Publicidade

Posts com a Tag Vaccarezza

quinta-feira, 1 de agosto de 2013 Congresso | 06:00

‘O ideal é manter minirreforma eleitoral como está’, diz Vaccarezza

Compartilhe: Twitter

Articulador da proposta da minirreforma eleitoral, que pode ser votada ainda na segunda semana de agosto, o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) diz que vai fazer o possível para manter o projeto exatamente como está. O texto, que segundo o deputado é “altamente democratizante”, considera várias mudanças polêmicas nas normas, entre elas as que regem o registro de candidaturas, a prestação de contas, a rejeição de contas de campanha e a propaganda de campanha na internet.

Segundo Vaccarezza, alterar demais o texto neste momento pode colocar em risco sua aprovação a tempo de valerem para a corrida de 2014. O deputado diz que, por enquanto, ainda é tempo de negociar o teor do projeto e afirma estar aberto a conversas. Mas avisa que não quer saber de “colocar coisa demais” na proposta.

Diferentemente da reforma política, cujo debate se debruça sobre mudanças mais profundas no sistema político-eleitoral, a minirreforma eleitoral se debruça sobre alguns pontos específicos da legislação eleitoral.  Vaccarezza está à frente dos dois grupos de trabalho. No da reforma política, ele protagonizou o embate com o PT, que contestou sua indicação para o posto, feita pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). 

 

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 4 de julho de 2012 Congresso | 11:16

As argumentações de Vaccarezza para não-convocações que são vistas como proposta de acordão na CPI

Compartilhe: Twitter

Ex-líder do governo da Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP) é um dos representantes de seu partido na CPI do Cachoeira.

Diferentemente do PSDB — que, segundo o deputado tucano Carlos Sampaio (SP) declarou ao Poder Online, votará pela convocação do dono da Delta Engenharia, Fernando Cavendish, e do ex-diretor-geral do DNIT Luiz Antônio Pagot — Vaccarezza defende que eles não sejam convocados.

Ao Poder Online, Vaccareza afirma que nem estes dois, nem nomes ligados aos tucanos, como Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, que seria responsável pelo contrato de ampliação da marginal do rio Tietê com a Delta, e nem o empresário de São Paulo Adir Assad, assim como também não convocaria o prefeito petista de Palmas, Raul Filho.

A posição de Vaccarezza é vista como uma proposta de acordão para não se convocar ninguém. Mas o deputado diz que não seria acordo, seria a vitória de sua proposta. E que sua posição não é majoritária nem mesmo no seu partido.

Veja a argumentação de Vaccareza:

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 15 de março de 2012 Governo | 06:01

Como Vaccarezza e Ideli se atrapalharam na indicação do ministro do Trabalho

Compartilhe: Twitter

A história circulou na imprensa assim:

A presidenta Dilma, em vez de um pedetista, quase colocou no comando do Ministério dos Trabalho o deputado Hugo Leal (RJ), apadrinhado pelo seu partido, o PSC,  e pelo PTB.

Mas ontem à noite —  como forma de ilustrar o mau relacioamento entre a coordenadora política do governo, Ideli Salvatti, e o recém-afastado líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza — o deputado Silvio Costa (PTB-PE) contou ao colega Miro Teixeira (PDT-RJ) como teria sido a tal quase-nomeação de Hugo Leal.

— Foi o seguinte —  disse Silvio Costa, completando: —  Após a votação do Funpresp (Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos), ao notar que o PDT votou em peso contra o governo, o Vaccarezza procurou-nos no PTB para dizer que o PDT não teria mais o Ministério do Trabalho. Pediu que nós e o PSC indicássemos um nome comum, e chegamos ao hugo Leal. O Vaccarezza falou com a Ideli ao telefone na minha frente, e marcou um encontro. Fomos todos ao Palácio do Planalto, como eles disseram. Pois é: a Ideli nem nos atendeu. Dá para entender um negócio desses?

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 29 de abril de 2011 Partidos | 13:11

Cândido Vaccarezza: “PT não reconhece envolvimento de Rui Falcão em arapongagem na campanha”

Compartilhe: Twitter

À entrada da reunião da Executiva Nacional do PT em que está sendo oficializada a nomeação de Rui Falcão como presidente do partido, e em que o ex-tesoureiro Delúbio Soares, expulso por causa do mensalão, pede reintegração à legenda, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccareza (PT-SP), explica ao Poder Online:

a) vai votar a favor da volta de Delúblio, porque é “contra penas eternas”;

b) a eleição de Rui Falcão não significa que se passou uma borracha nas denúncias dossiês da campanha, simplesmente porque o PT “nunca reconheceu a preparação de dossiês”;

c) Rui assume, e quem manda? Lula, Dilma ou Rui? “A Executiva”, diz o líder. Mas Lula também continua mandando.

Veja:

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 8 de abril de 2011 Congresso | 08:11

Marco Maia e Vaccarezza permanecem em atrito

Compartilhe: Twitter

A indicação de José Nobre Guimarães (CE) para a vaga petista na vice-liderança do governo na Câmara acirrou a briga entre o grupo do líder do governo, Cândido Vaccarezza (SP), e do presidente da Câmara, Marco Maia (RS).

Nos bastidores, deputados ligados à Marco Maia alegam que Vaccarezza descumpriu acordo de conduzir o deputado Odair Cunha ao cargo, e que está aumentando seu “desgaste” na bancada do partido.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011 Governo | 19:55

Dilma ligou para Vaccarezza em dezembro

Compartilhe: Twitter

Reconduzido ao cargo de líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP) já estava tranquilo desde dezembro.

É que ele havia recebido uma ligação da presidenta Dilma Rousseff, antes do final do ano, com a sinalização de que tudo ficaria como está.

Autor: Tags: ,

Governo | 18:54

Hora extra de Palocci, hoje, é com Vaccarezza

Compartilhe: Twitter

Após entrar madrugada a dentro com peemedebistas ontem, o ministro-chefe da Casa Civil Antonio Palocci abre espaço na agenda hoje para o líder do governo, Cândido Vaccarezza.

Palocci e Vaccarezza terão uma noitada de conversas sobre o relacionamento do PMDB com o governo, a pauta da Câmara e as brigas internas do PT.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 Congresso | 21:58

Vaccarezza cantava vitória antes da decisão do PT

Compartilhe: Twitter

Confiante de que seria indicado pela bancada do PT para a presidência da Câmara ainda pela manhã, o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), almoçou hoje com os líderes João Almeida (PSDB), Paulo Bornhausen (DEM) e Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Vaccarezza já queria dar início às conversas com a oposição para a próxima legislatura.

Como diria o velho ditado popular, colocou o carro diante dos bois.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 Partidos | 12:02

Tendência do PT tornou-se decisiva na disputa pela presidência da Câmara

Compartilhe: Twitter

Cândido Vaccarezza (Foto: AE)

Não foi apenas o deputado Arlindo Chinaglia que procurou a Mensagem ao PT, uma das tendências do PT, para pedir apoio na disputa pela presidência da Câmara. Os concorrentes Cândido Vaccarezza e Marco Maia também se reuniram com a corrente, hoje composta por mais de 20 deputados.

O apoio do grupo é visto como decisivo para a escolha do novo presidente da Casa, e só deve ser anunciado depois da reunião de integrantes da corrente na segunda-feira à noite em Brasília.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Congresso | 13:01

Eduardo Cunha diz que presidência da Câmara vai ser decidida no consenso

Compartilhe: Twitter

O deputado reeleito Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou que não acontecerá qualquer disputa entre PMDB e PT pela presidência da Câmara. Segundo ele, assim como o revezamento já foi negociado, a ordem de quem ocupa primeiro também vai ser resolvida na base da conversa.

— O DEM se precipitou ao declarar que deve apoiar o PT, até porque não vai ter qualquer disputa. Vamos decidir por meio do consenso. Acho até que o DEM pode ter ajudado a fechar esse acordo, porque ninguém quer o apoio da oposição, mas sim dos vitoriosos.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última