Publicidade

Posts com a Tag Tadeu Filipelli

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015 Estados | 16:30

Vice-governador do DF diz que vai mandar benzer o gabinete

Compartilhe: Twitter
O vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana (PSD). Foto: Divulgação

O vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana (PSD). Foto: Divulgação

Desde que tomou posse como vice-governador do Distrito Federal, na última semana, Renato Santana (PSD) diz ainda não se sentir à vontade para estrear a cadeira de seu gabinete, no Palácio do Buriti.

Católico, o vice-governador tem dito aos mais próximos que o ambiente está muito carregado e fala até em pedir pra benzer o local – anteriormente ocupado pelo peemedebista Tadeu Filipelli, vice do ex-governador Agnelo Queiroz (PT).

A opinião, aliás, é compartilhada por boa parte dos que frequentam o gabinete. Um dos que se queixou da energia negativa foi o presidente nacional do PSD, Guilherme Campos (SP), que ao visitar o local nesta semana disse ter sentido imediatamente uma forte dor de cabeça.

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 2 de março de 2013 Partidos | 15:25

Faixas ilegais em nome do vice-governador são espalhadas por Brasília para convenção do PMDB

Compartilhe: Twitter

Faixas de boas vindas em nome do vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filipelli, amanheceram espalhadas por Brasília neste sábado, como parte dos preparativos para a convenção nacional do PMDB. No total, mais de cinco mil cartazes cumprimentando líderes do partido foram distribuídos pelos canteiros do Eixão Sul, via que liga o Aeroporto à área central da capital federal.

O problema é que a lei Lei 3.035/2002, que dispõe sobre o Plano Diretor de Publicidade do Plano Piloto, Cruzeiro, Candangolândia, Lago Sul e Lago Norte, regiões administrativas de Brasília, proíbe esse tipo de propaganda.

De acordo com a lei, estão previstas multas que variam de R$ 200,00 a R$ 600,00 para os autores das propagandas em canteiros centrais das avenidas, em cavaletes, em área pública, em árvores ou arbustos, em monumentos públicos, esculturas, fontes ou mastros, e, ainda, em interseções ou rótulas de vias urbanas e rodovias. Para os reincidentes, a multa de ser aplicada em dobro.

No ano passado, o Serviço de Limpeza Urbana da capital recolheu 35.455 faixas e aplicou R$ 468.134,88 em multas. O vice-governador foi procurado em sua residência, mas não retornou aos telefonemas.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 23 de maio de 2012 Partidos | 09:12

CPI também é palco de intrigas entre pemedebistas

Compartilhe: Twitter

O deputado federal Luiz Pitiman (PMDB-DF) é um dos mais assíduos membros da CPI do Cachoeira.

Pitiman já foi apadrinhado do vice-governador do Distrito federal, Tadeu Filipelli (PMDB), o que lhe valeu o cargo de secretário de Obras do governador Agnelo Queiroz (PT).

Mas começou a articular vôos próprios, caiu em desgraça com seu padrinho político e, fritado pelo governo, acabou pedindo demissão da Secretaria, retornando à Cãmara.

Tornou-se membro da CPI e, agora, não sai das salas da comissão, para desespero de Tadeu Filipelli, que já fez chegar reclamação à cúpula nacional do partido pela indicação do desafeto.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 6 de junho de 2011 Estados | 13:04

Agnelo joga “Os Tadeus” contra o PT

Compartilhe: Twitter

Chamam-se Tadeu os dois homens-fortes do governo do petista Agnelo Queiroz em Brasília: o vice-governador Tadeu Filipelli e o secretário de governo, Paulo Tadeu.

Por conta deles o PT de Brasília anda às turras com seu governador, que é filiado ao partido por imposição do ex-presidente Lula, mas fez história no PCdoB.

Primeiro, porque Tadeu Filipelli é do PMDB e já está em plena campanha eleitoral para a sucessão de Agnelo.

Depois, porque Paulo Tadeu pertence a uma das menores tendências do PT do Distrito Federal, a Movimento pela Reafirmação do Socialismo. E está tomando o partido das tendências majoritárias locais. 

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010 Brasil | 10:02

Final melancólico para o governador de Brasília

Compartilhe: Twitter

O governador de Brasília, Rogério Rosso — que chegou ao cargo por eleição indireta para um mandato tampão –, entregou a administração à vice-governadora, Ivelise Longhi, e foi passar o Natal no exterior.

Rosso deixa a capital federal, neste período,  repleta de buracos, entulho pelas ruas e parte dos grandes e tradicionais gramados da cidade transformando-se em mato alto.

Volta para passar o cargo ao governador eleito Agnelo Queiroz (PT) e para tentar evitar sua expulsão do PMDB.

O principal cacique do partido, o vice-governador eleito, Tadeu Filipelli, promete cortar a cabeça de Rosso, desde que ele ignorou a aliança do PMDB com o PT e resolveu apoiar a candidatura de Weslian Roriz (PSC) à governadora.

Autor: Tags: , , , ,