PT, o deputado Henrique Fontana já disse que não está interessado.

Agora, a Mensagem ao Partido, corrente a que eles pertencem, está em busca de outro nome. A decisão deve sair até quinta-feira.

Autor: Tags: , , ,