Publicidade

Posts com a Tag tablets

quinta-feira, 8 de março de 2012 Congresso | 08:03

Apesar de ter gasto R$ 190 mil com tablets, ferramenta é pouco vista em plenário

Compartilhe: Twitter

Como o Poder Online havia publicado, em 18 de janeiro deste ano, o Senado gastou R$ 190 mil para a aquisição de tablets para os senadores.

Pela foto tirada ontem durante uma votação com o plenário cheio, é possível observar que os parlamentares ainda não se adaptaram aos novos tempos.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 Congresso | 09:01

Senado gasta quase R$ 190 mil com tablets para senadores

Compartilhe: Twitter

O Diário Oficial publicou o custo dos tablets que os 81 senadores ganharão logo que voltarem do recesso legislativo. Cada aparelho saiu por R$ 2.332,09, somando R$ 188,9 mil.

O Senado alega que o custo seria maior se tivesse que renovar os laptops do plenário. Os equipamentos novos. Apesar de inventados para dar mobilidade ao usuário, correm o risco de ficarem presos às mesas individuais para impedirem o seu uso para outras finalidades.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 20 de julho de 2011 Estados | 10:06

Kassab, Alckmin e a guerra dos tablets

Compartilhe: Twitter

Enquanto o governador Geraldo Alckmin desonera a produção dos tablets em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab estuda a possibilidade de distribuir o equipamento a alunos a partir da 5ª série do ensino fundamental.

Kassab pediu um estudo de viabilidade à Secretaria Municipal de Educação.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 14 de abril de 2011 Economia | 17:04

Dilma atropelou Alckmin com anúncio de megafábrica de tablets

Compartilhe: Twitter

Geraldo Alckmin (Foto: Ricardo Trida/AE)

A presidenta Dilma Rousseff atropelou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao anunciar a instalação no Brasil da megafábrica taiwanesa de tablets.

Alckmin planejava, para os próximos dias, ele mesmo revelar com grandes pompas a fábrica de R$ 20 bilhões. Tanto que evitou que seus secretários se manifestassem antecipadamente.

O secretário de gestão, Júlio Semeghini, por exemplo, levou bronca do Palácio dos Bandeirantes por ter falado sobre o assunto na semana passada.

Depois de passar algum tempo negando, a Investe São Paulo, agência paulista de promoção de investimentos no Estado, publicou nota ontem reconhecendo que negocia com a Foxconn.

Mas, para não ficar por baixo, a Investe SP deixou claro na nota que as negociações começaram há uma ano e que apenas por conta de uma cláusula de confidencialidade no protocolo de intenções não se manifestou antes.

Ainda segundo a Investe SP, depois da declaração feita na China, a Foxconn liberou a confirmação das negociações.

Autor: Tags: , , , , ,