Publicidade

Posts com a Tag Vladimir Herzog

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 Política | 07:00

Comissão da Verdade vai ouvir Capitão Ubirajara

Compartilhe: Twitter

O delegado aposentado da Polícia Civil de São Paulo Aparecido Laertes Calandra, conhecido pelo codinome de Capitão Ubirajara nas equipes de interrogatório do Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna), do II Exército, em São Paulo, será ouvido na quinta-feira (12) pela Comissão Nacional da Verdade.

Intimado, Calandra -que nunca falou sobre o assunto- é obrigado a comparecer e é considerado peça importante da época. O ex-ministro da Justiça José Carlos Dias comandará a audiência que terá a participação da assessora da Comissão da Verdade da Assembleia Legislativa de São Paulo, Maria Amélia Teles, que foi torturada pelo Capitão Ubirajara.

Leia também: “Vou botar mais lenha na fogueira”, diz novo coordenador da Comissão da Verdade

Também participarão da audiência com o ex-braço direito do delegado Romeu Tuma ex-presos políticos, incluindo o vereador Gilberto Natalini (PV-SP), presidente da Comissão da Verdade da Câmara de São Paulo, que teve negado o pedido de participação de Calandra e solicitou a intimação pela nacional.

Calandra estaria envolvido diretamente na tortura e desaparecimento do estudante Hiroaki Torigoe e na tortura e morte de Carlos Nicolau Danielli, dirigente do PCdoB, além de estar associado ao cenário da morte da morte do jornalista Vladimir Herzog.

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 26 de novembro de 2013 Justiça | 19:47

Para ex-governador, Herzog foi morto para derrubar Geisel

Compartilhe: Twitter

O ex-governador de São Paulo Paulo Egydio Martins, 85 anos, afirmou que o jornalista Vladimir Herzog foi morto, em 1975, no DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informação do Centro de Defesa Interna) para derrubar o então presidente Ernesto Geisel.

Leia também: Pedro Dallari é o novo coordenador da Comissão Nacional da Verdade

Martins, que governou o Estado entre os anos de 1975 a 1979 e se definiu como homem de confiança de Geisel em São Paulo, detalhou na Comissão da Verdade da Câmara de Vereadores da cidade como eram feitas as doações ao Exército antes do início da ditadura. “As pessoas físicas é que doavam dinheiro diretamente para os coronéis”, afirmou.

Ele afirmou que no Exército havia grupos com ideologias diferentes e que a morte do operário Manoel Fiel Filho também fazia parte do esquema para derrubar Geisel. “O metalúrgico que distribuía a Voz Operária poderia oferecer que tipo de ameaça nacional? Não tinha nada que mostrasse que ele e Herzog oferecessem algum tipo de risco, mas com a morte deles a população iria ficar exaltada e aí seria justificada uma ação mais violenta do Exército”, disse o ex-governador.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 19 de março de 2013 Partidos | 10:45

Campos Machado entra em cena para defender presidente da CBF

Compartilhe: Twitter

O secretário geral do PTB, deputado estadual paulista Campos Machado, entrará de cabeça na defesa do presidente da CBF, José Maria Marin, que é filiado ao PTB.

Campos pretende mirar em Romário (PSB-RJ), que na última semana assumiu artilharia pesada contra Marin em discurso na tribuna da Câmara dos Deputados.

Romário cobrou explicações de Marin sobre sua relação com a ditadura militar e a respeito  da suposta ligação dele com a morte do jornalista Vladimir Herzog, assassinado em 1975.

Marin, que em 1975 era deputado estadual pela Arena, fez duras críticas contra o estilo de jornalismo adotado naquele ano por Herzog na TV Cultura.

Campos, que afirma lamentar a morte de Herzog e classificar o ato como “barbarie”, diz que o episódio da suposta ligação entre Marin e o ocorrido já foi explicado.

“Quais são os interesses do Romário em radicalizar contra o Marin? Ele tem de explicar”, disse Campos, que acrescentou que “Romário quer inviabilizar a Copa no Brasil”.

Campos, que também presidente do PTB paulista, pretende pedir que seus correligionários em todas as casas legislativas em que o partido tem representantes apresentem moções de apoio a Marin semelhantes a que ele apresentou na Assembléia Legislativa de São Paulo.

Autor: Tags: , , , ,