Publicidade

Posts com a Tag UPP

quarta-feira, 25 de julho de 2012 Cidades | 12:48

Em maré ruim, Eike Batista não dá sorte nem para UPP

Compartilhe: Twitter

O empresário bilionário Eike Batista não anda mesmo com sorte.

Depois de perder bilhões na bolsa de valores recentemente, com a desvalorização de ações de suas empresas, e de ver o filho responder a processo por atropelar e matar um ciclista, parece que nada dá certo para ele.

Nem quando quer ajudar.

A UPP da Nova Brasília, atacada a tiros por criminosos no Complexo do Alemão, foi uma de duas sedes construídas com doação de R$ 2,8 milhões feita pelo empresário.

No atentado, morreu Fabiana Aparecida de Souza, 30 anos, primeiro PM a perder a vida em UPPs.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 8 de março de 2012 Estados | 16:35

Teleférico do Alemão reclama e PM concorda em mudar lugar de sede de UPP

Compartilhe: Twitter

A direção do Teleférico do Alemão conseguiu mudar o lugar de construção de uma sede de UPP no Alemão que ficaria exatamente em frente à estação Palmeiras, a última da linha.

De acordo com o diretor do teleférico, Luiz de Souza, o prédio taparia a vista e “quase esbarraria” nas gôndolas.

Com os pedidos da Supervia, a PM aceitou construir em uma área próxima e diminuiu a altura do edifício.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012 Brasil | 23:33

Beltrame: Tiroteio não muda política de UPP no São Carlos. E tropa de choque pode voltar.

Compartilhe: Twitter

Beltrame e a mulher, Rita Paes, na Sapucaí (Foto: Vivian Fernandez)

De calça  jeans, tênis e camiseta do camarote — trajes bem diferente do que costumamos a vê-lo — o Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, bateu ponto durante as duas noites de desfile do Grupo Especial do carnaval carioca, na Marquês de Sapucaí. Acompanhado da mulher, Rita Paes, o político tirou fotos de Jennifer Lopez e tietou a atriz Susana Vieira.

Mesmo com o clima de folia, Beltrame falou ao Poder Online sobre o tiroteio entre policiais e traficantes, na madrugada de hoje, na comunidade de São Carlos, nos arredores do sambódromo.

— O que tem de se considerar é que estamos fazendo este trabalho há três anos, contra décadas de domínio do tráfico. É, claro, que a gente não quer que ocorra esse tipo de coisa, mas nossa política na comunidade trouxe um maior número de aspectos positivos do que negativos. A prova disso é que a própria sociedade é que passou a informação de que o traficante Menor Cheru, que substituiu o Coelho no comando do tráfico na região, estava lá — disse.

Segundo ele, o episódio não mudará a política da UPP na região.:

— Isso não vai fazer que a gente recue. Vamos analisar a situação. Se precisar, aumentaremos o policiamento e podemos voltar com a tropa de choque.

(Contribuição de Luisa Girão)

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 16 de novembro de 2011 Cidades | 14:02

Na USP, a primeira UPP de São Paulo

Compartilhe: Twitter

A polêmica base móvel que a Polícia Militar anuncia instalar na Universidade de São Paulo até o fim da semana ganhou um apelido: UPP.

Referência, claro, à Unidade de Polícia Pacificadora que o governo fluminense está espalhando pelo Rio de Janeiro para ocupar os territórios ocupados pelo tráfico de drogas.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 24 de agosto de 2010 Eleições | 10:42

Cabral e a alma penada da Segurança Pública

Compartilhe: Twitter

Sérgio Cabral (Foto: Nelson Perez/Divulgação)

Há um mês, quando colhia os frutos do sucesso das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), o governador Sérgio Cabral (PMDB) sustentava a ilusão de que seus adversários dificilmente conseguiriam usar a questão da segurança na campanha eleitoral:

– Estão todos viúvos com o êxito da segurança – disse ele ao Poder Online, no Palácio das Laranjeiras.

Esta semana, com o triste episódio da invasão do Hotel Intercontinental por bandidos saídos da Rocinha e do Vidigal, o tema Segurança Pública voltou com toda a força à campanha.

Cabral foi obrigado a usar o programa de televisão para responder às críticas de Fernando Gabeira, candidato do PV.  Ainda não foi dessa vez que o tema – presente em campanhas eleitorais do Rio desde 1982 – ficou de fora.

Autor: Tags: , , , , ,