Publicidade

Posts com a Tag Wellington Dias

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 Congresso | 09:00

Wellington Dias só pensa em namorar

Compartilhe: Twitter
Senador Wellington Dias (foto: Agência Senado)

Senador Wellington Dias (foto: Agência Senado)

O governador eleito do Piauí, Wellington Dias (PT), torceu o nariz nesta semana para o colega de Senado Humberto Costa (PE).

É que o pernambucano marcou uma reunião às 20 horas da quarta-feira. O problema é que Dias tinha combinado de jantar com sua mulher. Disse que queria “namorar” um pouco.

Costa não quis nem saber. Disparou, aos risos: “Ah, nem vem, que você não é essa beleza toda”.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 Estados | 08:00

Senador petista receberá prêmio na Espanha

Compartilhe: Twitter

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI) está na Espanha, onde receberá um prêmio pelo desempenho do estado do Piauí em indicadores sociais.

Os dados foram medidos durante o período em que Dias foi governador do estado (2003-2010). O senador petista deve retornar ao Brasil somente no dia 28 de dezembro.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 17 de dezembro de 2013 Congresso | 08:00

Governo só vota Marco Civil da Internet sem correr riscos, diz líder do PT

Compartilhe: Twitter

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), acha muito difícil o Marco Civil da Internet ser votado ainda este ano na Casa.

Para ele, até mesmo a votação da proposta na Câmara dos Deputados, onde o Marco Civil da Internet está parado e trancando a pauta, custará a sair.

Segundo Dias, tudo dependerá do quórum na Casa nesta semana. “Uma matéria como essa, em que há divergências, ou vota por consenso ou se houver um quórum bom”, resumiu ele, que acredita que o governo não articulará a votação se correr o risco de perder.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 27 de novembro de 2013 Política | 13:00

Garotinho dá bombom para Dilma e provoca ciúmes entre aliados

Compartilhe: Twitter

O líder do PR na Câmara, Anthony Garotinho (RJ), tem garantido momentos bem humorados da presidente Dilma Rousseff (PT) durante os frequentes encontros que a presidente passou a ter com líderes da base no Congresso.

Anthony Garotinho (Foto: Gustavo Lima/Agência Câmara)

Anthony Garotinho (Foto: Gustavo Lima/Agência Câmara)

No último encontro, Garotinho, que se assume chocólatra inveterado, deu para Dilma um dos bombons diet, dos que costuma ter sempre a mão. “Não durmo se não comer um desses”, assumiu.

O gesto causou polêmica durante o almoço no Palácio da Alvorada que Dilma ofereceu aos líderes e presidentes de todos os partidos aliados.

Enciumado, o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), fez questão de fazer uma alerta à presidente. “Se eu fosse a senhora mandaria fazer um exame nesse bombom antes de comer”, brincou o peemedebista.

Já o petista Wellington Dias (PI), líder do partido no Senado, também desconfiou da idoneidade do doce e ponderou que Garotinho poderia estar magoado porque Dilma, em outro encontro, ao elogiar a gravata de Garotinho, disse que gostava mais de Rosinha Garotinho, do que do líder do PR.

Já a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, se sentiu preterida e reclamou: Bombons, só para a presidente né!”, resmungou.

A reclamação deu resultado. Garotinho já mandou entregar no gabinete da ministra, no Palácio do Planalto, uma caixa dos bombos. “Como esses bombons não têm açúcar, são para saborear sem culpa”, disse o líder do PR.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 19 de novembro de 2013 Partidos | 16:00

Após visita de deputados, Dirceu, Genoino e Delúbio receberão senadores

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT no Senado vai fazer uma visita de “solidariedade” ao ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu, ex-presidente do PT José Genoíno e ao ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, na quinta-feira (21).

Nesta terça-feira (19), o presidente nacional do PT, deputado Rui Falcão, acompanhado dos deputados Zeca Dirceu, Renato Simões e Erika Kokay estiveram na Papuda para visitar os petistas presos.

Leia também: Dirceu, Genoino e Delúbio contam com solidariedade de outros presos na Papuda

Dos 12 senadores, 11 devem comparecer -apenas Anibal Diniz (AC), que está fora do país, não deve ir. A ideia surgiu em reunião da bancada realizada hoje.

Os petistas também vão usar a tribuna do Senado hoje para falar sobre as prisões do mensalão e irão apoiar nota do líder da bancada, senador Wellington Dias (PI), que diz que o Supremo Tribunal Federal (STF) agiu com “ilegalidade e arbitrariedade”.

Saiba mais: Petistas pedem respeito à lei e dizem não aceitar humilhação

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 Brasil | 20:12

Senador petista cancela participação nos Jogos Indígenas

Compartilhe: Twitter

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), cancelou de última hora sua ida para Cuiabá, onde participaria de ato durante a 12ª edição dos Jogos Indígenas.

Dias resolveu ficar em Brasília para o esforço de votação no Senado do chamado Orçamento Impositivo, que deverá ser apreciado amanhã no plenário da Casa.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 4 de novembro de 2013 Congresso | 18:22

Líder do PT no Senado acredita que voto aberto já tem apoio suficiente para aprovação

Compartilhe: Twitter

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), acredita que já há apoio suficiente entre seus colegas para que seja aprovada a proposta que estabelece voto aberto no Congresso Nacional para todas as votações.

“Acredito que há uma maioria aqui no Senado que garante as condições de, na votação que o Renan (Calheiros) colocou na pauta, termos a aprovação do voto aberto para todas as votações”, disse Dias.

Ele destaca que dois destaques serão apresentados para discussão no Senado, para que votações relacionadas a escolha de autoridades e apreciação de vetos permaneçam secretas, porém, acrescentou acreditar que deve prevalecer a tese do voto aberto geral.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 Congresso | 10:30

Wellington Dias prevê ‘forte batalha no plenário’ para aprovar voto fim do voto secreto

Compartilhe: Twitter

Apesar de aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, o projeto que acaba com o voto secreto no Congresso Nacional deverá ainda ser alvo de disputa árdua quando for apreciado no plenário.

A opinião é do líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), que afirmou respeitar o argumento daqueles que se opõem à aprovação do voto aberto irrestrito.

O tucano Aloysio Nunes (SP), por exemplo, defende que o voto seja aberto para decisões relacionadas a cassação de mandato, mas que o mesmo não se aplique para análise de vetos presidenciais.

“Alguém que vota em mim lá no meu estado, deseja saber como estou me posicionando em cada votação”, disse Dias.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de outubro de 2013 Congresso | 16:30

Senadores fecham acordo para votar Mais Médicos e Orçamento Impositivo

Compartilhe: Twitter

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), afirmou haver acordo para a votação da medida provisória que cria o programa Mais Médicos. Dias disse que um dos pontos de maior polêmica da proposta, que retiraria poderes do Conselho Federal de Medicina, não representará problemas em função de certo consenso para manter essa retirada.

Dias também falou a respeito de um acordo envolvendo a Câmara dos Deputados para a uma modificação no texto do projeto que institui o chamado Orçamento Impositivo. Apesar das mudanças que deverão ser feitas na votação no Senado, existe acordo para manutenção dessas modificações o que, portanto, permitiria tramitação rápida do texto na volta para o plenário da Câmara.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 24 de setembro de 2013 Partidos | 07:30

PT de Piauí vai permanecer no governo do PSB no Estado

Compartilhe: Twitter

O PT de Piauí e o governador do Estado, Wilson Martins (PSB), decidiram não romper. Com a orientação da executiva nacional do PT de cada diretório estadual “dialogar”com as lideranças regionais -após o PSB deixar a base do governo federal-, o PT-PI, que já havia anunciado a entrega dos cargos, o presidente do partido no Estado, deputado Fabio Novo (PT-PI), decidiu manter a base.

Martins se reuniu com Novo e com o líder petista no Senado, Wellington Dias (PI), e disse que a “a questão nacional não interferia na estadual”. O governador deve deixar o posto no início do ano que vem para concorrer ao Senado. Já Dias é pré-candidato ao governo do Estado. A aliança entre PT e PSB no Estado no ano que vem deve continuar.

“Avaliamos que não há constrangimento em ficar no governo”, afirmou Dias.  O PT tem sete secretarias no Estado, além de chefias de órgãos de primeiro escalão.

Leia também: PT diz que PSB é aliado histórico e espera manter apoio do partido em 2014

 

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última