Publicidade

Posts com a Tag Senado Federal

sexta-feira, 11 de abril de 2014 Congresso | 12:00

Vital do Rêgo desconversa sobre votação do Marco Civil da Internet

Compartilhe: Twitter

Questionado sobre a possibilidade de se votar o Marco Civil da Internet ainda em abril, como queria a presidente Dilma Rousseff, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) desconversou.

“O Senado tem o mesmo direito de estudar o projeto e aperfeiçoá-lo ou não. Entendo que até a metade desse ano, ou até o término dessa atividade legislativa, nós vamos ter todas essas condições”, afirmou Vital.

Na última quarta-feira, em reunião com movimentos sociais que defendem a aprovação urgente do projeto, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), se comprometeu a agilizar o processo na Casa.

Também acompanhavam a conversa, com bastante interesse, o relator do projeto na Câmara, Alessandro Molon (PT-RJ) e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

Assista:

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 7 de abril de 2014 Estados | 15:09

Justiça do Pará obriga jornal de Jader Barbalho a reintegrar grevistas

Compartilhe: Twitter
Senador Jader Barbalho (PMDB-PA)

Senador Jader Barbalho (PMDB-PA)

A juíza do Trabalho Karla Martins Frota determinou, nesta segunda-feira – Dia do Jornalista – a reintegração de quatro repórteres demitidos do grupo RBA, após participarem de greve, em 2013. O grupo também foi condenado a pagar R$ 30 mil a cada jornalista, por danos morais.

O grupo RBA de Comunicação é controlado pela família do senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e reúne o jornal impresso Diário do Pará, o portal Diário Online, além de canais de rádio e TV.

Além destes quatro jornalistas, mais 12 grevistas foram demitidos e ainda aguardam resultado judicial. A decisão foi tomada em primeira instância e ainda cabe recurso.

 

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 13 de março de 2014 Partidos | 18:16

Ana Rita articula pelo adiamento de decisão sobre disputa capixaba ao Senado

Compartilhe: Twitter
Corrida ao Senado: Ana Rita e João Coser disputam vaga petista para 2014 (Foto: divulgação)

Corrida ao Senado: Ana Rita e João Coser disputam vaga petista para 2014 (Foto: divulgação)

Marcada para este sábado, a reunião do PT do Espírito Santo que decidirá as candidaturas do estado promete ser agitada.

O principal motivo é a indicação ao Senado, disputada pela atual senadora Ana Rita e o ex-prefeito de Vitória e presidente do diretório estadual do partido, João Coser.

Favorito, Coser defende ferrenhamente não apenas a aliança entre petistas e PMDB, mas também com o PSB de Eduardo Campos e do governador capixaba, Renato Casagrande.

Para tentar ganhar tempo, a senadora quer adiar a decisão, levando a escolha às prévias do partido, cuja data seria definida na reunião de sábado.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 12 de março de 2014 Governo | 14:27

Governo brasileiro vai pagar indenização por Caso Alyne

Compartilhe: Twitter

Em acordo inédito, o governo brasileiro se comprometeu a indenizar Lourdes Pimentel, mãe de Alyne da Silva Pimentel, gestante que morreu vítima de negligência médica e discriminação, em 2002.

A decisão veio quase três anos após a Organização das Nações Unidas condenar o Brasil pela Caso Alyne, entendendo a mortalidade materna como violação dos direitos humanos.

O acordo foi firmado com a presença do Ministro das Relações Exteriores, o Ministério da Saúde, a Secretaria de Direitos Humanos, a Secretaria de Política para Mulheres e Secretaria de Políticas para Promoção da Igualdade Racial.

A previsão é que o pagamento seja realizado até 13 de março. Também deve ser paga uma reparação à filha de Alyne, que tinha apenas cinco anos, na época. Para isso, a menina precisa alcançar a maioridade civil e renunciar ao processo judicial brasileiro.

Pela repercussão mundial, o caso chegou a ser tema de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, em novembro de 2013, por iniciativa da senadora Ana Rita (PT-ES).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 Congresso | 12:36

Senado vai gastar R$ 121 mil em flores e arranjos neste ano

Compartilhe: Twitter

Com a intenção de “proporcionar aspecto estético agradável aos locais onde serão realizados os eventos oficiais organizados pelo Senado Federal”, a Casa vai gastar R$ 121 mil em buquê de flores e arranjos florais neste ano.

O edital de licitação foi lançado na semana passada e o certame deve acontecer no próximo dia 19. Na lista, está prevista a compra de 200 rosas vermelhas, 70 buquês de flores nobres, 90 vasos com flores e aproximadamente 400 kits de arranjos florais. O fornecimento de flores para o Senado vale para todo o ano de 2014.

 

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013 Congresso | 17:22

PT cobra votação do projeto que criminaliza a homofobia

Compartilhe: Twitter

A direção nacional do PT pretende cobrar publicamente a votação do projeto que criminaliza a homofobia. Sem consenso para votação, o texto acabou sendo retirado da pauta da Comissão de Direitos Humanos do Senado no fim do mês passado.

A orientação que será repassada pela direção do partido à bancada é para trabalhar para que o texto seja votado o quanto antes.

Autor: Tags: , ,

domingo, 29 de setembro de 2013 Sem categoria | 08:00

‘Não estou preocupado. Sempre enfrentei candidatos fortes’, diz Suplicy

Compartilhe: Twitter

Determinado a se viabilizar para disputar mais uma vez o Senado pelo PT, o senador Eduardo Suplicy (SP) diz que a articulação no partido para empurrá-lo para a Câmara dos Deputados e ceder a vaga a um aliado na eleiçã0 em São Paulo é uma questão superada. Com 72 anos, o petista acaba de passar por uma cirurgia de catarata e fez um check-up completo para encarar a corrida eleitoral do ano que vem.

Ao Poder Online, Suplicy disse ter ciência de que, se convencer o partido a lhe ceder a legenda, a eleição do ano que vem será difícil. E garantiu que não está preocupado com a possibilidade de enfrentar um nome como o tucano José Serra nas urnas, caso ele decida permanecer no PSDB. Confira a entrevista.

Eduardo Suplicy (Foto: AE)

Eduardo Suplicy (Foto: AE)

O que se diz h0je em alguns setores do PT é que as manifestações de junho ajudaram a enfraquecer a articulação para tirar o senhor da corrida para o Senado. Sua candidatura está garantida?
Este é o sentimento que eu normalmente encontro, quase diariamente, em todas as conversas que tenho. Onde eu vou e com dirigentes do com quem converso, tenho ouvido uma avaliação que vai mesmo nesses termos.

O que mudou em relação à época em que se falava em dar a vaga a um partido aliado? 
Em maio, eu fui ao presidente Lula e ele me disse que não haveria nenhuma chance de eu não ser candidato ao Senado. Mas, depois disso, houve uma declaração do presidente do PT, Rui Falcão, de que talvez fosse uma opção de ceder a vaga para uma aliança no estado. O que eu acho é que houve uma reação muito forte na base. Nas pessoas, em geral. Recentemente, o ministro Padilha (Alexandre Padilha, candidato ao governo de São Paulo pelo PT) fez uma visita ao meu gabinete. Ali, minha chefe de gabinete o questionou sobre minha candidatura, se está tudo certo. Ele disse que, por ele, está tudo tranquilo. Mas claro que ainda há uma ou outra voz dissonante. Às vezes se fala em ainda tentar trazer o PMDB. Mas acho que isso está superado. E, se eu for candidato ao Senado, tenho certeza de que poderei dar muita força ao Alexandre Padilha.

Mas o senhor não teme enfrentar uma eleição muito difícil?
Nesta semana, foi divulgado o ranking Congresso em Foco e eu, novamente, estou entre os melhores senadores. Infelizmente, eu estou em repouso após uma cirurgia de catarata e gravei uma mensagem para a cerimônia.

E a idade não atrapalha? 
Eu aproveitei essa cirurgia e fiz um check-up completo. Os médicos me disseram que eu posso concorrer a qualquer cargo que quiser, nos próximos 24 anos.

Se o ex-governador José Serra não sair do PSDB, pode ser candidato ao Senado. E aí seria certamente uma disputa muito difícil. O senhor não fica preocupado? 
É perfeitamente possível que o Serra seja candidato. Mas não estou preocupado. Eu sempre enfrentei candidatos muito fortes, até porque São Paulo tem muitas alternativas. Mas é assim desde 1990. Tenho muita confiança de que dá para vencer, porque saio nas ruas e sinto essa receptividade nos cumprimentos das pessoas.

 

 

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 23 de agosto de 2013 Congresso | 15:00

Randolfe vira ‘o gurizinho do Amapá’

Compartilhe: Twitter
Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Entre os senadores da velha guarda, Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) ainda custa a ser chamado pelo nome.

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) já tem um apelido para o colega: “o gurizinho do Amapá”.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 Política | 16:14

PSDB pede explicações ao governo federal sobre repasses ao Fora do Eixo

Compartilhe: Twitter

O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) protocolou na tarde desta quinta-feira (15) um pedido de informações aos ministérios de Fazenda, Minas e Energia e Cultura sobre os critérios utilizados para o repasse de verbas do Banco do Brasil e da Petrobras para a rede de coletivos Fora do Eixo (FdE).

 Leia também: Ataques são tentativa de criminalizar redes, diz Fora do Eixo

Reportagem do iG mostrou que, só da Petrobras, o FdE recebeu R$ 777 mil para três projetos, um deles ainda em andamento. A Vale do Rio Doce informou ter repassado outros R$ 160 mil e a Fundação Banco do Brasil outros R$ 204 mil para a criação da Casa das Redes, em Brasília. O FdE também autorização do Ministério da Cultura para captar R$ 8,8 milhões por meio das leis de incentivo fiscal desde 2009.

“Quero saber de onde vem o dinheiro verdadeiro. As pessoas da rede recebem em cubo card,  mas seguramente o Banco do Brasil,as estatais, não pagam em cubo card “, afirmou o tucano.

* Com Marcel Frota, iG Brasília

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 17 de julho de 2013 Eleições | 10:00

Suplicy tenta garantir reeleição e intensifica agenda em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Com a ameaça de perder a vaga de candidato ao Senado em 2014, Eduardo Suplicy (PT-SP) intensificou a participação em atividades em São Paulo após a série de protestos.

Nesta quarta-feira (17), o senador participa da reunião do Conselho da Cidade na Prefeitura de São Paulo, que vai indicar os membros do Conselho Municipal de Transportes e apresentar o Orçamento do Programa de Metas 2013/2016.

No domingo (14), Suplicy foi até Heliópolis visitar os desabrigados por um incêndio que atingiu a favela. E, há dez dias, o senador fez um tour por terminais de ônibus e estações de trem e metrô.

“Foi numa sexta-feira, no horário de pico, peguei um ônibus na Cidade Jardim e fui até o Capão Redondo, depois passei pelas estações de Pinheiros, da Luz, do Tatuapé. Para entrar no trem, eu e meus dois assessores, só conseguimos na quinta vez, mas felizmente a cada dois minutos passava um trem. Os funcionários e as pessoas quando me viram, me cumprimentaram e agradeceram por estar lá vendo os problemas”, afirmou o senador, que também se reuniu com membros do Movimento Passe Livre no mês passado.

Na semana que vem, o senador irá se encontrar com o pai e o irmão do funkeiro Daniel Pellegrine, de 20 anos, o MC Daleste, morto com um tiro durante um show em Campinas.

A definição do candidato do PT de São Paulo ao Senado sairá no segundo semestre, junto com a indicação do candidato ao governo do Estado. Enquanto isso, Suplicy disse que fica com as palavras do presidente do diretório estadual, Edinho Silva, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que garantiram que ele concorreria à reeleição.

 

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. Última