Publicidade

Posts com a Tag Valmir Assunção

quinta-feira, 12 de março de 2015 Congresso | 18:00

Petistas entram com representação contra tucano que chamou MST de ‘quadrilha’

Compartilhe: Twitter

Os petistas Valmir Assunção (BA), Dionilso Marcon (RS) e João Daniel (SE), que fazem parte do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, decidiram entrar com uma representação junto ao Conselho de Ética da Câmara contra o deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT).

O motivo é um discurso feito pelo tucano no Plenário da Câmara, nesta semana, em que acusa o MST de ser “uma quadrilha bem montada” e diz que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deveria tratar o movimento “como bandidos”.

“Sou do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, sou deputado federal, não sou bandido, nem tampouco faço parte de quadrilha”, disse Valmir, ao explicar as razões da representação.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 Congresso | 13:37

‘Congresso desrespeitou autonomia da Venezuela’, diz petista

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) tem dito que há “uma indignação seletiva” no Congresso Nacional, quanto aos fatos internacionais. “Quando os Estados Unidos, por exemplo, invadem países sem o aval dos organismos internacionais, da ONU, não há nenhuma reclamação no Parlamento”, diz o petista.

Saiba mais: Mendonça apresenta moção de repúdio contra Nicolas Maduro

De acordo com Valmir, por uma articulação do DEM e do PSDB, a Câmara dos Deputados foi “arrogante” ao aprovar uma moção de repúdio ao governo da Venezuela. “O Congresso Nacional promoveu um desrespeito à autonomia da Venezuela, enquanto país democrático. Um desrespeito ao presidente Nicolas Maduro, eleito com a maioria dos votos em eleições limpas e reconhecidas pela comunidade internacional, além de desrespeito à soberania do povo venezuelano”.

Militante do MST, Valmir disse ainda que “o Parlamento não tem o direito de interferir naquilo que não tem informações concretas”, e afirmou que a moção foi baseada “em notícias filtradas pela mídia brasileira”. Segundo o petista, “se houvesse coerência no DEM e no PSDB, eles também teriam se mobilizado quando Hugo Chávez e Fernando Lugo sofreram golpes de Estado”, na Venezuela e no Paraguai.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015 Política | 14:30

Valmir Assunção promete desmentir Kátia Abreu

Compartilhe: Twitter

Indignado com as declarações da nova ministra da Agricultura, Kátia Abreu, de que não existem latifúndios no Brasil e que o povo indígena tem invadido terras produtivas, o deputado Valmir Assunção (PT-BA) disse que pretende entregar à nova ministra dados do próprio governo que desmentem as declarações.

“Eu me comprometo em  entregar a lista dos latifúndios existentes no Brasil, dados que o INCRA possui, assim que as atividades da Câmara forem retomadas”, disse o deputado. O petista ainda sugeriu que a ministra desse uma olhada no relatório da Comissão Nacional da Verdade, na parte que trata sobre o massacre ao povo indígena.

“Aproveito o ensejo para entregar dados e publicações, como o relatório da Comissão da Verdade, também elaborado pelo governo, que tratem do massacre ao povo indígena diante da invasão ao seu território pelo latifúndio e pelo agronegócio”, disse.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 25 de novembro de 2014 Governo | 07:30

‘Dilma começa dando os sinais errados’, diz petista sobre possíveis ministros

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) não tem poupado críticas às possíveis indicações da presidente Dilma Rousseff para seu novo ministério. Militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o baiano diz não querer “acreditar” sobretudo na escolha da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) e do atual presidente do Incra, Carlos Guedes, para o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

“Kátia Abreu na Agricultura e Carlos Guedes no Desenvolvimento Agrário é sepultar a reforma agrária. São nomes muito ruins”, critica o petista. “Acho que o governo Dilma errou muito em seu primeiro governo na falta de diálogo com os movimentos sociais, mas acertou na condução da campanha quando voltou a ouvi-los e a acenar para a esquerda. Agora, ela começa dando os sinais errados do ponto de vista de seu segundo mandato”, completa.

Leia também: Valmir Assunção vai transferir domicílio eleitoral para disputar Prefeitura de Salvador em 2016

 

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 15 de novembro de 2014 Eleições | 08:00

Petista vai transferir domicílio eleitoral para disputar Prefeitura de Salvador em 2016

Compartilhe: Twitter
Deputado Valmir Assunção (PT-BA) - (Foto: divulgação)

Deputado Valmir Assunção (PT-BA) – (Foto: divulgação)

Ao menos para o deputado Valmir Assunção (PT-BA), a eleição de 2016 começou. Ele avisou que vai transferir seu domicílio eleitoral do município baiano de Itamarajú para Salvador. Com isso, pretende se colocar oficialmente como pré-candidatos à prefeitura da capital soteropolitana.

Em 2012, Assunção chegou a ser cotado para representar o PT na disputa contra ACM Neto (DEM-BA), mas acabou perdendo espaço para Nelson Pellegrino (PT-BA), que concorreu à vaga pela quarta vez, sem sucesso.

Militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o petista é um dos três deputados federais assentados pela reforma agrária eleitos para a próxima legislatura e conta sobretudo com o apoio do movimento negro e de trabalhadores rurais, na Bahia.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 29 de outubro de 2014 Congresso | 16:00

‘Querem continuar a disputa eleitoral’, diz petista sobre oposição

Compartilhe: Twitter

Diante da decisão da Comissão de Agricultura e Abastecimento que que aprovou a convocação dos ministros de Minas e Energia, Edison Lobão, e da Agricultura, Neri Geller, os petistas acusaram a oposição de tentarem prorrogar a disputa eleitoral.

“Os deputados que perderam a eleição querem continuar essa disputa. Estão tentando fazer da Comissão de Agricultura um palanque eleitoral e tentando reverter o que o povo disse no domingo”, disse o deputado federal reeleito Valmir Assunção (PT-BA).

Assista:

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 13:30

‘Qualquer dia ministros serão trazidos debaixo de vara’, diz Caiado

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO)

O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO)

No dia seguinte à derrubada do decreto que instituía a Política Nacional de Participação Social, a oposição se articulou novamente para desgastar o governo federal, desta vez na Comissão de Agricultura e Abastecimento.

Por requerimento dos deputados federais Ronaldo Caiado (DEM-GO), Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Nilson Leitão (PSDB-MT), a comissão aprovou a convocação dos ministros Néri Geller (Agricultura) e Edison Lobão (Minas e Energia), e ainda pretende convocar Francisco José Coelho Teixeira (Integração Nacional).

Diante da resistência dos deputados da base governista, Caiado subiu o tom. “Os ministros têm que ser convocados mesmo, porque qualquer dia vão ser trazidos debaixo de vara”, afirmou o senador eleito.

A fala provocou vaias e foi respondida pelo vice líder do PT, Márcio Macedo (PT-SE). “O senhor já atuou na política sobre a proteção de baionetas, mas aqui vivemos em uma democracia e o senhor tem de respeitá-la. Não pode dizer uma coisa dessas para um ministro de estado”, criticou Macedo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 Eleições | 09:00

MST elege três deputados federais pelo PT

Compartilhe: Twitter
Deputado Valmir Assunção (PT-BA) - (Foto: divulgação)

Deputado Valmir Assunção (PT-BA) – (Foto: divulgação)

A partir de 2015, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra terá três deputados federais assentados pela reforma agrária no movimento no Congresso Nacional.

Foram reeleitos os deputados federais Valmir Assunção (PT-BA) e Dionilso Marcon (PT-RS), além do deputado estadual João Daniel (PT-SE), que disputou a vaga na Câmara dos Deputados pela primeira vez.

“Tenho certeza de que será um trio que fará a linha de frente contra a bancada ruralista e em defesa da reforma agrária popular”, comemorou Assunção.

Assista: Petista propõe reserva de 50% do crédito rural à produção de alimentos

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 4 de setembro de 2014 Congresso | 10:30

Petista propõe reserva de 50% do crédito rural à produção de alimentos

Compartilhe: Twitter

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) apresentou ontem à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados um projeto de lei para garantir que pelo menos 50% do crédito rural concedido pelo governo a produtores no Brasil seja destinado ao cultivo de alimentos para consumo interno.

“Hoje o crédito normalmente vai para a monocultura, especialmente do eucalipto. E nós precisamos cada vez mais da produção de alimentos – como feijão, arroz, trigo – para baratear o preço no mercado”, explica o autor do projeto.

Assista ao vídeo com a explicação completa:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 23 de maio de 2014 Justiça | 19:30

MST e parlamentares pedem trabalho externo para condenados do mensalão

Compartilhe: Twitter
Coordenador nacional do MST, João Pedro Stédile. (Foto: Joka Madruga / Pastoral da Juventude Rural)

Coordenador nacional do MST, João Pedro Stédile. (Foto: Joka Madruga / Pastoral da Juventude Rural)

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra entregará ao STF, no próximo dia 29, um documento que reivindica o direito de trabalho externo aos condenados pelo julgamento do mensalão.

Leia mais: Ao vetar trabalho a Dirceu, Barbosa endurece execução penal do mensalão

Na última quarta-feira, o coordenador nacional do MST esteve no Congresso Nacional e conseguiu a assinatura de diversos parlamentares como os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP), Paulo Paim (PT-RS), Humberto Costa (PT-RN), Ana Rita (PT-ES), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Inácio Arruda (PCdoB-CE) e os deputados Valmir Assunção (PT-BA) e Marcon (PT-RS).

No texto, movimentos e parlamentares reafirmam o posicionamento de que todo o julgamento da Ação Penal 470 pelo Supremo Tribunal Federal teve um caráter “político”, que se manifesta ainda hoje, nas últimas decisões.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última